Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O TIO E O SOBRINHO

Olá, sou o Rocha (tio), 53a, casado, 1,80m, 75 kg, cabelos e barba grisalhos, ativo e passivo, esse conto foi contado por meu sobrinho.

Cara, eu transei com meu tio. Como foi? Foi Assim!

Quando me descobri homossexual, eu me escrevi em um site de relacionamento e neste site comecei a flerta com os integrantes deste site. Sempre tive tesão por homens mais velhos, são os que me dão mais prazer.

Em um destes flertes recebi uma mensagem de um coroa lindo e logo começamos a conversar, trocamos telefone e marcamos um encontro para irmos ao motel para ver o que rolava mais. Marcamos o encontro perto do meu trabalho em um barzinho de esquina no meio da semana, pois ficava melhor para nos dois, sem pressa de gozar e ir embora.

No dia e local marcado, eu cheguei um pouco mais cedo e logo de cara encontrei um parente “Meu Tio” sentando tomando um refrigerante e logo pensei – e agora como eu faço, sento com ele e espero o outro cara ou sá passo e comprimento e saio dali. – Bom, ele me viu e me chamou a mesa, sentei com ele e tomamos um refrigerante.

Neste meio tempo nos dois na conversa comecei a notar que ele também estava aflito, ele ficava olhando para os lados para o celular e as vezes perdido em pensamentos como se estivesse arrumando um desculpa para sair e com isso o tempo do encontro estava passando. Como não tínhamos trocado fotos não sabíamos que o encontro já estava acontecendo.

Um tempo depois, ele da um toque no meu celular, deu um toque discreto sem eu perceber, olhei para o meu celular também discreto e vi a chamada, na segunda vez que ele chamou em meu celular eu vi ele discando e fiquei desconfiado que ele “meu tio” era o meu encontro. Esperei a chamada cair, respirei fundo e perguntei a ele.

Eu – Tio você esta esperando alguém aqui?

Tio – Estou esperando um amigo temos que ir ao interior ver uma fazenda.

Eu – Também estou esperando um amigo.

Tio – Mesmo.

EU – Mesmo, mas acho que o seu amigo sou eu tio.

Tio – Como assim?

Eu – Tio, você tem um perfil tal no site tal eu sou tal cara que você marcou aqui neste bar.

Tio – Você é aquele cara? Não acredito.

Neste tempo ele ficou todo vermelho e sem jeito de ficar na mesa, percebi isso, e fui acalmá-lo, peguei no braço dele segurei firme para que ele não saísse e fui dizendo.

Eu – Vamos para o motel, como assim já tínhamos combinando.

Tio – Você ta doido, meu irmão ira me matar se descobrir.

Eu – Tio isso fica em família, do jeito que o senhor quer eu também quero.

Depois de um tempo de “não posso e pode” o convenci de irmos ao motel – o que o tesão não faz nas pessoas – pegamos um quarto, entramos meio que sem jeito começamos a tirar a roupa.

Meu tio ficou sá de cueca, eu logo fiquei pelado, quando ele viu o meu pinto ele ficou admirado não tirava os olhos da minha ferramenta – olha que é uma boa ferramenta, um pinto de 18x7cm – falei a ele para pegar já que não tirava os olhos e pedi para ele tira a cueca para que eu visse a bunda dele. Quando ele tirou meu pinto acendeu mais ainda, quando olhei para o pinto dele, já estava babando de tesão. Ai meu amigo não tem mais jeito, coloquei meu tio para me chupar e ele chupava que delicia. Depois de um tempo comecei a chupar ele também, naquele pau babando, achei o Maximo.

Em um sessenta e nove gostoso, vi o cu do meu Tio piscando querendo levar rola, falei para ele.

Eu – Tio irei comer seu cu.

Tio – Calma, não sei se aguento isso tudo não.

Eu – aguenta sim, irei pegar a camisinha e o gel.

Quando estava encapando o pinto meu Tio ficava de quatro, olhei aquela visão maravilhosa de meu tio de quatro para mim e me deu mais tesão ainda. Passei o gel no cu dele e comecei a brincar – enfiava um dedo para que ele ficasse mais a vontade depois dois e logo estava enfiando um pouco o pinto e tirava enfiava e tirava e meu tio estava em gemidos, mas não entrava tudo nele então falei para ele deitar de lado, ai sim ficou mais fácil para ele receber aquilo tudo dentro dele, nossa coloquei a rola toda dentro dele e ele em gemidos de tesão o pinto dele sá babando, nunca vi um pinto babão como aquele, dava para encher um copo.

Naquele frenesi todo, pau entra e pau sai, comi meu Tio em quase todas as posições, na banheira, no chuveiro sá não transamos na escada do motel, ficou faltando. Passamos umas 2h de pau dentro sem gozar isso os dois sem gozar, pois estávamos aproveitando o tesão de um Sobrinho comendo o Tio. Quando estava chegando a hora de irmos tínhamos que gozar, bom soquei o pinto no cu dele e falei para ele bater ate gozar, e La foi meu tio batendo e eu socando no cu dele de repente sem aviso ele goza, meu amigo, nunca tinha visto tanta porra ele se lambuzou todo de porra e eu socando nele, tirei o pinto do cu dele, pedi para ele ficar agachado para que eu gozasse na cara dele, ele ficou e terminei na punheta e gozei toda porra acumulada daquela trepada na cara dele. Ficou todo melado de porra e feliz saiu para o banho com um sorriso esporrado.

Tomamos um banho e logo no banheiro já queria marcar a práxima foda, ele falou assim.

Tio – calma que depois de levar isso no cu terei que ter um tempo para dar novamente a você.

Mas estamos até hoje transado, faz 3 anos que estamos nesta brincadeira. A outras historias com ele, em outro momento conto dele me comendo. Abraços. Se gostaram do nosso conto, entre em contato pelo e-mail: [email protected] .

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


mulheres peladas encostada no pe de cococontos de incestos detei de conchinha fiquei de pau duroconto erótico chantagem putinha pobre cu colocontos eroticos o garotinho e os caralhudosconto minha noraContos eroticos roludo comendo a bundinha da loirinha gostosinhacontos eróticos minha amiga casadaContos prima hermafroditaConto de putinha objeto de prazer para todos os machoso virgem comi uma egua preta contocontos eroticos algemada e sentindo um tesao e eles ainda me torturava mexendo na minha buceta contos minha esposa ainda resistebucetinhas perusinhobate papo gay em Santarém Parácontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteamigas da empresa contosdei a buceta pro catador de lixotinha perder sua coroa no seu pau do negrãocontos eroticos incesto com avôminha mae com a buceta peluda contocoroas donas marta,bundudasContos eroticos de prostitutacontoseróticos/negropauzudoManinho me arrombou gostosocontos eróticos peguei minha mãe no flagranteconto na festa aqui em casa meu primo comeu minha maecontos eroticos cdzinhacontos eroticos gay lutas entre primoscontos eroticos o traficante comedor de casadasbrincadeira de lutar comi o viadinho. contoscontos minha mae a putona do bairrocontos recentes incestuosas encoxada segredos flagradosamiga inseparavel chupa a bucete uma da outracontos virgenzinhacontos eroticos mulher casada se evesposa raspada contoscontos de coroa com novinhotive que comer a esposa do meu amigo contos eróticosContos erotico como minha cuinhada mais velha de 45anos.minha cunhada casada estava sozinha na noite em casa contoscache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html conto gay negro trapezistaclassificados evangélica procurando cornocontos eroticos arrombando a gordameu sogro meu amante contoconto gay macho arrogantecontos eroticos de choronasbaixinha de 1m 60 porno boa fodachapuleta inchada no cuzinho voyeur de esposa conto eroticofomos pro motel contos lesbicoscontos eróticos iniciado pela tiacontos eroticos comendo o preciosoencarei 30cm contoscontos de sexo de professoracontos eroticos de pastores cadetudomão amiga trêm metrô onibus show contos eróticosque cunhadacontos foi a melhor foda que tiveContos erótico pai tanto banho filhaMeu sogro me seduziu contosrelatos hetero casado que deu o cubuceta carnuda comtos de sexogay chupador de sete lagoascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos - meu pai fez vazectomia para vermos juntossó não doidão priminha gostosaconto erotico chupada pelos meninosrelatos de ninfetas q foram arrombadas no carnavalSupositório Contos eroticos Jardin do Prazer contos eroticos namorado e amigo mesma cama