Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O FILHINHO DE PAPAI I: COMO ELE ME COMEU

Papai sempre foi um tesão de homem: Luís, seu nome: alto, musculoso (sem exagero), loiro, penetrantes olhos verdes, uma bunda e umas coxas bem tesudas e uma voz macia, capaz de levar qualquer um ao orgasmo; e, o mais delicioso de tudo: um homem extremamente sério.

Me chamo Nicolas, e o que vou narrar aconteceu quando eu tinha entre 19 e 19 anos: era um guri de cabelos castanhos claros, branquinho, corpo definidinho para a idade e uma bundinha maravilhosa: dura, empinada e macia. Nessa época, nem passava pela minha cabeça ficar com homens ou mulheres.

Toda noite, antes que eu dormisse, papai passava no meu quarto, me dava um beijo de boa noite, me cobria e ia dormir. Certa noite, quando ele entrou, eu estava com um pijama antigo, que marcava demais meu corpo e deixava minha bunda redonda com as formas bem à mostra. Eu estava de bruços. Ele entrou, sentou-se do meu lado e passou a mão na minha bunda:

- Tá ficando com um bundão grande, hein moleque!

Me virei e sorri para ele; ele me cobriu, me deu o beijo de boa noite e saiu.

No outro dia, não sei por que, vesti o mesmo pijama e deitei-me do mesmo jeito; papai entrou, acariciou minha bunda, mas, desta vez, colocou suas grandes mãos por dentro. SEnti um arrepio e meu pau ficou duro na hora. Ele percebeu e acariciou mais um pouco. Novamente me beijou, me cobriu e saiu.

No outro dia, mal pude esperar pela chegada da noite. Quando papai chegou, já me encontrou na posição desejada. Do nada, ele disse:

- Hoje eu quero ver como está o corpo do meu menininho...

Tirou carihosamente eu pijama, me deixando nu; me virou de bruços e apalpou minhas nádegas e passou a mão pelas minhas costas. Ao me virar de frente, exclamou:

- Tá com o pauzinho duro... É sinal de que está virando homenzinho... Tá gostando do "exame" que o papai está fazendo, filhote?

Com a respiração ofegante, respondi:

- Si- si-sim.

Papai passou a mão pelo meu pau e desceu seus dedos para meu cu, que psicou instintivamente. Delicadamente, papai roçou aquele seu dedo vigoroso no meu anel, que piscava loucamente. Contorcia-me na cama, e pude perceber que ele ajeitava seu pau dentro da cueca.

- Amanhã sua mamãe vai dormir na casa do seu avô. vou fazer um brincadeira bem dliciosa com você. Você quer?

- Quero, papai. Quero muito.

Mal pude esperar chegar a outra noite. Quando papai entrou, eu já o esperava peladinho na cama.

- Ficou animado, heim, filhote. Já está esperando o papai peladinho...

Ele repetiu tudo da noite anterior, mas, ao chegar ao meu cu, enfiou aquele rosto lindo entre minhas pernas e lambeu vigorosamente meu anel.

- Ai paizinho! Que delícia! não pára, não! Ai! Ai!

Eu gemia de prazer. Quanto mais eu gemia, mais meu pau endurecia e mais papai enfiava aquela língua poderosa no meu rabo: me mordiscava as nádegas e lmabia-me as bolas. Não resisti e tive meu primeiro gozo, sem tocar no meu pau.

- que lindo, tá virando homenzinho. Deixa eu limpar...

E papai lambeu a pouca porra que tinha na minha barriga.

Papai se sentou na cama e tirou a bermuda, ficou nu. Pude perceber seu pau grande e cheio de veias, prontinho para me estraçalahar.

Papai me sentou em seu colo e me beijou o rosto, a boca... Lambi sua língua. Ele desceu pelo meu corpo e me lambeu o pinto.

- Brinca com pau do paizinho, Faz de conta que é um sorvetão de creme.

Me coloquei entre suas pernas e chupei vigorosamente seu pau. Ele me fodia a boca e urrava alto de prazer.

- Lambe o pauzão do papai, bonequinho, lambe!

Eu lambia freneticamente, e papai batia aquele pau em minha cara.

- Lambe minha putinha gostosa, meu filhote delicioso.

Apás isso, papai me deitou crainhosamente na cama, com a bundinha para cima e anunciou:

- Vou brincar de colocar o avião na garagem.

Dito isso, começou a forçar aquele pauz imenso contra meu cuzinho.

Embora eu sentisse dor, não queria deixar de sentir aquilo e me arrepiei quando senti seus pentelhos bantendo em minha bunda.

- Rebola, filhote, rebola. Sente a piroca do papai tirando o cabaço de seu cuzinho.

- Mete papai, mete! Coloca esse aviãozão na garagem!

Papai me enrabava com um prazer descomunal e urrava feito um louco!

Papai me comeu de frango assado e de cavalgada. Apás estarmos suados e cansados, ele gozou em minha cara e dormimos abraçadinhos.

Essa brincadeira esquentou muito mais quando recebemos a visita do meu padrinho, irmão dele, que era tão tesudo quanto...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Eu sou o irmão mais velho do meu irmao travesti ele mora sozinho na sua casa eu fui sozinho na casa do meu irmao travesti ele ja tava com silicone nos seus peitos ele tava com um bundao eu disse pra ele voce ta um lindo travesti eu e ele fomos pro seu quarto eu beijei sua boca eu chupei seu peito ele começou a chupar meu pau ele disse seu pau e gostoso de chupar ele ficou de quatro eu comecei a fuder seu cu conto eroticocontos eróticos se esfregando em coisascontos eróticos;abusaram dd mim na festa da faculdadecontos erodicos cunhadinha chupadeira de porracontos mulher casada da o cu pro cãoNayara chupando contocontos de coroa com novinhoMinha prima me deu sua calcinha de presente para eu gozar e devolvercontos eroticos corno por acasoconto eróticos engravidei minha irmã e minha mãecontos eroticos de pai e filho travesti bundudosobiu no cu delacontos erotico d minha empregada e travesti negra linda virou minha putinhaContos erotico, sobrinho que pergou a tiarelato mulheres que casaram virgem com dotadofilho delicia contocontos putinha galeracontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos Eroticos Chinesa e negãoHistórias eróticas verídicas tesão entre mâe e filha menina incestocontos eroticos orgia eu marido com as casais de amigos na chacaraConto de incesto.maninha inocenteMe Estruparam No Banheiro da escola contos eroticos gayscontos trai meu maridocontoseroticosbebendoporracontos eróticos chupando os peitos da minha sogra e f****** elaestorei o cu dela contoconto a idosa tinha uma buceta e.ormeputão na vara contosconto arebentarao meu cu meu maridoContos eroticos- meu pai me xingando no sexocontos eroticos quero fudercontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosfudendo a sobrinha rapidiho no quintalhomem comeno a espoza de pois asogracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de mulheres ninfomaniaca por sexoesposa bebada contos eroticoscontos eroticos de comi a bunda da mae da minha amigaamamentar o pedreiro contosvideos porno ti estrubus ti mininas novinhadConto de neto dopa avo e come a buceta delaContos meu marido corno e chupadorenquanto eu dormia ele botava o cao pra me chupar incesto e zoofiluaveio ate meu quarto pelada e me agsrroucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos mae abre a bundinha da filhinha de oito anos para o marido se masturbarboquete mulher de 48 anos contocontos eróticos virou mulherContos eróticos mães com a buceta peluda e cheiro forteArombaram meu cuzinho quando pikena conto eroticoconto incesto cunhadacomto gay mecamico perfeitocontos erotico com irmaoamiga da minha filha tezudinhacontos eróticos eu minha irmã fizemos sexo com faxineiro do condomínio.cache:6FK7RI0T9TcJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_476_eu-e-2-travestis.html contos ela deixou por no cuzinhoContos eroticos de padreContos afeminado c shortinho socadoconto erotico mamando na comadrecontos/meu primeiro broche e fodacontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos por causa da chuva comi um cuconto gosto de usar roupas femininasesposa de corno contos gosta na caraConto mete ai ai uiui no cucontos gay menino hormonio virou mulherfui fudido no fliperama contos pornô Fui penetrado com violênciacontos enrabando meu maridocontos eroticos o pauzudo e o cornoCasa conto eroticos noiva deixou noivo por outra pica do negãoe foi assim que comeram minha esposa