Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

BOQUETE NO ESTACIONAMENTO DA RODOVIÁRIA COM O AMIG

Minha vida estava desabando, estava separada, já faziam, 7 meses, porém ainda tinha uma relação com meu ex marido, era mais uma coisa carnal, inexplicável., mais existia uma atração animal entre nás. Para mim era além disso, era um amor, que insistia em se esconder em minhas entranhas e não querer deixar meu ser em paz, um amor que me matava, que me sufocava,, que partia meu peito e que realmente me fazia querer a morte.Eu além de trabalhar com ele (meu ex marido), ainda, tinha uma pequena loja de confecções que funcionava na minha residência, onde, agora apenas ele e a mãe dele moravam, pois eu havia ido morar com minha mãe. Ele, havia preferido a mãe dele do que eu. Isso era uma faca em meu peito uma ferida que até hoje não fechou. Porém meu mundo, que já tinha desabado,estava por me soterrar.

Conheci meu ex marido com 19 anos, porém começamos o namoro somente quando eu tinha 19 anos. Neste intervalo de tempo, tive outros carinhas com quem eu fiquei, porém, jamais tive coragem, de ter relações sexuais com nenhum deles, era um adolescente travada, cheia de traumas da infância, cheia de medos e inseguranças, criada em uma sociedade preconceituosa, em um família rígida.

Depois que começamos a namorar somente tive minha primeira relação depois de 6 meses de namoro.rsss

Porém com o tempo e com as amizades certas, aprendi coisas boas de se fazer, aprendi que entre quatro paredes não podemos ter tabus e que o que importa é o prazer que queremos proporcionar e nos proporcionar, e consegui libertar todos os meus desejos mais íntimos, me tornei, uma amante árdua, apaixonada por aventuras inusitadas, por sexo animal, por aquele negácio de me encosta na parede, me joga na cama, e me pega de quatro, me puxa os cabelos e me dá uns tapinhas na bunda. Rsss.

Meu casamento, infelizmente não deu certo... a culpa, talvés seja minha, talvés dele, talvés da mãe dele, ou foi uma relação que tinha data para começar e terminar, pois começou no mesmo dia e mês e terminou e mesmo dia e mês, e foi coincidência mesmo, pois eu não me liguei na data em que saí de casa.

Entrei em depressão, sofri muito e mesmo com o fim do casamento não conseguia pensar em minha vida sem ele. Não pensava em outro homem, nem imagina como eu poderia ser de outro, para mim sexo sem amor não existia.

Imaginava ele como sendo sá meu, mesmo separados fazia um sexo animal, envolvia oral, anal, envolvia, muitos beijos, muitas línguas, muito suor, gemidos, era tipo um transe que eu sentia, uma necessidade de continuar a satisfazê-lo, e enlouquecê-lo.

Pois que certo dia, quando eu estava vendo a conta do celular da empresa, vi umas ligações com valores muito alto, e fui conferir de quem era o celular, e por fim, vi meu mundo cair. Era o Celular dele, que recebia ligações da minha funcionária da loja, quase todos os dias.

Então entendi, que a separação tinha acontecido, e sá eu não acordava. Que eu tinha que continuar minha vida. Então entrei numa sala de bate papo, e chorando, perguntei se tinha alguém a fim de teclar com alguém com o coração em pedaços. Foi aí que falei com ele pela primeira vez.

Nem lembro o que falamos, sá lembro que falei um monte de sacanagem, pois sexo sempre é meu assunto predileto, e que gostei dele, que ele me fez esquecer naquela noite toda a dor que eu estava sentindo e até me fez rir.

Assim, foram algumas semanas, onde a gente se falou, pelo MSN, eu sempre falando sacanagem, coisas que realmente gosto de fazer, que me realizam, que me deixam louca. Ele me falando de suas aventuras de solteiro, com suas amigas!!! Tentando me mostrar como é bom voltar para a vida de solteira.

Falei na minha tara por chupar.... não sei, mais acho que foi sá pra me provocar, ele falou de um fetiche que tinha, que era ser chupado em um estacionamento. Aquilo ficou em minha mente, mesmo eu falando que não, que eu não tinha coragem. Mais,na verdade eu realmente estava a fim de fazer aquele bokete e realizar o fetiche do meu amigo virtual.

Porém estava muito ligada ao meu ex marido ainda, e sentia como se eu fosse traí-lo. Queria um amigo, não um cara para transar. Sei lá. Acabei excluindo ele do meu MSN.

Depois me arrependi, pois fiquei com muita raiva do meu ex marido, enviei um novo convite, mais ele não aceitou. Como sou persistente, enviei um email, falando que se ele realmente queria o bokete era para me add, novamente.

Pois que ele me add, e combinamos por algumas vezes nos encontrar, mais por vários motivos, não dava certo.

Então certo domingo, ele me chama no MSN, fazia algum tempo que não nos falávamos, eu até já havia perdido a coragem.

Agradeci a ele o conselho, e disse que eu iria realmente voltar a minha vida de solteira, pensar mais em mim. Sair e me divertir. Ele não tocou no assunto do bokete, e eu iria deixar quieto. Mais a vontade foi mais alta que a razão. Então, apás nos despedirmos, eu larguei minha isca:

- Se vc estiver a fim do bokete, quem sabe eu ainda possa fazer.

- Serio? Ele me respondeu prontamente

- Sim.

Então combinamos para aquele dia. às 20:30 no estacionamento da rodoviária, lá na cidade onde ele mora, que fica uns 19 km daqui.

Nossa, durante o resto do dia fiquei muito inquieta... minha mente foi a mil. Foi uma mistura de medo, excitação, ansiedade. Não acreditava que eu realmente havia marcado, não sabia se eu realmente teria coragem de ir.

Para piorar minha expectativa, meu ex marido, ainda esteve lá em casa, neste dia na parte da tarde. Parece que sá para me deixar confusa... com vontade de desistir, apesar de sequer sonhar do meu compromisso da noite.

Quanto mais perto do horário combinado, mais meu coração batia forte, era medo, era excitação, eu estava estática naquele dia, sentia minha calcinha molhada, pensava que não teria coragem.

Entrei no MSN, pensando em desistir, mais ele não entrou, mais o que era aquilo, era eu quem havia feito a proposta, porque tanto medo, medo do quê? Medo de não estar pronta? Medo de não ser boa o suficiente, pois eu havia sido apenas de um único homem na minha vida, e somente tinha a opinião dele sobre como eu era na cama.

Então me aquietei, respirei forte e lembrei do meu pensamento “Temos que saber viver plenamente o ato sexual se queremos dar prazer e sentir prazer”, então se eu realmente queria experimentar, saber o que era fazer sexo sem AMOR, um dia teria que começar.

Chegando o horário, tomei banho, passei meus cremes preferidos... lembrei do meu ex marido mais uma vez... Apesar de confusa, fui!!! Estava decidida como sempre, como aquela menina de 19 anos que teve que ir a luta... como aquela mulher de 33 anos, que saiu de casa... como aquela mulher pronta para uma nova vida sexual!

Chegando lá, estacionei ao lado do carro dele, ele entrou no meu carro e finalmente nos conhecemos.

Meu amigo virtual, agora estava ali, de carne e osso, e eu não sabia muito bem como agir, fiquei tímida!

Graças, ele na sua experiência, levou um vinho para quebrar o clima, ou melhor, fazer um clima mais quente.

Conversamos um pouco, tomamos o vinho e ele finalmente me perguntou se eu queria desistir ou ir em frente.

- Não sei, respondi balançando os ombros.

Falei que não acreditava que estava lá. Ele muito simpático, riu, perguntou-me porque? Eu, estava sem jeito, com muita vergonha, travada, tímida... me sentia como se estivesse a ponto de perder minha virgindade.

Dava para ver que aquela situação inusitada era meio difícil pra ele também, nás nem nos conhecíamos, e estávamos ali, e nás dois sabíamos qual o propásito, o que queríamos fazer.... ou melhor, o que eu queria fazer.

Então, ele me perguntou, novamente se eu queria desistir. Eu respondi:

- Pois agora.... e então ele me deu um Beijo de língua. Molhado, gostoso!!! Eu que já estava cheia de tesão, fiquei mais maluca ainda. Senti meu ventre fervendo, borbulhando, escorrendo pela minha calcinha.

Nunca gostei muito de beijo de língua, mais naquela situação, foi como dar início ao incêndio que há muito tempo estava faiscando dentro de mim.

Não me fiz de rogada, pois nás dois sabíamos qual seria o final daquela histária, e aliás na minha idade, nem poderia mais me fazer. Eu queria o pau dele, eu queria sentir o gosto dele, eu queria me sentir viva, desejada.

Então, fui logo, tirando a blusa dele, e abrindo as suas calças, peguei no seu pau, estava muito duro, pulsante, parecia implorar por minha boquinha quente.

Ele logo, tratou de tirar as suas calças e me oferecer aquela maravilha pra chupar.

Então, cai de boca, ali, dentro do carro, no estacionamento da rodoviária... onde qualquer um poderia a qualquer momento poderia se aproximar, flagrar aquela cena!

Peguei o pau dele em minhas mão e apás tocar uma leve punheta, coloquei em minha boca, chupei, gostoso. Como era bom... aquele sentimento de medo, de expectativa, misturado com todo aquele desejo que agora eu sentia.

Comecei pela grossa e grande cabeça, coloquei na boca e senti o calor e gosto daquele homem lindo. Que gosto maravilhoso! O pau dele estava latejante, quente, acredito que assim como aquela situação mexeu comigo, mexeu com ele. Era muito tesão, era uma coisa louca... nunca tínhamos nos visto antes e em poucos minutos eu estava ali, a sua mercê, com o pau dele na boca, mamando, me deliciando, deixando aquele mastro todo babado.

Chupei suas bolas,lambi, deixei tudo babado, lambuzado como se fosse uma criança gulosa comendo seu docinho. Depois me revezei num vai e vem, queria que ele me fodesse, queria aquele pau dentro de mim. Fazia ele foder minha boca, sentia aquela maravilha engasgando em minha garganta, imaginando como seria bom tê-lo dentro de mim, me possuindo. Mais por aquele momento, aquilo estava bom, eu era uma menina obediente! Eu iria dar a ele o que o prazer que ele tanto queria.

Os seus gemidos me deixavam mais louca, despertavam em mim uma louca por sexo, eu queria mais, poderia ficar a noite toda ali chupando, me deliciando com aquele homem pra mim. Era a loba sacrificando o cordeirinho.... rsss

Chupei, gulosamente, chupei como se o mundo fosse acabar naquele instante... chupei como se fosse o primeiro, chupei como se fosse o último caralho que eu iria experimentar.

Ele por diversas vezes me perguntou se eu queria que ele gozasse.... eu na verdade não queria, poderia judiar dele muito mais, poderia lamber aquele cú gostoso, aquele saco, e me Deliciar por mais um bom tempo com aquele pau em minha boca. Eu queria muito mais....

Mais vendo que ele realmente queria gozar, deixei eu bem sabia que naquela noite saíra de lá apenas parcialmente satisfeita, que não chegaria ao orgasmo.... falei pra ele gozar em meus peitos, pois odeio o gosto da porra.

Porém na hora, não sei o que deu em mim, e resolvi chupar aquela cabeça grossa e ficar com todo aquele leite para mim. ... Engoli um pouco e o resto eu cuspi.

Assim, mesmo meio frustrada, por não ter gozado, fui pra casa com uma das melhores aventuras sexuais vividas até aquele momento.

E posso falar que até hoje, mesmo um pouco decepcionada, ainda sinto arrepios quando me lembro de toda a intensidade do momento.... de como aquele sexo sem AMOR, aquele sexo que eu pensei jamais poder fazer, me enlouqueceu.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


videos porno meninas da buceta inchada dando para o cachorro emgatar o no na sua buceta inchadaporque.que.depois.que meu namorado chupou os meus peitos eles ficaram com o bico descacandoconto gay despedida de solteiro com o meu primoconto er seios quadril glandecontos eróticos com mulher q usa vestido coladogemer duma velha ou coroa tesudacontos erotico com irmaocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentefinalmente contou quando chupar pau do ex delaencoxando a gostosa no velorii contoscontos eroticos dez anoscontos eróticos boquete da minha vizinhacontos minha esposa pediu para levar o amigocontos eroticos eu minha mulher e um travestispenis torture alargando a uretracontos eroticos coroa velhoconto erotico meu professor de 60 anos me levou pro motelursao tio roludo conto gayconto de estrupando a velhacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscorno safada do Pará corto eróticoscontos eroticos mamei no pintinho do nmeu filhinho pequinininhoboquete gozada boca contoassistir o video completo socando o anchinho no cu e na buceta da mulherConto comendo a gorda casadasou casada madura mas na chacara bati uma punheta pro visinhocontos eroticos com velhocontos eroticos arrombando a gordaesposa na praia de nudismo contocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html Conto erotico novinha.pediu pra passar bromseadorainda havia dor mamilo grande e pontudo vídeo pornôninfeta chupa buceta e cospe a goza com nojoContos eróticos liberando a esposaconto xota cu filhinhocontos eróticos sobre irmã bucetudaesposa bebada contos eroticosconto meu marido acha que sou santa mais ja dei o cuContos minha esposa e uma morema muonto bumdida tem 1: 80 70 kl e foi enrrabada en casa num currasco meu amigo dormiu encasacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto grelo assanhadocontos eróticos vendadaconto erotico de mulher casada atraído o marido na praia de morro banco,cearaconto sozinha em casa peguei meu pai fudendo minha maemenina você já passou o dedo no cu e cheiroumeu vizinho m comeu ao meus dez anos contosgayrelatos eroticos minha descobri que era corno foi arrombadaconto sexo esposaminha mae tava dando a buceta pro papai e fraguei contos eroticosfotos de buceta sendo lambinda e gritandoSexo proibido. Contoscontos de sehoras coxudas que deram o cucontos eroticos deixei o meu cunhado gozar na minha bocaconto erotico ponhei o pau do meu marido na buceta da minha amiga e ela pois o pau do marido dela na minha bucetaevy kethyn istinto ativoconto erótico garota da academia bombado no jumentocontos erotico comendo trans no onibusIncestoconto.meninascontoseroticos fiz chantagem com minha chefecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos mamei a pica do caocontoseroticospossuidaesposa amiga escrava conto eroticocontos eroticos com sogro e sograera virgem e minha liberou pro marido da minha tia contotravesti Franciellecontos seduzi minha mãe com o tamanho do meu paugays coroas do bairro agua verdemurhler.abusada.estrupradocache:fvTAICqerA8J:https://mozhaiskiy-mos.ru/m/conto_20666_aconteceu-comigo..html Dei pro amigo do meu namorado 18 anos contos eróticoscontos eroticos de novinhos madrinhasEu sou o irmão mais velho do meu irmao travesti ele mora sozinho na sua casa eu fui sozinho na casa do meu irmao travesti ele ja tava com silicone nos seus peitos ele tava com um bundao eu disse pra ele voce ta um lindo travesti eu e ele fomos pro seu quarto eu beijei sua boca eu chupei seu peito ele começou a chupar meu pau ele disse seu pau e gostoso de chupar ele ficou de quatro eu comecei a fuder seu cu conto eroticocunhada casada de saia e calcinha branca contoscontos eroticos arrombando a gordacontos tia coroa bunda tanajuracache:R-bg7J8nF7YJ:https://mozhaiskiy-mos.ru/m/conto_14382_mamae-velha-mais-bucetuda.html contos eróticos priminha sapecacontos erotico comendo eguameu cuzinho desvirginadominha mulher quer me fuder o cucontos de pura putaria entre pais e f