Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

3 GOZADAS EM 1 DIA. (TRAVESTI, PRIMA E NAMORADA)

Essa histária é real, aconteceu comigo na quarta-feira (28072010).





Me chamou Renato, moro em Guararema, SP, sou branco, cabelos e olhos castanhos, 29 anos, 1,75mt, não sou nenhum saradão,



mas também não sou gordo barrigudo, enfim, faço o meu sucesso por ai.

Até o começo deste ano eu estava casado, nada no papel, mas morava junto e vivia como casado, minha esposa, Sabrina, uma



loira de 30 anos, 1,70mt, 65kg, marquinha de biquini, uns peitos e uma bunda que apesar de não serem dos mais turbinados,



são uma delicia, sempre adorei chupar aqueles peitos, desde pequeno (detalhe, somos primos de primeiro grau).

Desde Fevereiro deste ano, eu e Sabrina estamos separados, e foi a partir daí que eu conheci Raquel, minha namoradinha atual,



Morena, 25 anos, 1,65, 55kg, uma bela bunda e bastante disposição para usa-la, não é mais gostosa que a Sabrina, mas gosta



mais de rola que a minha Ex, Raquel tem um filho de 4 anos, então já da pra imaginar, apesar de mais nova, já é mais mulher,



sabe das coisas... rs



Na última quarta (2807) eu havia marcado de me encontrar com Sabrina, a gente faz uns "flash back" de vez em quando, ela



trabalha em São Paulo, e eu combinei de encontrar com ela em Arujá, uma cidade vizinha da nossa, e caminho pra quem vem de



SP, marcamos para as 19h. em Arujá. Eu estava no caminho, quando Sabrina me ligou dizendo que tinha acabado de acontecer um



acidente na Dutra, que ela estava parada no congestionamento e que parecia que ia demorar. Sá me restou esperar...



Como já havia escurecido, pensei em dar uma volta pelas quebradas de Arujá, enquanto eu fumava um cigarro (do forte, rsrs),



foi ai que acabei entrando em uma rua e fui parar na Dutra, mais precisamente em frente ao posto de gasolina Leão da Dutra



(um conhecido ponto de Travestis em Arujá), um pouco pra frente do ponto de onibus estava uma gostosa de 1,80, loira, com um



micro vestido, claro que era um travesti, mas era muito gostosa, chamava atenção, como era um lugar deserto, resolvi parar e



abrir o vidro, ela veio até o carro e se apresentou como Karla ("com K", foi assim que ela disse), logo ela sentiu o cheiro



do meu cigarro de THC e disse "nossa que legal, vc está fumando um, deixa eu dar um pega?", eu disse, "claro, entra ai!", e



ela entrou. Seguimos pela Dutra e virei no primeiro retorno, voltando para Arujá, papo vai, papo vem, e eu pedi pra ela



deixar eu ver aqueles peitões, disse que nunca tinha visto um peito de silicone, ela prontamente atendeu e terminou de



abaixar o decote (e que decote), aquele peitão pulou pra fora e no mesmo momento meu pau ficou duro, como não uso cueca, ela



percebeu, colocou a mão em cima e disse: "Nossa, que pauzão! parece o meu..." Naquele momento eu lembrei que aquela gostosa



tinha pinto, mas isso me excitou, falei pra ela, "deixa eu ver se é parecido mesmo..." ela puxou o vestido mais pra cima,



puxou a calcinha de lado e mostrou aquele cacetão, ainda meio mole, nessa hora eu parei o carro, estavamos em uma ruazinha



que parecia não passar muito carro, então estacionei ali mesmo, embaixo de um poste que a luz estava apagada.



Karla disse que por R$100,00 eu poderia desfrutar dela todinha, eu não estava afim de pagar, e sabia que a qualquer momento



Sabrina iria me ligar dizendo que estava chegando, não tinha muito tempo...

Então expliquei isso pra ela e disse que poderiamos marcar outro dia, ela então pediu pra ver meu pau pelo menos, já que ela



tinha mostrado o dela e os peitos, que ainda estavam os dois amostra nesse momento, eu atendi o pedido e coloquei meu pau pra



fora, que estava duro pra caralho, ela foi logo colocando a mão e punhetando, fiquei louco de tesão e perguntei se ela não



poderia dar uma chupada como forma de agradecimento pelo cigarro e tambem de amostra gratis pra eu voltar outro dia, ela



prontamente atendeu e começou a chupar, acabei pegando no pau dela e punhetando ela tambem, alternando entre o pau e os



peitos, ela chupa muito, uma verdadeira profissional, eu ficava imaginando ela trepando, parecia gostar muito de rola, ela



chupou, chupou, chupou, até que eu avisei que ia gozar, ela continuou chupando, e apertando meu pau com mais força, meio que



sugerindo que eu gozasse na boca dela, e foi o que eu fiz, gozei gostoso na boca daquela boneca, ela olhou pra mim com a boca



cheia de porra, mostrou a lingua e engoliu tudo, nossa que tesão! sempre imaginei uma mina fazendo isso pra mim, e agora



estava ali aquela traveca gostosa engolindo minha porra. Que delicia!



Conversamos mais um pouco, peguei o telefone dela para marcar uma práxima (e vou marcar com certeza) e fomos voltando para o



lugar de partida para eu deixar ela por la, afinal ela precisava trabalhar, ainda não tinha ganho nada, comigo foi de brinde.



Deixei Karla no ponto e quando estava saindo meu celular tocou, era a Sabrina, avisando que estava chegando, me dirigi para o



lugar que haviamos marcado e alguns minutos depois ela chegou, entrou no meu carro e nos dirigimos para um motel que já



conhecemos bem, o Motel Exático, o mesmo que o Panico fez uma matéria a uns dias atras.



Chegando la, fomos tomar um banho, eu fui primeiro, e enquanto estava no banheiro sá pensava naquela traveca gostosa que



tinha acabado de engolir minha porra, tomando banho, pensando e acariciando o pau, acabou ficando duro, foi quando a Sabrina



abriu a porta do box do banheiro e entrou para tomar banho comigo, quando viu meu pau duro já foi logo pegando nele e fazendo



um boquete, comecei a pensar: "nossa! hoje é o dia, que delicia".



Chupou gostoso, terminamos o banho e fomos para a cama, eu estava cheio de tesão, aquela traveca tinha me deixado doido,



começamos uma ralação e logo estavamos em um 69, chupava aquela buceta com vontade, ela estava toda molhada, cheia de tesão,



fazia tempo que não saíamos, ela chupava meu pau, meu saco, batia uma bronha e lambia a cabeça do meu pau, e eu me lambuzando



naquela xana, que gostosa, ela abria a perna e esfregava a buceta na minha cara, pra eu chegar bem fundo naquele grelinho.



Chupei ela muito, fiquei até com a lingua dolorida depois, mas me deliciei com aquela buceta rosadinha.



Pedi para a Sabrina vir em cima de mim, mas ela quis que eu fosse e cima dela, deitou e abriu as pernas, deixando aquela



buceta amostra, e eu rapidinho fui la cair de boca mais uma vez, e logo ja fui enfiando o cacete, socava com força e ela



pedia mais, falava "vai, me come, me come gostoso, tava morrendo de saudade de dar pra vc..." e gemia muito, como sempre



fez...



Comi ela de tudo que é posição, frango assado, de quatro, de lado, de bruço, na beira da cama, na mesinha do motel, até que



ela finalmente quis vir em cima de mim, disse: "agora deita la que eu quero cavalgar no seu pau".



Deitei e ela veio, sentou em cima do meu pau e pulava, pulava gostoso e gemia alto, acho que os outros quartos escutavam



tudo, ela pulando, eu chupando os peitos dela e dando uns tapas naquela bunda gostosa, até que eu disse que ia gozar, ela



saiu de cima rapidamente e caiu de boca, foi chupando e punhetando e dizendo "goza na minha boca, goza, goza pra mim vai",



enchi a boca dela de porra, nem acreditei que tava gozando gostoso daquele jeito, pois tinha dado uma gozada a algumas horas



atras com a traveca Karla, na hora pensei "será que ela vai engolir tb? vai ser demais...", mas ela não engoliu não, deixou a



porra escorrer pela boca e esfregou nos peitos, mesmo assim foi uma cena deliciosa, parecia uma putinha com a boca toda



lambuzada. Fomos para o banho, rolou mais uma ralação no chuveiro, pega aqui, pega ali, boquete, uma comidinha de quatro, até



que terminamos de nos lavar e ficamos deitado na cama conversando um pouco, pelados, fazendo caricias e assistindo TV.



Depois fomos embora, voltamos para Guararema, deixei Sabrina na casa dela e fui para a minha, isso era umas 22:30h,



cheguei em casa e minha namorada ligou, a Raquel, disse que estava chegando da aula, que iria descer no ponto perto da minha



casa e que era pra eu ir busca-la, que ela ia dormir na minha casa hoje. Na hora eu pensei, nossa, não aguento mais nada



hoje, fudeu!



Fui busca-la, fiz uma cara de sono, disse que estava meio dormindo no sofa quando ela ligou, fomos para a minha casa,



assistimos TV na sala, tomei um banho e depois fomos deitar no quarto.

Quando vi ela tirando a roupa par dormir, ela estava com uma calcinha preta, bem pequena, que não cabia aquela bundona dela,



e acabava ficando meio fio dental, ela sempre coloca um shortinho pra dormir, mas deitou de calcinha e sem sutiã, naquela



hora eu já sabia, ela tava querendo rola!



Deitou do meu lado, eu como sempre durmo pelado, ela foi se ajeitando, dando aquelas bundadas, esfregando o corpo dela no meu



como se estivesse se arrumando na cama, até que meu pau ficou duro.

Raquel começou a dar umas pegadas, tipo batendo uma bronha e logo veio em cima de mim e começou a me beijar e esfregar a



buceta no meu pau, por cima da calcinha, eu mesmo sabendo que meu pau já estava acabado, não aguentei, pensei comigo "que se



foda! vou meter a rola até ele ficar mole, já que não vou conseguir gozar de novo mesmo".



Comecei a fuder aquela buceta, fuder mesmo, porque com a Raquel o sexo é com força, ela gosta...

Ela estava em um dia bem inspirada, sentava gostoso, rebolava, gemia, empurrava meu pau naquela xana com força, eu comecei a



pensar, "nossa, hoje eu to comedor, ganhei um boquete da traveca, comi a Sabrina bem gostoso e agora to aqui comendo a



Raquel", isso me excitou e o tesão aumentou, Raquel pulava no meu pau como se estivesse no cio, cavalgava que nem uma atriz



porno, e gemia gostoso, não tão alto que nem a Sabrina, mas dava pra ver que era um gemido de tesão de verdade.



Como já estava com a alto-estima la em cima por ter metido pra caraio nesse dia, pensei comigo "sá falta comer um cuzinho pra



fechar com chave de ouro", pedi pra Raquel deixar eu comer o cuzinho dela (ela já tinha dado outras vezes, mas não dava



sempre), ela disse: "vc percebe que eu estou com vontade demais e abusa de mim né?, sabe que quando eu estou com tesão assim



eu não nego meu cuzinho pra vc...", eu adorei ouvir aquilo, pois estava vendo que o meu grande final iria acontecer.



Ela saiu de cima, abriu a gavetinha do lado da cama, que ela já sabe que tem KY, passou o gelzinho no meu pau e veio sentar



em cima de novo, sá que agora com aquela bunda gostosa, nossa que rabo!

Enfiei meu pau naquela bunda e bombei forte, ela gemia e falava "nossa, vai me arregaçar? ta achando q ta metendo na minha



buceta?", e eu não queria nem saber, segurava ela e socava, ela viu que eu estava com muito tesão e entrou no clima do anal



violento, começou a pular com força também e dizia "vai, me fode então, quer com força? então toma, fode meu cu, fode!", eu



fodi, fodi, fodi, até que gozei naquele rabo, enchi o cu dela de porra, ela logo que viu que eu gozei, parou de pular e



deitou em cima de mim, com meu pau no cuzinho dela todo melado.



Nossa, naquele momento eu desliguei dali, comecei a pensar sozinho no meu dia, chupeta do travesti, peguei no pau dele,



fiquei morrendo de vontade de comer aquela traveca e ela ainda engoliu toda minha porra, depois comi a Sabrina bem gostoso,



fodi com força e também gozei na boca dela, e quando chego em casa e acho que ja acabou por hoje, a Raquel ainda liga e diz



que vai dormir comigo hoje, e ainda me da o cuzinho antes de dormir. Meu deus, esse foi meu dia de comedor, quando será que



vai acontecer algo assim de novo? será que isso acontece na vida de um cara mais de uma vez? tomara que sim...



Dormi gostoso agarrado de conchinha com a Raquel e pensando em tudo aquilo, principalmente em quando seria que eu ia ligar



para a Karla para marcamos uma parada de verdade. Estou pensando em sair com ela e liberar geral, sempre disse que quem sai



com traveco é porque quer rola, então se eu sair com ela, vou querer conhecer como é um pau na minha boca pelo menos, e se eu



acabar gostando vou querer saber como é um pau na minha bunda... Quando isso acontecer, eu volto aqui e conto tudo pra vocês.



Se você se identificou com o conto, gosta de sacanagem e ta afim de trocar uma ideias quentes, escreve pra mim, ai eu te



passo meu msn e a gente começa uma amizade... onde será que vai parar uma amizade que começa em um site de contos eráticos??? rsrsrs



Travestis também são bem vindas, agora eu vejo vocês com outros olhos.



renatogomex@gmail.com

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto meus priminhos chantagistascontos gostoso prima tiacontos eroticos gozando no cu da coroacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de incesto comendo a irma separadacontos eroticos de padres e pastores roludos com meninascontos fudedo mãe do meu chefecontos eroticos- paguei minha filha pra cheirar sua calcinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto gozada encoxadacontos eroticos de pastores cadetudocontos com fotos tia e sobrinho baixinho realcontos de sexo com animais rasgando com forçamulher escanxa no cachorro e goza gostosocontis eroticos comendo meu amigo bebadobranca gordinha casada estrupada por maniaco no cufudendo minha aluna contos eróticosaluninha dando cuzinho virgem para o professor pirocudo contos eroticosDei o cu pro policial, quase me rasgacontos namorada chupa rola de outro escondidocomtos eroticosgarotascontos eroticos arrombando a gordacontos er safadocontos eroticos delicia de infancia com meus vizinhosconto porno tia do amigo bebadaContos eróticos eu e meu bemzinhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos infancia con tio sadicobuceta carnuda comtos de sexo lesbicascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eróticos primeira vez colégiocontos erótico de estupro de empregadascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eu durmo de saia sem calcinhacontos eroticos gay aposta de video game na infanciaminha mulher dormindo nua,vi o rombo no cu delaconto erotico meu compadre me comeuver travesti de shortinho bem curtinho e bem dotadame comeram dormindo no ônibusContos esposa santinhaminha cunhada meu desejocontos eroticos de pastores cadetudocontos eróticos gay meu sobrinho rabou meu marido na minha frentecontos eroticos garotinha dormindo no colo do padrinho de pijaminhafinalmente contou quando chupar pau do ex delaconto eles gozaram na minha mulherconto casada é assaltada e fodidacontos eroticos com cavalo zoofiliaa patricinha funkeira contos eróticosvidio porno corno mulher da em cima do jsrdineiro e empregada ver e participaMinha filha se ensinuava pra mim gostosaa pra mim comtosTransei com meu sogro contojovenzinha first porndevolvendo esperma no pau do bem dotadocomendo a tia desde pequeno contosConto erotico novinha.pediu pra passar bromseadorporno coroa da boda mole de fiodetaopai.trepa.duas.filhas.gemiascasada reclamando do vizinho contos eroticosLingua na buceta contossogra humilha genro contos eroticoseu com minha pica machucada e ainda comi minha namorada contos eróticoscuzinho peidao contos.cornoso metendo n mato n buceta da minha filha n causinha video mobilComtos eroticos amiga curiosacontos de menina nova perdendo o cabacoporno zoo insesto e dominacao en contos eroticoscontos aliviando as tetas de minha irmaconto erotico minha fica semi nua eu novinhoa coroa me mamou e me fez gozarna piscina com minha sobrinha - contos eroticosEperiencia zoofilia beijo babadolesbica conto professora fisicapornodoido sobrinho fura a calsinha da tiacontos pornos fudendo mamae irmasContos pedi pro meu marido contratar pedreiros para eu me exibir