Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UM CORPO A SER EXPLORADO - INICIO



Esse conto que vou contar, aconteceu tempos, as datas não farão tanta falta ao longo dele... Prefiro outros detalhes...

Atualmente trabalho para uma consultoria e presto alguns serviços em clientes em SP e pelo Brasil, em um determinado cliente passei um longo periodo, logo conheci desde a faxineira até algumas pessoas importantes, mas isso tbm não tem lá grande valor...

Nesse período conheci (nome fictício) Nathalia, uma morena cor de jambo muitoooo bonita e safada, sabia de todo seu potencial, tinha um andar único, um rebolado que não conseguiria explicar, apenas posso dizer que a sua bunda parava o corredor e boa parte de uma sala gigante... Isso porque já estávamos parados olhando para os peitos dela, que sempre chegavam muitooo antes dela a qualquer lugar, era seu cartão de visitas, seu “oi” era simplesmente único por isso...

O tempo passa e por um projeto e um help que dei a ela, ela me adiciona no Orkut e de vez em quando me visita, e eu sempre olhava suas fotos... Em alguns momentos me pegava pensando nela quando estava batendo uma, so que minha mente voltava ao lugar quando me lembrava que ela saia com um gerente do lugar, mais alguns meses e em um bar que fui, conversa vai – conversa vem, e ela vem ficando do meu lado e do meu lado, até que vejo as horas e vejo que já esta tarde... Para meu desespero não tenho carro... um para um lado, outro para o outro lado e quando menos espero a “nath” me oferece carona, pois passaria perto do terminal tiete, prontamente aceito, ela so disse que eu teria que dirigir... afinal qual o problema pensei...

Morena, olhos castanhos escuros e promíscuos, seios avassaladores do tamanho de dois melões e uma boca com lábios de mel e que boca... Tudo isso por baixo de uma saia na altura do joelho com uma meia calça preta grossa e um sapato alto que deixava tudo mais perfeito... so que o que realmente dava mais tesão era a blusinha bege com um cinto na cintura, o que deixava mais claro suas curvas e ainda subia mais seus seios maravilhosos, tão maravilhosos e grandes que ela não havia colocado o cinto de segurança, percebi e pedi para que ela colocasse.... agora leiam o dialogo e curtam comigo...

- Nah, coloca o cinto por favor...

- não isso me incomoda me aperta, você não faz idéia...

- faço sim, cinto incomoda todo mundo, qualquer coisa que aperte incomoda mas as vezes e necessário...

- Nem tdo que aperta incomoda

[ela sorriu e percebeu a asneira que falou]

- como assim, me da um exemplo....

- há há há, não viaja...

- tah ok, então coloca o cinto senão eu paro o carro e vc vai ter que dirigir e sabe que sempre tem guardas mais a frente ou vc pode me dar um exemplo e eu esqueço disso há há há

- mãos apertam e não incomodam.

[parei o carro... no acostamento, já havia visto um motel a frente]

- ok, agora coloca o cinto senão eu colocarei em voce...

- anda, vamos embora ta escuro, e não quero que voce tente fazer nada com esse cinto.

- nathalia, vamos...

[ dei a volta, abri a porta do passageiro e colocando o cinto nela, senti o cheiro do seu pescoço e dei uma cheirada gostosa, ela se arrepiou e deu uma risadainha, como quem não quer nada fingi que cinto tava difícil de por e fingi escorregar, fiquei colado no corpo dela...]

- já colou o cinto dr ? podemos ir...

[mordi o pescoço dela e dei um beijo em seguida]

- so se voce quiser...

- agora voce me deixou em duvida

[continuei beijando, sentia aqueles lábios saborosos na minha boca, uma língua gostosa e suave, já imaginva mil besteiras...]

- não podemos ficar aqui, vamos embora...

- olha eu estou dirigindo e agora vou te lvar para onde eu quiser...

[andei uns 2 km e parei no motel, na porta...]

- Eu não vou entrar ai, não posso.. hoje não quero....

- Nathalia... hoje e so hoje voce não pode escolher...

Entramos no motel, e para quem não queria.... A joguei no capo do carro e comecei a beija-la... e tirei sua blusa, um sutiã lindo cobria aqueles lindos melões... não pensei duas vezes chupei aqueles peitos como se fosse a ultima coisa que faria na minha vida.... desci para a barriguinha e senti aquele abdome gostoso, nem muito malhado nem muito mole... fui descendo e abri sua saia... um fio dental branco discreto cobria aquele corpo gostoso, desci e comecei a beijar sua virilha, ela já estava ofegante... tirei sua calcinha e coloquei no bolso da minha calça... senti aquela pelo lisinha e cheirosa, ela estava depiladinha... uma delicia, não pensei mais um segundo, lambi aquela xoxota de uma forma única, passava a língua ao redor nas coxas e dentro dela, volta por cima e beijava seu corpo, sua barriguinha e logicamente seus peitos... Agora ela já estava deitada de costas no capo do carro, abri bem suas pernas e vi aquela parte maravilhosa de um corpo glorioso, sem pensar voltei a chupa-la, chupei por uns 20 mins, minha lingua já estava doendo, quando senti um gozo delicioso na minha boca, tomei todo o leitinho daquela gostosa safada.... ela prontamente de joelhos a minha frente abriu minha calça e num golpe de mestre, senti sua garganta no meu pinto... que essa hora esta duro como rocha, pude sentir a boca dela tentando engolir cada pedacinho dele... e babava e engolia cada vez mais... uma garganta sem fim .... Quando já não aguentava mais, ela voltou para o capo...

- Vem, eu quero sentir ele aqui, toma usa isso... [tirou uma camisinha do bolso da saia q estava no parabrisa]

- Vagabunda, voce já queria estar aqui...

- sempre estou onde quero...

Coloquei a camisinha e em uma estocada pude sentir aquela xoxota quente, molhada, que delicia, meti forte e fundo... ela gemia como uma verdadeira puta, sem pudor ...

- mete gostoso, mete esse pinto nessa xana, acaba comigo... vai me come..

- toma sua puta, toma esse pinto....

Meti por mais uns 30 min, já não aguentava mais.... disse que queria gozar naqueles peitoes...a resposta foi essa..

- voce pode gozar neles, mas do meu jeito...

Se ajoelhou, pegou meu pau, tirou a camisinha chupou, e começou a melhor espanhola da minha vida, fechei os olhos por 2 segs e abri de novo, não estava dormindo.... sentia aquela boca na cabeça do meu pau e aqueles peitos nele... depois de uns 5 min, gozei de uma forma descomunal nos peitos dela, ela me olhava com cara de tesão e mais desejo....Passou a Mao pelo corpo e pelo gozo espalhando... e se retorcendo no capo do carro.... depois virou e disse

- Vamos preciso tomar um banho... estou ... [e suspirou]

Agora o que rolou no quarto.... Conto outra hora..

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


eu e meu avô contos gayputa chupando o pau de dobermanchupava a noite inteira ele amarradomeu marido comeuminhaprima contoseroticoscontos eroticos travesti ativa camioneiravideo de subrinho a proveitando a brincadeira para encochar a tiaAs 3 porquinhas do vizinho Contos eróticosAi tira tira, aguenta sua cadela so vou parar quando eu quiser e quando eu tiver satisfeito piranhacontos eroticosirmazinhacontos eroticos casou comigo so para comer minhas filhinhas bem novissimasconto erotico encesto.meu pequeno entiado mim comendo enquanto eu dormiaContos eróticos por acasoCONTOS: TOPO TUDO POR UM HETERO PARTE 1 E 2contos eroticos envangelica marido e pai roubaram o chefeContos eroticos seios belicadoconto de botei a minha irmã bem novinha pra chora com a pica grande no cu virgeContos Eroticos Chinesa e negãogozadinha na menuninha contosconto gay macho arroganteContos erodicos comi o cu de meu sogro corno vestido de mulherconto. a sugadora de. porramunher tira a roupa e faz putaria com sua primavideo sexi coiada esticada de manhã cedocontos gay sou submisso ao meu irmão mais velhomeu marido pediu para eu dar minha bundinha de pois contarconto erotico as pregas da empregadavídeos de lésbicas com grandes mentes se massageandocontos eróticos encesto fudendo com o meu filhoCONTO GOZO NA BOCA NO TESTE DO COLEGIO MILITARcontos flagreii meu subrinho mastubando com calcinhacontos de incesto minha filha sendo comidagostosao aguenta doi pipinos no cúesposa de corno cheinha de porra contoContos Eróticos Contados Por Verafomos surpreendidos no carro contoscontos gay travesti apostacontos eróticos bem maior que a do.meuacabei com o cu da minha subrinha contos eroticos pornoJogadora Curradaporno +doidovídeo de pornô com as moletinho as mulatinha pornô vídeos sexome minhas buntudasSoquei muito nela e ela pediu mais contocontos eróticos mãe e filho de araraquraler historia de sexo entre cunhada e subrinhas com tiocontos eróticos aposta q terminou em surubaleitinho no copo. contosvídeo pornô africano cheguei bem cedinhoconto erótico meu pai tirou meu c***** de minha priminhaorgialivreesposa perdeu a aposta contosxxx bunda grandeconto em familiapapai safado dando sonífero para filhas bebê e transando com elashistorias de sexo de mulheres casadas que gosta de ver o marido emrrabadoContos eroticos cumi mi.ha cunhada carla zoofilia com gozadas e enguatescontos eróticos meu pai ta cursando minha irmãtive que comer a esposa do meu amigo contos eróticoscontos eroticos gay hormoniosputinha do papai desde-conto eroticomorena de seios gigantes e cintura fina fundendo com um homemfui consola a cunhada contosConto erotico amarrada e revezadaporno sujo porra na boca guspe mijos e muita porcariaas rola de pratigo na bucetacasada e o negrinho tarado contosdividindo a cama conto biconto erótico Fui obrigado a violentar minha filhaContos eroticos comadreconto gay dando na apostacomendo cunhada asm que minha mulher sai3 da vazão e três homens montando mamando enroleicontos eroticos com subrinhastrai meu marido com um travesticontos eroticos carro lotado e minha mãe de saia no meu colotesao em apanhar de havaianas contosMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,