Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UM ESCRAVO PARA MEU HAREM (2)

Me chamo Alfredo, sou mestre-de-obras e conheci meu primeiro escravo (tenho três escravas já há algum tempo; já amamentei e comi muito cu de viado, mas nunca tinha pensado ter um escravo.), Mayron, quando fui contratado para fazer uma obra em seu apê. Sou negro, 1m90, não malho, mas tenho um corpo sem excessos embora não seja sarado nem um magro típico, e tenho braços fortes por força de ofício (às vezes, mestre-de-obra também pega no pesado). Tenho 45 anos, solteiro e bem apessoado. Sou o tipo que as mulheres paqueram e os viados atacam....





Logo vi a possibilidade de fazer meu cliente de meu escravo sexual. Havia um antecedente básico para eu pensar assim. A idéia pintou quando fechei o trabalho e precisei levar três ajudantes. Assisti meus ajudantes botarem Mayron pra mamar seus caralhos e depois vi eles arrombarem o bundudo. Lobo se autointitulou dono do viado e me ofereceu o puto para fuder, mas recusei. Não misturo trabalho com prazer. Quando fui receber o pagamento pela obra, vi que era hora de botar o viadinho na minha fita. E realizar minhas intenções.

Não foi preciso muito esforço...ele mesmo se ofereceu. Botei ele para mamar e senti sua submissão. Logo que meu caralho saltou da barguilha e bateu no rosto de Mayron, vi seus olhos brilharem de felicidade...Ele caiu de bitocas, carinhos, lambidas quentes até abocalhar a cabeçorra do meu cacete. Tentava enfiar tudo na boca, mas engasgava...Comandei a mamada para ele aprender como eu gosto...depois meu cacete jorrou rios de porra na sua garganta, rosto e fiz ele deixar meu pau limpinho... o viado comentou suspirando "ah..minha boca gulosa ficou apaixonada por essa mamadeira"...quando ele ensaiou sentar no meu caralho, levou um bofetão que caiu estirado no tapete da casa, foi quando estabeleci as regras para ser fudido por mim...ou mamar outra vez nesse caralho...não bastava ser meu viado, tinha que me servir como escravo...Além de seu macho, dono, eu seria seu cafetão. A condição principal era botar o cu na pista e faturar. Mas facilitaria isso, porque conheço uma porção de amigos que adoram arrombar um cu mas não podem se expor por diversas razões... As fodas não são cobradas mas eles bancam as despesas....O dinheiro não me interessa, o que me interessa é submeter o viado aos meus caprichos de DOM.

Liguei para Mayron na quinta-feira passada (dia 24 de junho) e disse que tinha um cliente para ele. É amigo meu, PM. Negro, forte como eu, mas bem mais novo. Casado enfrenta o problema que sua mulher não quer lhe dar a bunda, por medo dos seus 23cm de caralho. Isso deixou, Gonçalves fissurado em bunda. Sabe que os viados tem mais predisposição para encarar um cassete grande e grosso...Mayron adora! Eu lhe disse "Gonçalves vai na tua casa logo mais às sete da noite. Aguarde ele prontinha...OH, prepara uma recepção boa pra nosso cliente, viu sua puta? Quando acabar me liga", ordenei.

Duas horas depois de atender Gonçalves, Mayron ligou. Mandei ele me esperar pra acertar as contas. Nesse ínterim, Gonçalves também me ligou para dizer que foi muito bem atendido...e pra eu agendar as quintas-feiras para ele fuder Mayron...O viado tinha cumprido sua parte. Era hora de eu dar um prêmio pela sua obediência e comportamento... Cheguei quase 23h, ele me esperava perfumadinho, de banho tomado, usando um fio dental por baixo de seu roupão curto, que mostrava as polpas do bumbum...

Mal sentei no sofá ele foi me entregando uma grana....Eram trezentos reais...conferi e ele ficou olhando...lhe dei uma porrada de mão aberta no meio dos cornos...e lhe disse que não gostava de ser enganado...ele choromingou e disse que sá tinha recebido aquilo...Peguei seu rosto e apartei enquanto lhe dava tabefes com a outra mão..."Isso é pra Vc aprender que escrava minha não pode mentir"... Ele ficou confuso...Não havia entendido porque realmente estava apanhando já que tinha adicionado do seu dinheiro duzentos reais...Gritei não quero seu dinheiro! Aí, ele entendeu menos...Deve ter se questionado, como eu sabia que ele tinha colocado o dele no montante? "Olha, Gonçalves sá deixa cem reais para as despesas..." quando tem e quando pode dar, porque ele é meu amigo de infância e sabe que eu não vivo disso, quero sim ser seu dono,...viu sua cadela vadia...Agora para aprender, vou alargar mais esse cu...e sem direito a leitinho na boquinha, viu sua vagabunda??? Eu sabia que Mayron... sexualmente, castigo para um escravo não é maltratá-lo e sim desdenhá-lo, suprí-lo de uma boa mamada, mas mesmo assim decidi que ele não mamaria meu caralho naquela noite....e seu castigo para não ser burro, vai perdeu os duzentos que adicionou e mais o que Gonçalves deixou com Você...Se pensar bem, isso não foi castigo, mas foi o que resolvi aquela hora, já de pau duro pronto para arrombar o cu dele...Mandei Mayron ficar de 4 sobre o sofá, enfiei uma camisinha no caralho, e sem cuspir em sua rosquinha já arregaçada, soquei meu caralho com toda a força naquele cu...Mayron gritou, gemeu, mas aguentou firme as estocadas que eu dava com violencia para ele aprender a me respeitar como macho, cafetão e principalmente como seu DOM...fiquei enterrando e desenterrando o caralho no seu cu com toda a força pelo menos uma meia hora...depois passei os braços pela sua cintura, levantei o viadinho, e sem tirar meu caralho do cu dele, virei e sentei no sofá, com ele por cima, montado no meu caralho..."Agora, sim faz o que Vc o que Vc queria fazer da última vez.,...cavalga no seu alazão negro...cavalga meu viadinho-escrava...Mayron estava esfolado..percebi que ele não aguentava mais...mas o puta não tirou o cu de cima... começou a rebolar lentamente no meu caralho até se sentir confortavel para cavalgar.... se contorcia, subia, descia, se esticava pra traz, deixando seus mamilos na altura da minha boca.;..abocalhei seus mamilos inchados de tezaõ e dei palmadas na sua bunda e o puto-escravinha ou o putinho-escrava estimulado cavalgava em busca do prazer total do seu macho, seu cafetão, seu DOM... de repente meu caralho começou a vomitar pra dentro daquele cuzão e a lavar o interior da putinha-escravo com meu doce mel... ele gemia e suspirava.... "ah, meu macho...meu cuzinho se apaixonou por esse caralho maravilhoso...." continuamos fudendo...afinal.,..como dizem por ai...a noite é uma criança....Mayron é o primeiro viado do meu harém de escravas...mas é tratado como todas as escravas...já garantiu sua coleira e um cliente fixo.... ([email protected])

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de gays como foi sua primeira vezConto pauzudaxoxota doce contoscontos a mulher do meu amigo queria um pau grandeesposa contando para o marido que ele é corno e que seu amante vai fuder ela na frente do corno e ainda chama uma namorada travesti para fuder com ela e depois vai transformar o corno no maior viadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos minha irmã deixacomtos exitantescontos comeu a amiga e o amigocontos eroticos enteadamulher dismaia na pica do mindigoconto gay negao casado deudepois anos de casado aventura contohistoria porno gay, paguei boquete no amigo carloscontos eróticos irmãos paiconto minha tia de calcinha andandocontos minha mãe foi para o pagode acabou dando para o negão dentro do banheirocontos femdom com cela de masmorraConto erotico vizinha bobinhaNelma Putinha Angolana RabudaContos er meacordei com o pinto na bucetanovinha e safadinha conto eroticocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentenão sou gay contos eróticosmeu padrasto foi no meu quarto contosvideo de mulher transando no atelier delameu tio tem um pau muito grossomulher goza nela todinha enchendo o cachorro para limpartreepei na pica de meu avôzinhocome o cu da soggra adormecidacontos eróticos de pai e filhacache:FPfKk_mm7mAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_9_9_zoofilia.html Contos eróticos curtos de cachorro lambendo a buceta da vócontos minha mãe foi para o pagode acabou dando para o negão dentro do banheirocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentefudendo minha mae conto realporno contos eroticos fui enrabada pelo meu irmaoContos eroticos com chingamentoconto desde pequena participo de orgias com minha familiacache:6FK7RI0T9TcJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_476_eu-e-2-travestis.html conto porn dando pro comandantetransei com amigo da minha filhaestragando o cu da mulher do corno de S.P.contos eroticos a.xasada dot trabalhoContos sexo coroas esposas de amigosconto enfiei a cueca no cuso rola melado cuecas fotoscache:oIMLEWITCAIJ:okinawa-ufa.ru/home.php?pag=99 Contos eroticos selvagenscontos femdom com cela de masmorraconto nunca pensei que iriamos numa praia de nudismocontos a pica do pacientesoft swing contos eroticosmorena bumbumda conto eroticocontos eróticos infância gay com gari heteroamiguinha d minha bem magrinha putinhaContos meninas d doze anos x negros dotadosviajei e transei no onibus marido corno assumidovemo espoza chupamo autro mo carmaval xxvidiochute no saco contos pornocache:hNEcBAkab0YJ:okinawa-ufa.ru/home.php?pag=127 conto negro taradocontos erotikos coroa so leva no cu pois esta de chicoencarei 30cm contosmadame currada no mato contocontos eroticos com cavaloconto negro taradocontos eróticos de mães e filho de pau grandecontos eroticos me comeram no trabalhocontos eroticos de tias seriaschaves jupano a bucefa da chiquinhapornô contos sobrinha se assusta com o pau mostro do tiocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos pedio para mamar nos meus seios cheios de leite materno.contos eroticos de tio e novinhas