Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A PRIMEIRA VEZ

A Primeira Vez



Era uma tarde quente de sábado. Depois do almoço pintou aquela preguiça e resolvi tirar uma soneca no tapete da sala. Eu estava sozinho em casa e meu pessoal sá voltaria no domingo, inclusive a namorada. Depois de algum tempo, acordei meio grogue de sono sentindo cácegas no corpo. Eu esquecera de fechar a porta da cozinha, e o cachorro da vizinha tinha entrado na sala. Era um tipo de vira-lata de médio porte. Tinha o pêlo curto, marrom claro, e um jeito muito brincalhão, pois ainda era bem jovem. Ele entrou na sala enquanto eu dormia e começou a cheirar o meu corpo. Eu estava usando apenas um calção, devido ao calor. Os pêlos do focinho tocavam de leve o meu corpo e a ponta gelada do focinho por vezes encostava na minha pele. Isto me deixou arrepiado. Num primeiro momento, pensei em expulsa-lo e retomar minha soneca, mas a sensação estranha me deixou imável enquanto ele cheirava meu corpo. Eu tinha 22 anos e nesta idade parece que qualquer sensação é ser interpretada como prazer sexual. As ondas de arrepio e cácegas percorriam meu corpo e meu membro começou a endurecer. Ele cheirou a minha orelha e a excitação aumentou. Vez ou outra ele lambia de leve meu braço e a barriga. Parece que ele percebeu minha excitação sob o short e começou a cheirar e lamber de leve o short, onde meu pau já começava a umedecer com o líquido proveniente da excitação. O calção era do tipo de jogador de futebol, com uma abertura larga na coxa. Ele lambeu a coxa e enfiou o focinho entre a coxa e o calção e começou a lamber o meu saco. Não consegui permanecer imável e comecei a me contorcer. E baixei o calção. Ele parecia sentir muito prazer em lamber toda a minha região genital. Sua excitação foi aumentando e ele tentava montar na minha coxa. Então não me contive e comecei a passar a mão na sua cabeça, depois no seu corpo, depois no seu membro. Ele ficou louquinho. Começou a pular pela sala, querendo brincar, corria e depois voltava. Quando tocava, percebi que seu membro estava um pouco durinho. Então ele tentou montar no meu braço. Deu algumas estocadas e vi a ponta do seu membro sair. Fiquei ainda mais excitado. Fiquei de quatro, e deixei que ele tomasse a iniciativa. Ele cheirava e lambia o corpo e queria trepar no braço. Quando ele lambeu meu saco novamente, senti um grande tesão. Depois ele lambeu a bunda, o rego e o cuzinho virgem. Sua língua era quente e macia e deslizava agradavelmente, como um carinho molhado e morno. Meu tesão estava a mil. Mas ele não sabia trepar. Então eu o ajeitei sobre mim e tocava com os dedos a ponta do seu membro. Ele começou a sentir prazer na posição e agarrou com firmeza a minha cintura. Começou a dar estocadas e eu sentia a pontinha quente e durinha do seu pau cutucando a minha bunda. Por vezes cutucava mais abaixo, no saco, por vezes mais ao lado, e escorregava para dentro e para fora do rego, chegava até a acertar na entradinha, mas ele não percebeu e continuava procurando o buraquinho. Isso me deu um tesão que tomou conta do meu corpo. Depois de algumas tentativas ele desceu, lambia, cheirava, tentava montar no braço novamente. Então eu tinha que colocá-lo novamente sobre mim e ele recomeçava a estocar no meu rego. Depois de algumas tentativas, ele sentiu que a pontinha do seu pinto encontrou um buraquinho macio e entrou um pouquinho. Ele reagiu com imediatamente, agarrou com força na minha cintura e meteu com toda energia. A sensação daquela pontinha quente e durinha forçando entrada foi um tesão indescritível, porque era pequena, lubrificada e quentinha. Seu pinto ainda fino escorregou para dentro causando uma onda de prazer. Contraí meu rabinho, travando a abertura num ato reflexo, mas mesmo assim o pinto dele entrava, escorregava para dentro. O tesão dele ao agarrar minha cintura fortemente e meter com firmeza foi contagiante. Foi como um gozo percorrendo todo o meu corpo. Ele continuou metendo, doidão, mas a bola não entrou. Ela se formou do lado de fora e eu a senti tocando a entrada, quente e volumosa. Quando ele se cansou e parou, o membro deslizou para fora suavemente. Nesta altura eu mal comecei a me masturbar e gozei feito louco. Cobri o chão de esperma. Enquanto isso o cachorro deitou-se do lado e começou a se lamber. Eu vi o famoso ná de cachorro que era mais grosso do que o meu pau e entendi porque ocorre o engate quando o cachorro cruza. Quando minha namorada voltou no domingo, transei como louco. Ela até ficou desconfiada que acontecera algo durante a sua ausência, pois nunca me viu com tanto tesão. Ficamos esgotados de tanto transar. Parece que, quando eu metia na xoxotinha dela, eu sentia a pica do cachorro cutucar o meu rabinho e isto enrijecia o meu pau e causava uma onda de tesão passando por todo o meu corpo. Ela exclamava: - O quê foi que aconteceu neste fim de semana?!! Nunca te vi assim tão louco!! Depois desta experiência, ainda tive mais três com este mesmo cachorro, mas, nos anos que se seguiram, não houve outra oportunidade. Estou contanto isto porque muita gente passou por experiências semelhantes e se julga anormal quando, na verdade, muitas pessoas tiveram estas experiências e as escondem. Quem quiser trocar idéias sobre o assunto, por favor, escreva-me: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos sexo gozada desejos traicao e morteContos eroticos tia morado na minha casaConto eu e meu marido bebemos muita porra fresquinhaconto eu meu filho e meu pai cumemos minha esposa rabudacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteah e. mist traSado no chuveirocontos eróticos espiandodesce com a x*** no paucontos meikilamenina arrombada contosMenina Má tava dormindo sem calcinha eu penetrei meu pau na b***** delacontos de olha que putinha tá gostando necontos sexo a ninfetinha tarada e virgemcontos eróticos falando de orgia em faculdade de juazeiro do Norte Dei meu cu gay pro seguraca do meu paiminha buceta gosa de esguinxando contos eroticoscontos eróticos minha mãe deixou que meu padrasto cuidasse de mimtia gosta de ver pau enorme de sobrinanos 90ho classico transei com uma garotinha de 11aninhosso sadomasoquismo com maridos e esposas contos eróticosContos eroticos estrupei minha filha renata por ver filmes porno de pai e filha no meu computadorcontos eroticos sou casada mais adoro dar a buceta para meu genro porque ele tem um pintao bem grandecontos eroticos no consultorio medico tomando injeçãoContos Eroticos Gratis De Gay COMIDOConto erotico negao casada loiracontos eroticos gay garotinhoquero assistir uma mulher gritando e gemendo na cabeça da Chibata do pônei do cavalo pôneiporno minha vizinha chama para ajudar e acabada dandocontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontoeroticos/maefilhacontos eróticos minha tia com calça suplexgorda bem vestida da buceta gostosa e acediada pela vizinhaContos fudendo a coroa gravida casadaConto com foto vizinha peluda de vestido no matominha mulher me comeuconto erótico minha empregadinha novinhaconto humilhadacontos eroticos arrombando a gordadei o cu pra varios homensPuta merda!!!para!(conto teen gay)contos eróticos da secretária cadela de coleira do patrãocontos cunhadacontos eroticos com mulheres estupradas selvagementemilia fudedotomei no cu/contosContos eroticos soquei no rabo da minha mulher rabudacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos mulher de traficante dando pra galera todavideo gay meu irmao me estuprouComtos namorada fodida para pagar dividas do namoradoCadê acabou comendo cunhado cadê aquela vezcontos eroticos meu vizinho me bulinava gaycontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteNo motel quando minha prima percebeu meu pau ja tava entrando na sua buceta virgem contos eroticoscontos de coroa com novinhoviciada em porra caninacontos comi minha tia biologicaNo cuzinho desde pequenaquero ver duas mocinhas branquinhas estragando a bucetinha na outraporno esposa pedindo pra Corniamulher chama homem pra chupar sua b***** dela já foi gozar e alguns amigos queridoscontos namorada deu o cu paracontos eroticos com cavalo zoofiliacontos eroticos de incesto: viajando com a mamae popozudacontos relatos eróticos mamãe exibicionistacontos eroticos casada gravicontos eroticos exibi minha mulhercomendo abuceta da penelope na casinha de bonecaai amor que delicia isso vai gostosa mete vai contoscontos eroticos minha sogra se machucoumulheres que esquesero de vesti a causinha mostrano abusetaque cunhadaxxx videos mulheris bem safadas que brinca com o pauzinho pequeno do marido tampinhacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html Contos eroticos selvagens brutais incestos com xingamentos surraspiercing no mamilo da priminhaconto tia gostosa de microcalcinhaconto de sexo com bela coroaContos eróticos mãemeu cu aberto e ardido de pica