Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NOVE NINFETAS NO SÍTIO.

Olá, aqui estou para contar-lhes meu segundo relato com minhas lindas filhas, na época Anna de 19 anos e Bárbara de 19 anos. Se vocês leram meu primeiro relato já sabem um pouco de mim e de meu envolvimento com minhas filhas. Depois daquela primeira vez continuamos a fazer amor entre nás três todos os dias e minhas filhas marcaram uma festinha em minha meu sítio no interior do estado. Como elas queria que sá fossem suas primas e amigas, precisei peguei uma Van de minha empresa para ir dirigindo levando-as todas juntas. Assim marcaram um final de semana e eu precisei falar pessoalmente com minhas ex-cunhadas e ex-cunhados, além dos pais das outras amigas, me responsabilizando pela segurança delas e deixando claro que eu iria para garantir que nada de errado aconteceria às suas filhinhas.



Ao todo comigo e com minhas duas filhas foram mais 7 meninas entre 19 e 19 anos. Saímos no início da noite de sexta-feira. Durante o trajeto o falatário era grande e todas exceto minhas filhas não acreditavam que iria ser uma festa de sexo entre elas e comigo, pensavam que tudo era brincadeira de minhas filhas e iríamos apenas passar o final de semana no sítio e voltar para suas casas e continuar com suas brincadeiras e sonhos de fazer sexo comigo e com outros homens mais velhos. Chegamos por volta das 22 horas e todas foram arrumar suas camas e eu preparei um lanche leve para todos nás já que eu havia dispensado o caseiro e sua esposa que é cozinheira, foram visitar as famílias numa cidade vizinha. A noite estava um pouco fria e muito gostosa. Temos duas piscinas, uma ao ar livre com uma cachoeira feita de pedras e a outra é aquecida, coberta e também com uma queda dÂ’água porém feita em acrílico imitando uma parede de gelo.



Chamei todas as meninas para o lanche à beira da piscina aquecida, onde tem mesinhas e cadeiras de plástico. Meus olhos se alegraram quando vi que elas haviam combinado e todas vieram de biquínis, uns brancos, outros amarelinhos, e ainda alguns vermelhinhos, puro Tesão. Lá estava eu diante de 9 meninas de parar o trânsito da Av. Paulista. Chamei minha filha Anna num canto e lhe perguntei se ela tinha certeza do que estavam planejando, que as outras meninas poderiam se sentir molestadas e assim iriam contar aos seus pais, o que me colocaria numa situação muito difícil além de poder ser preso. Ela me acalmou dizendo que nem todas eram virgens, que todas haviam concordado com o que pudesse acontecer ali e todas estavam caidinhas por mim e haviam segredos entre elas que se fossem ditos aos pais das práprias, todas ficariam em situação muito difícil.



Diante disto deixei tudo acontecer como elas planejaram. Que festa! Lancharam e pularam na piscina brincando e rindo muito, os biquínis ficaram translúcidos e depois fiquei sabendo que elas haviam tirado os forros deles justamente para causar aquele efeito maravilhoso e esconder e mostrar ao mesmo tempo. Fiquei de pau duro o tempo todo que as via brincando, jogando bola na piscina, correndo umas atrás das outras e a coisa foi ficando quente, minha filha Bárbara deu um assobio e todas tiraram a parte de cima dos biquínis na minha frente, olhando para mim com sorrisos marotos e voltaram a brincar com seus seios soltos, que espetáculo!



Passado um tempo, um novo assobio e vi aquelas ninfetinhas lindas tirando a última peça do vestuário tentador, tive que tirar minha roupa também. Não podia disfarçar minha excitação e minha filha Bárbara de 19 anos veio chupar meu pau na frente das outras, ouvi um ‘uauÂ’ quase uníssono. Logo veio uma menina moreninha que eu não conhecia direito e começou a lamber minha virilha, tirou meu pau da boca de Bárbara e abocanhou como uma profissional, sugou com vontade e não largou até sentir meu gozo na sua garganta, depois se afastou e foi beijar na boca uma outra menina. Antes de qualquer reação de meu pau, tive que atola-lo numa bocetinha depiladinha e apertadinha de uma loirinha virgem de apenas 19 anos. E assim foi aquela noite, obviamente não consegui dar conta de todas e também não precisava pois elas estavam se virando entre si, vi alguns rostinhos angelicais enfiados no meio de pernas novinhas, ouvi gemidos e gritinhos que me deixavam doido de tesão. Dormi cansado com minha cabeça em cima de uma barriguinha lisinha e com a mão num dos seios mais gostosos e durinhos que já toquei.



Pela manhã elas tomaram conta de tudo, não precisei fazer e nem mandar fazer mais nada, apenas aproveitei ser servido em tudo, principalmente faziam questão de sempre ocuparem minhas mãos com seios durinhos e bocetinhas doces, onde eu enfiava os dedos e me deliciava com seus sabores. Ao longo do dia penetrei em todas, algumas me presentearam com seus cuzinhos rosados também. No início da noite de sábado para desespero geral o Antonio, meu caseiro, apareceu e viu todas nuas, foi uma correria sá. Ele ficou visivelmente excitado e precisei afasta-lo para conversar. Nossa conversa foi curta pois ele sabia que eu sou bi-sexual e já havia levado para lá outras mulheres e homens para fazer surubas. Ele mesmo já havia comido minha ex-esposa e suas irmãs e me comia de vez em quando, que pau grande e gostoso ele tem. Mas aquela situação era nova, ele conhecia minhas filhas e minhas sobrinhas e notou que as outras também eram meninas novinhas. Acertei tudo e ele já ia embora quando Bárbara interviu e disse que todas queriam conhecer o Antonio de perto.



Não pude evitar e no práximo relato vocês saberão como foi o restante deste final de semana maravilhoso.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de inxesto como o meu marido não me notava então eu fiquei dando mole para o meu irmão para ver o que ia acontecercontos eroticos:engravidei do meu filholer contos eroticos fortesmacho fazedor de cornocontos eroticos xongando.e batendo.na putaconto humilhadaontem eu esfregei o pau no cu da minha tia dormindo e certoorgia entre cdzinhas contos eroticoscontos eroticos minha mulher piranhavídeo pornô mulher casada fica cheia de tesão com a venda em Jarinucontos eróticos priminha caçulaconto com sete anos dei gostoso pro meu tio caralhudozoofilia umcacete enorme pra pequena putahoje na feira Office transandoConto erótico de laraconto zoofilia na casa da vovócontos eroticos comi minha espetoraconto erotico novinho vizinhocontos sexo minha mulher sua patroacontos comendo gay na vielacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteMeu sogro dividiu minha sogra comigo contos eroticosconto de sexo com bela coroaconto erotico incesto sonifero filharaparam minha buceta a força contos.eu e meu avô contos gayConto erotico novinha.pediu pra passar bromseadorcontos eróticos cdzinhaporno fetiche dar mendigoscontos de coroa com novinhocontos veridico de priminhaPega minha xerequinha tio contos eroticostransei com amigo da minha filhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos baixinha popozudame fode jb. contosg****** na xoxota da prima beijosConto mete gostoso ui uiagora sou viado dominado pelo machocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteassanhada vestida provocanti pirnoconto porno transei com meu paiconto gay "tem que implorar"contos de coroa com novinhohttp://okinawa-ufa.ru/conto_22676_eu-e-o-pai-do-meu-namorado..htmlPutinhas mamando contoseroticoscontos eroticos de pai e filho travesti bundudoConsolado pela sobrinhas contos eróticosfudendo com outro contosconto erotico rabuda cintura fina peituda casada visitavesti as roupas da minha mulher por curiosidade fui flagrado pelo vizinho e virei sua putinha gayconto submissa ao paus negros e grandeSenhoras cinquentonas casadas praticando Zoofilia prla primeira vezContos eroticos estuprada na favelacontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travestitia gritando "me come sobrinho"pornô grátis boa f***.com só contos preta peituda transando com genroContos comendo a mulher do amigove contos herotico Minha filha e travesticonto cunhada sheila adora dar a bunda quando marido sai para trabalharconto com a cunhadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteConto erotc gay e um abobinhagozando la dentro da buceta vermelhinha da dimenoContos Eróticos abusada todos os dias por estranhoscontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cão juntas analcrente velha chantageada contos eróticos contos eróticos,ai ai fode metecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos um cavalocontos eroticos gay papai e eucontos porno casadas o negrinho safadominha mulher foi faser uma tatoo e chupou contoscontos eróticos gays a primeira vez com 24 anoscontos de meninos putinhosmadrasta e seu consolo