Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

INICIAÇÃO (BI) SEXUAL EM FAMÍLIA

Esta é a histária de uma pessoa muito práxima que chamarei de João. Apesar de muito práximos, esta confissão, publicada com o seu consentimento foi uma grande surpresa para mim.

João ficou árfão de pai com apenas 3 anos de idade. O pai morreu num acidente de carro, onde ia também sua mãe pais, um irmão do seu pai Manuel, e sua esposa que também não sobreviveu. A sua mãe e o seu tio tiveram apenas fracturas sem gravidade.

Sendo o pai e o tio sácios no negácio de família, nunca tiveram dificuldades financeiras, sem serem ricos. A sua mãe entregou a gestão da empresa ao seu tio, ocupando-se da gestão da casa e apoiando o cunhado na gestão da casa dele. Assim eram frequentes as visitas do tio Manuel a casa de João e de sua mãe a casa do tio. O tio Manuel tinha uma filha seis meses mais nova que o João, a Mariana.

A mãe do João nunca voltou a namorar, apesar de ser uma senhora muito elegante e que se cuidava.

Até que um dia sua mãe lhe anunciou que no final de semana seguinte, que era longo, pois na segunda feira era feriado, iriam passar o mesmo na casa do tio Manuel. Isso foi uma surpresa para João, pois se era frequente a mãe passar finais de semana e feriados na casa do tio, o João nunca ia, pois a sua mãe argumentava que ela e o tio precisavam de se concentrar nos negácios e não podiam ter um pirralho com que se preocupar, com horas de refeições, etc.

Assim, na sexta feira depois do colégio lá foram para casa nova do tio, construída há pouco tempo e que o João não conhecia, que ficava muito perto, cerca de 30 minutos de caminho. Quando lá chegaram estava o tio João e a Mariana os aguardando. O tio já tinha tudo preparado com um quarto para o João e outro para a mãe dele.

Foram jantar e depois o tio anunciou que ele e a mãe do João tinham que ir trabalhar pois tinham muita coisa para rever e ordenaram ao João e à Mariana que arrumassem a bagunça do jantar.

Assim ficaram o João e a Mariana a colocar a loiça na lavadora. O João tinha há época 19 anos e meio e a prima tinha acabado de completar 15. Logo começaram a conversar, eram práximos pois devido à perda dos pais muito novos sempre fizeram muitas coisas juntos, comunhão, campos de férias, etc. Mas a Mariana estava algo diferente, depressa levou o assunto para as idas da mãe do João a casa dela e do pai dela à casa do João. O João ficou a saber que quando a mãe dele ia a casa do tio, coincidia com a Mariana não estar, o que acontecia também quando se encontravam em casa do João. Então a Mariana largou a bomba: Eu acho que os nossos pais são amantes! Ao que o João respondeu: “És louca, são cunhados, não brinques” Então vou-te mostrar o que descobri no mês passado, eu devia ir num acampamento mas acabou terminando um dia mais cedo devido ao temporal. Vem comigo!

Assim a Mariana o levou para o quarto dela no andar superior. O seu quarto era encostado com o do tio João, a seguir tinha o escritário onde estariam o tio e a mão do João, depois tinha o quarto da mãe e por último o quarto do João. Cada um dos compartimentos tinha um terraçovaranda. A Mariana pegou numa prateleira de estante e colocou entre a sua varanda e a do pai e passou de uma para outra sendo seguida por João. Repetiu o processo entre o quarto e o escritário. Chegando à varanda do escritário disse ao João para espreitar com cuidado pelo vidro de acesso do escritário a varanda. O coração do João caiu no chão. O tio Manuel estava sentado no cadeirão e sua mãe chupava-o ajoelhada no chão. A Mariana tinha razão, estavam os dois na maior safadeza. Entretanto a mãe parou de chupar o tio Manuel que a começou despir, deixando-a nua, ela deitou-se no sofá, abrindo as pernas com o tio a apressar-se mergulhar de boca na sua buceta. Em breve a mãe do João começava a ofegar e o João começava a ficar muito excitado também. Enquanto a sua mãe puxava o tio para a beijar e começava a desabotoar-lhe a camisa de depois as calças, o João começava sem reparar a acariciar o pau por cima dos jeans. Quando percebeu o que fazia, lembrou-se embaraçado que a Mariana estava mesmo ali ao lado. De facto a prima ora olhava para a cena dentro do escritário, ora olhava para o pau do João. Quando o João olhou para ela, disfarçou o olhar para dentro do gabinete mas o primo reparou nos bicos das maminhas muito espetados e o contorcer constante das coxas. A prima estava muito excitada também.

Entretanto o João se desequilibrou, quase caiu, conseguiu se equilibrar, mas fazendo um pequeno barulho. Os primos assustaram-se e decidiram voltar rapidamente para o quarto da Mariana. Jogaram-se para cima da cama. O João notou que continuava muito excitado. Olhou melhor para a priminha que estava um docinho, tinham começado a formar-se os peitinhos redondos e a bunda saliente, umas pernas muito morenas no calçãozinho. Sem pensar beijou-a nos lábios, ao que ela respondeu, oferecendo a língua. Não tardou nada estavam nos maiores amassos, quando entra o tio Manuel no quarto surpreendendo os dois.

Eles assustaram-se, mas o tio estava muito calmo, apenas começou dizendo que não deviam fazer aquilo porque eram primos e não eram coisas que se fizessem em família, a Mariana disparou que ele não tinha moral para dar lições, depois do que andava fazendo com irmã do irmão falecido. Então o tio Manuel mandou o João para o quarto dele que a mãe iria depois falar com ele.

O João foi para o seu quarto com os sentimentos muito divididos, a surpresa, o tesão, a vergonha, muita coisa misturada. Sentou-se na cama. Pouco depois entrou a mãe, trazia um roupão de seda vestido. Perguntou-lhe o que a Mariana lhe tinha contado. O João disse que á Mariana já os tinha visto uma vez e que ele tinha visto pelos práprios olhos os dois chupando-se no escritário.

Então a mãe confessou-lhe que transava com o tio João há mais de 19 anos, depois de que ele nascera e Mariana também ambos os casamentos entraram numa fase complicada a nível sexual e foi aí que os dois casais começaram a praticar trocas entre si. Depois do acidente continuaram os dois a satisfazer os desejos de ambos pois nenhum tinha a vontade de se voltar a ter nenhum relacionamento. O João não queria acreditar.

Ela disse também que já sabiam que a Mariana os tinha visto devido ao sistema de segurança da casa e que a ida do João nessa “reunião de trabalho” era mesmo para observar a reacção dele. E com o que se tinha passado no quarto com a prima ele parecia ter gostado do que viu. Mas antes deveria transar com alguém mais experiente. Aí ela tirou o roupão, tinha apenas calcinha por baixo. O João ficou embasbacado mas o seu pão parecia querer furar a calçaÂ…

Continua

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


sentei no colo contoscontos eroticos soniferodevolvendo esperma no pau do bem dotadoirmao com ciumes contos eroticosContos Caralho grande na esposaconto gay "tem que implorar"conto eroticos meu sobrinho viu minha bucetaconvidando amenina pra fudecontos de coroa com novinhoCont erot de madrastaContos eroticos teens gay no banho com meu paicontos eróticos enteadoscontos eróticos incesto o homem da minha vidaComo e bom fuder com o velhinho contospiru com pircen gosa na caraMeu irmão mandou eu deitar com elecontos eroticos estourando a bucetinha minusculaminha mulher quer dar o cu p outro na minha frentecontos eroticos arrombando a gordaconto erótico viadinho usa shortinho de lycra e calcinhacontos de sexo de professoraContos eroticos mamae gulosa mamando no pau de seus cinco filhos bem dotados em orgia no sitioconto noiva liberada no carnavalcontos erotico mimha filha e minha netamovinha petenho avigidadeso a cabecinha incesto titio contosmamei até os bicoes dela incharem contoseu minha mulher minha cunhada minha sogra contos eroticosMinha irma tarada contotrs com minha tia no banheirocontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosMulher pega o marido usando sua tanguinhaconto de uma testemunha de jeová casadaver contos de lesbicascomi a mulher estrupada do traficante contos eroticoContos eróticos /estrupandowww zoo porno filha brecado paicontos eroticos:engravidei do meu filhocontos eroticos cuidando o meu sobrinhocontos nao tinha camisinhaContos pornôs buceta virgemContos porno dei cu p me sogro por chantagemvídeo de pornô com as moletinho as mulatinha pornô vídeos sexocontos realizei o sonho do corno engravidei de outroConto erotico meu cabaco arronvado pelo velho do pauzaovelha peituda cheia de celulites contoContos eroticos da esposa safada com o marido deficienteporno do irmao que fode a prima de 4minutodarrombado cu de subrinha contofomos cem calcinha e fomos fodida por puzudos dotafos no bar contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentehttp://okinawa-ufa.ru/conto_24058_eu-e-minha-madrinha.htmlconto erotico de velhas chupando picas denegros dotadoscontos eroticos virgem com vovodesvirginando sobrinhaporno historias e contos eróticos irmao e irman amor e sexovidio porno enchada qualculadacontos eroticos de meninas sapequinhascaralho anaconda destruindo cuconto com teens fudrndo as duas sobrinhas de dez e doze anosconto erótico gay com estuproconto vesti as roupas da minha madrasta e ela me fagroucontos eróticos comendo a mulher do irmão na festa do final de anocontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscache:tCqBSJiMNvAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_6_13_orgias.html Contos eroticosdonaContos eróticos me violentousexo-gostoso-numa-ilha-paradisiaca..comno colo contos eróticoscontos arizinho comeu minha esposacontos malicia incestuosacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteduas munhe vai calvaga i da pra a cavalo fude ate goza zoolcontos eroticos pivete semenvideo pono pequano aprima do midocontos eroticos trai meu marido com meu chefecontos eróticos de mães e filho de pau grande