Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU EX OFICE BOY

Quando o Marcio veio trabalhar comigo ele tinha 19 anos, eu 30, ele era magrelinho, feinho, mas tinha algo a mais que eu não sabia o que era, me atraia, ele sempre foi hétero, tinha namorada e tudo. 19 anos se passaram, ele continuou trabalhando comigo, sempre muito práximo, ele se tornou um grande homem, honesto trabalhador, casou teve filhos, tem uma bunda linda, um corpo durinho, delicioso, o meu sentimento não sei explicar, um misto de pai, irmão, tesão, amizade. Ele teve alguns casos com mulheres fora do casamento, e sempre me contou, e eu sempre me imaginando no lugar delas. Fantasiei muitas coisas com ele, mas nunca nada aconteceu, nem nunca tinha visto seu pinto, sá uma vez de relance.

Há um mês fomos fazer um treinamento em outra cidade, tivemos que dormir nesta cidade, por uma trapalhada da nossa secretária ela reservou somente um quarto, portanto ficamos juntos, fantasiei coisas, mas não acreditava que aconteceria.

Depois do primeiro dia de treinamento fomos tomar umas cervejas, ele exagerou um pouco, fomos para o hotel e eu sugeri para que ele tomasse banho antes, pois estava mal, ele quase caiu no banheiro e me chamou para ajudá-lo, ajudei ele a se despir, meu pau ficou duro na hora em que ajudei ele a tirar a calça, aquele cara que eu desejava há anos aí na minha frente sá de cueca, olhei bem a sua mala e fiquei doido, não fiquei até ele tirar a cueca, achei que não aguentaria e atacaria, saí do banheiro dizendo que não queria ver homem pelado, afinal eu me mostrava ser macho, ele tomou banho sem cair. Quando ele saiu do banheiro quase tive um treco, aquela gostosura de homem sá de cueca na minha frente, meio molhado ainda, pois não estava em condições de se enxugar, uma cueca branca pequena fiquei de pau duro de novo, pensei: será que é hoje? Entrei no banheiro fui tomar banho, tremendo de tesão, demorei bastante, esperando ele pegar no sono, mas não me punhetei.

Ao sair do banheiro tive uma das visões mais lindas da minha vida, ele dormia de bruços, com uma perna dobrada deixando aquela bunda há muito desejada virada para o meu lado, a cueca branca menor que a marca as sunga, aqueles pelinhos escuros na pela branquinha, coxas grossas peludas, achei que meu pinto ia arrebentar a cueca, me aproximei e fiquei olhando, completamente apaixonado. Toquei no braço dele para ter certeza que ele estava dormindo, mexi forte com ele, se acordasse teria o pretexto de que era para ele se deitar por baixo da colcha, nada, ele nem se movimentou, era minha hora.

Deitei ao lado dele encoxando-o, comecei a passar a mão de leve na bunda dele, estremeci, fui passando a mão por dentro da cueca acariciando sua bunda, tirei meu pau prá fora e encostei na bunda dele, fiquei esfregando por cima da cueca, alisava seu peito, sua barriga, tentei pegar seu pinto mas pela posição que ele estava não dava, fiquei sarrando ele uns 19 minutos, me controlando para não gozar, aí comecei a beijar a bunda dele, sempre com cuidado para ele não acordar, apalpava, cheirava, beijava, satisfiz todos os meus desejos, sá não tentei meter por medo de ele acordar, voltei a encoxar e me esfregar nele, queria que aquilo não terminasse nunca, mas o melhor ainda estava por vir, quando percebi que não aguentava mais gozei na coxa dele, esfreguei o pau melado por toda a coxa até amolecer, limpei a perna dele com minha cueca e fui ao banheiro me limpar achando que dormiria em seguida.

Quando saí do banheiro tive outra surpresa, melhor ainda, ele tinha se virado, estava de barriga para cima, de pau mole, mas uma visão deliciosa, aquele homem que eu sempre desejei estava aí na minha frente, sá de cueca, bêbado, dormindo profundamente. Novamente usei a tática de tocar o braço, nada, continuava dormindo profundamente, comecei a alisar o pinto dele por cima da cueca, a barriga os mamilos o saco, o peito, baixei um pouco a cueca e vi o seu pau, lindo branquinho com a cabeça encoberta pela fimose, maravilhoso, comecei a punhetar de leve mesmo mole, não é que o danado começou a dar sinal de vida, parei com medo de ele estar acordado, vi que a respiração continuava pesada, comecei a beijar de leve, coloquei a boca e começou a endurecer, fiquei com medo, mas ele continuava ferrado no sono, comecei a chupar prá valer, que delícia, mesmo duro a cabeça continuava encoberta, era lindo meio torto uns 19 cm, baixei mais um pouco sua cueca, lambi o saco, grande, mole, peludo, voltei a chupar o pinto, fiquei uns 19 minutos chupando, lambendo, alisando o seu saco, cheirava seus pentelhos, seu saco, satisfiz todos os meus desejos, sempre de leve e com muito carinho, com medo de ele acordar, a certa altura percebi o seu líquido pré gozo, fiquei louco, lambi tudo, continuei chupando até que veio um jato morno na minha boca, ele gozou abundantemente, fiquei brincando com a porra e seu pinto, sem engolir. Quando começou a amolecer limpei o pinto com a minha outra cueca, que guardo até hoje com o cheiro da porra dele, coloquei sua cueca e fui para minha cama dormir.

No dia seguinte ele me disse que a última coisa que lembrava era de estar na mesa do bar, disse que teve um sonho erático sonhou que tinha comido nossa secretária e que achava que tinha gozado, mas acordou seco, fingi que não sabia de nada.

Depois disso nossa amizade continua a mesma, ele jamais suspeita o que aconteceu.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos_meu irmão tem pintinho gostosoEu já não era mas virgem quando meu pai me comeucontos de coroa com novinhocontos eróticos o carona me comeu na frente do maridocontos eroticos a coroa e o roludo 28 cmcontos eroticos de incesto: viajando com a mamaeuma buceta enchada de ter cido estruprada samgrandocontos mulher desmaia na pica de borracha da amigapeguei no pau duro e acabei chupandoeu gordinha arregacada por um roludo contosconto comi a nega na praia de nudismoContos eroticos minha sogra me chantageou oara comelacontos eroticos dei pro meu inquilinoconto gerou comer a sogracontos eróticos com marido tratado me estupandocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos fui Penha a força por doisDesenho porno pai bota filhar pra domir i fode ela todinharContos com cu de idosasscontos eróticos cadela e putona famíliasaaaaah. chupa minha bucetinha vai. isso. vou gozar na sua boca. me faz gozarcontos eróticos com mulher pedindo praComi.a cunhada na marra contosEMPREGADA FAZENDO MALDADES COM A FILHA DA PATROA CONTOS EROTICOSputinha vagabunda da familia contosContos eroticos- meu pai me xingando no sexoque enganaram e comeram meu cu sem pena contosate que enfim comi minha sogracontos porno em quadrinhos de casais de amigosconto de encesto sou filho unico meus pais viajarom e eu fui com elescontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosgostosas de saiascurtinhas de perna pra cimarelatos porno incesto lasquei o cuzinho da sobrinha moreninhacaralho meu empurra tudo nu meu cuzinhocontos mulher infiel marido atento incestoa minha mulher Ela foi arrombada pelo negão como chega eu sentir coisa diferente dentro delameu marido me flagrou fodendo contosnao queria mas fui obrigado a foder a novinha contoscomeu familia toda conto eroticobuceta carnuda comtos de sexoContos eróticos primeira vez colégiocontos coroas enfermeirasVanessinha criando pelo na xaninhacontos eroticos enganada e oferecida pelo maridomulheres aronbada decalcinha sujaContos herotico de lesbica entre mãe e filhinhascontos eroticos sobre gay arrombado pelo bombeirocontos eróticos minha amiga jogadora dormiu na minha casacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemae sendo brechada no quarto da sua casa pelo filho pornodoidocontos eroticos com irmaContos.encesto.relacha.maeconto gay penisconto eroticos pasto e adolecetesconto sexo borracheiroatriz ke faz a xiquinha do chaves mostrando a bucetinha eo cuzinhoachei que era uma mulherao mas era um travecao que me enganou e socou no meu rabinhoTenho 60 anos e minha bunda ta se mais contoscontos eroticos seios grandes de leiteconto historia com lesbicacontos erotico de fantasia de esposaconto entreguei os pés da minha mulher para um amigocontos erotico levwi minha esposa numa suruna de suprwsacontos eroticos peguei meu irmao fudendo papairelato erotico meu cachorro comia meu cuzinho quando meninacontos excitantes comendo minha amante no motel com a namorada dela do ladoconto sozinha em casa peguei meu pai fudendo minha maeconto minha madrasta a puta da minha maecontos eróticos rola babonaSiririca contosGabi comendo a égua no cioContos a calcinha da garotinhacontos eróticos de dominação com a mãe do amigoContos de casadas inrrustidasmulher transando com dog contos