Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NÃO SABIA QUE SER CORNO ERA TÃO BOM





NÃO SABIA QUE SER CORNO ERA TÃO BOM



Meu NOME é Rodrigo, 42 anos, Ana minha esposa, 41 anos, loira,pernas grossas, seios fartos de mamilos rosadinhos,pele branquinha, e uma buceta apertadinha.

Sempre tive vontade de ver minha esposa rebolando em outra pica, fantasiamos em nossa cama com vibradores, mas nunca tivemos coragem de por em prática.Tudo que eu queria era que isso acontecesse.

Acontece que ela trabalha em uma empresa em Santo Antonio do MonteMG, e eu trabalho como representante comercial, viajando muito. O pessoal da empresa onde trabalha faz muita festa, e eu adoro pois vejo muitos homens cobiçando minha loira. Então nesta ultima sexta-feira fomos a uma festa onde minha loira vestiu um vestido justo bem decotado na frente e atrás e com saltos altos vermelhos.

-Estou linda amor?

-Um tesão, respondi.

-Não ta muito decotado pra festa de empresa não?

-Tá átimo, deixa os caras ficarem babando na minha esposinha.

-Voce gosta né, de me ver sendo desejada, ela disse rindo .

-Voce nem imagina, vc sabe meu sonho.

Chegando a festa, senti os olhares dos homens todos voltados para minha esposa. Ficamos conversando com o pessoal e bebendo uns drinques. A festa foi esquentando, as mulheres começaram a dançar axé, depois funk.Como não gosto fiquei sá olhando, e minha esposa foi pro centro da pista e começou a rebolar. Nisso dois rapazes funcionários de uma empresa fornecedora vizinha se aproximaram e começaram a dançar com minha esposa. Eu fiquei ali, parado, bebendo e vendo minha esposa rodeada por dois machos. Ela olhava pra mim e via que eu estava gostando. Ela se aproximou de mim e me deu um beijo dizendo que ia ao banheiro, então lhe falei baixinho no ouvido pra tirar a calcinha. Ela olhou surpresa pra mim e simplesmente sorriu. Voltou do banheiro e colocou uma coisa no meu bolso. Era sua calcinha. Fiquei louquinho de tesão vendo Ana dançando com dois rapazes e sem calcinha. Como já estava muito tarde e éramos os últimos da festa chamei Ana pra ir embora e falei com os rapazes:

- Voces estão de carro ou querem uma carona?

-Estamos sem carro, e ainda nem temos hotel pra ficarmos.

-Se vocês quiserem podem dormir lá em casa pois nossos filhos não estão, falei olhando pra Ana que ficou com cara de surpresa.

E eles imediatamente aceitaram meu convite. Fomos os quatro pra casa. Lá chegando fomos ainda beber alguma coisa enquanto Ana colocou um musica. Nisso um dos rapazes foi ajuda-la e colocou funk. Como eu não gosto os três começaram a dançar, com Ana rebolando no meio dos dois. Como já estávamos um pouco bêbados eles começara a se soltar e foram passando as mãos no corpo de Ana. Ela vendo que eu estava ficando de pau duro e não falava nada foi se soltando e se esfregando nos corpos dos dois rapazes e falou:

-Acho que meu marido está gostando de ver sua esposinha rebolando pra outros caras. Eles riram e ela simplesmente pegou no pinto do cara que estava na frente. Fiquei louco com a cena, minha esposa com a mão no pinto de um cara, sendo encoxada por trás por outro. Eles foram passando a mão em suas costas, pernas e foram subindo o vestido. Eu estava paralizado e lembrei que Ana estava sem calcinha. Seu vestido foi subindo até aparecer sua bunda e sua bucetinha. Ela vendo que eu não fazia nada tirou o pau deles pra fora e começou a punheta-los. Se ajoelhou e começou a chupa-los. Cada vez com um pau na boca e de repente pois os dois na boca. Fui a loucura e fui pra perto deles, onde Ana falou:

-Fica quieto aí corninho. Hoje você vai ver sua esposas ser fudida por dois machos e vai ficar sá olhando, vou realizar o seu sonho, pode ficar batendo uma punheta. Ela sentou na pica de um deles enquanto o outro simplesmente fodia sua boca.

-Fode meus putos, fode pra esse corno ver como é que come uma vadia- gritava ela .Os caras riam e metiam com força na minha esposa.

- Isso é que é pinto, corno filho da puta, gritava Ana alucinada.

-Vem meus dois pintudos, quero os dois juntos na minha buceta. E como sua buceta é muito apertadinha e tava difícil dos dois paus entraram ela gritou:

-vem corno, vem ajudar esses dois cacetes a arrombar sua bucetinha. Então me aproximei e abri sua bunda pros dois poderem se ajeitar e fuderem aquela bucetinha que até então sá tinha sido minha.

-olha de pertinho corno, como eles estão acabando comigo, gritava ela. A minha buceta nunca mais será a mesma .

Nunca senti tanto tesao, vendo ela deitada em cima de um, com o outro também fudendo sua bucetinha, que acelerei minha punheta e comecei a gozar.

-Não goza ainda não seu corno. Primeiro você vai ver meus machos encherem minha bucetinha de porra. Os dois então aceleraram e começaram a encher sua bucetinha de porra. Nunca vi tanta porra na buceta de Ana.

-Vem aqui agora e veja o estrago que eles fizeram na minha buceta seu chifrudo. Ela estava arregaçada e escorrendo porra por todos os lados.

-Agora vem meu corninho, vem comer a buceta da sua esposinha toda esporrada. Fiquei alucinado e pulei em cima dela metendo igual a um louco. Senti aquela buceta encharcada, arregaçada, aquela cheiro de porra, e ela me chamando de corno, chifrudo, filho da puta. Gozei como nunca havia gozado.

-Agora que vi que você gosta de ser corno, vou dar pra toda a empresa e você vai ficar sá olhando, vou ser a mais puta da empresa. Quando ela disse isso meu pau ficou duro de novo.

-Ficou com tesao de novo né corno, então vem limpar a buceta de sua esposinha, vem.

Chupei aquela bucetinha linda e ainda transamos mais uma vez na noite e outra no dia seguinte.

Não sabia que ser corno era tão bom.

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos marido convence esposa com pintudocontos eroticos espiei minha tiasofrendo no boquete contos eroticoscontos eroticos iniciada pelo pai da minha amigafilho da ola grande fudendo abuceta da eguaContos eroticos seios vermelhos tio e sobrinhacontos... me atrasei para casar pois estava sendo arregaçada por carios negoesmeu marido sempre tras tres amigos em casa conto erpticoele pega ela nos ombros pra chupar sua bucetafilme com historia de erotico de tiozinho taradaopalestra buceta divididaconto - so cabia um dedinho na bucetinha delacontos eróticos cantada na rua não resisti e traícontos-gays sou gay e fui arrombado pelo pauzao grosso e grande do meu patraoconto gay fodi o namorado da minha irmacontos de heteros branco comendo bunda negracontos de gay passivo dando pro machoconto erotico de meu cunhado me comeu no carro enquanto meu marido dirigiaConto erotico comi a coroa negra amiga da minha maecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconrtos estrupo minisaia casadaQuando ensinei a minha priminha a pegar no meu Pau contoContos gay primeira vezcontos eróticos dei o cuMãe boqueteirá contoseroticosesposa grupal com 18 aninhos contosconto estrangeiro picudopornô contos sobrinha se assusta com o pau mostro do tioconto erotico sentei no colo com o carro lotadocontos sogra ajudandosexo com renata crentinhacontos meu amigo dopou minha mulhercontos vizinha com mae vai chupacontos eroticos arrombando a gordarelatos de novinhas que fuderam com o cunhadocontos erotico negro goza na buceta da noiva para o cornoso um pouquinho contos eroticosconto so como o cuzinho da empregada casadavelha aqueles tempos do capô de fusca bem rapadinhaconto erótico aninhoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos, venerava meus mamilostroca x troca feito com amigo e dando o cu contosdois primoscontos eroticos arrombando a gordaPeguei minha tia veridicotransei com a sogra contosokinawa.ufa.ru conto orgíascontos eroticos envangelica marido e pai roubaram o chefecontos eroticos enganada e oferecida pelo maridocontos de tirador de cabaçosadomasoquismo relatos comidavivaContos eróticos comendo uma travestir lindacontos eróticos convenci meu marido a comer sua filhaMeu primo gay que ve meu pauContos De maridos q empresto a esposacontos titioincesto realidade fantasias contocheguei da escola vi minha p*** s***** dando para o meu tio minha prima piranha s*****contos eroticos casada infelizcontos eroticos estrupando idoso no asilocunhado pegou a cunhadinha mimada e meteu a rolaconto erotico arrombei o travesti do baile funkconto erotico velhoscache:o2QtLYsJB5EJ:okinawa-ufa.ru/conto_23564_totalmente-submisso-a-minha-dominadora.html vendo a cunhada depilando a buceta contoscontos eróticos de gay Fui dormir na casa do meu cunhadobucetas esajero de xotabuceta carnuda comtos de sexocontos eróticos chupeicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteprimeira vez em fraldas tesão