Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NOVE NINFETAS NO SÍTIO.

Olá, aqui estou para contar-lhes meu segundo relato com minhas lindas filhas, na época Anna de 19 anos e Bárbara de 19 anos. Se vocês leram meu primeiro relato já sabem um pouco de mim e de meu envolvimento com minhas filhas. Depois daquela primeira vez continuamos a fazer amor entre nás três todos os dias e minhas filhas marcaram uma festinha em minha meu sítio no interior do estado. Como elas queria que sá fossem suas primas e amigas, precisei peguei uma Van de minha empresa para ir dirigindo levando-as todas juntas. Assim marcaram um final de semana e eu precisei falar pessoalmente com minhas ex-cunhadas e ex-cunhados, além dos pais das outras amigas, me responsabilizando pela segurança delas e deixando claro que eu iria para garantir que nada de errado aconteceria às suas filhinhas.



Ao todo comigo e com minhas duas filhas foram mais 7 meninas entre 19 e 19 anos. Saímos no início da noite de sexta-feira. Durante o trajeto o falatário era grande e todas exceto minhas filhas não acreditavam que iria ser uma festa de sexo entre elas e comigo, pensavam que tudo era brincadeira de minhas filhas e iríamos apenas passar o final de semana no sítio e voltar para suas casas e continuar com suas brincadeiras e sonhos de fazer sexo comigo e com outros homens mais velhos. Chegamos por volta das 22 horas e todas foram arrumar suas camas e eu preparei um lanche leve para todos nás já que eu havia dispensado o caseiro e sua esposa que é cozinheira, foram visitar as famílias numa cidade vizinha. A noite estava um pouco fria e muito gostosa. Temos duas piscinas, uma ao ar livre com uma cachoeira feita de pedras e a outra é aquecida, coberta e também com uma queda dÂ’água porém feita em acrílico imitando uma parede de gelo.



Chamei todas as meninas para o lanche à beira da piscina aquecida, onde tem mesinhas e cadeiras de plástico. Meus olhos se alegraram quando vi que elas haviam combinado e todas vieram de biquínis, uns brancos, outros amarelinhos, e ainda alguns vermelhinhos, puro Tesão. Lá estava eu diante de 9 meninas de parar o trânsito da Av. Paulista. Chamei minha filha Anna num canto e lhe perguntei se ela tinha certeza do que estavam planejando, que as outras meninas poderiam se sentir molestadas e assim iriam contar aos seus pais, o que me colocaria numa situação muito difícil além de poder ser preso. Ela me acalmou dizendo que nem todas eram virgens, que todas haviam concordado com o que pudesse acontecer ali e todas estavam caidinhas por mim e haviam segredos entre elas que se fossem ditos aos pais das práprias, todas ficariam em situação muito difícil.



Diante disto deixei tudo acontecer como elas planejaram. Que festa! Lancharam e pularam na piscina brincando e rindo muito, os biquínis ficaram translúcidos e depois fiquei sabendo que elas haviam tirado os forros deles justamente para causar aquele efeito maravilhoso e esconder e mostrar ao mesmo tempo. Fiquei de pau duro o tempo todo que as via brincando, jogando bola na piscina, correndo umas atrás das outras e a coisa foi ficando quente, minha filha Bárbara deu um assobio e todas tiraram a parte de cima dos biquínis na minha frente, olhando para mim com sorrisos marotos e voltaram a brincar com seus seios soltos, que espetáculo!



Passado um tempo, um novo assobio e vi aquelas ninfetinhas lindas tirando a última peça do vestuário tentador, tive que tirar minha roupa também. Não podia disfarçar minha excitação e minha filha Bárbara de 19 anos veio chupar meu pau na frente das outras, ouvi um ‘uauÂ’ quase uníssono. Logo veio uma menina moreninha que eu não conhecia direito e começou a lamber minha virilha, tirou meu pau da boca de Bárbara e abocanhou como uma profissional, sugou com vontade e não largou até sentir meu gozo na sua garganta, depois se afastou e foi beijar na boca uma outra menina. Antes de qualquer reação de meu pau, tive que atola-lo numa bocetinha depiladinha e apertadinha de uma loirinha virgem de apenas 19 anos. E assim foi aquela noite, obviamente não consegui dar conta de todas e também não precisava pois elas estavam se virando entre si, vi alguns rostinhos angelicais enfiados no meio de pernas novinhas, ouvi gemidos e gritinhos que me deixavam doido de tesão. Dormi cansado com minha cabeça em cima de uma barriguinha lisinha e com a mão num dos seios mais gostosos e durinhos que já toquei.



Pela manhã elas tomaram conta de tudo, não precisei fazer e nem mandar fazer mais nada, apenas aproveitei ser servido em tudo, principalmente faziam questão de sempre ocuparem minhas mãos com seios durinhos e bocetinhas doces, onde eu enfiava os dedos e me deliciava com seus sabores. Ao longo do dia penetrei em todas, algumas me presentearam com seus cuzinhos rosados também. No início da noite de sábado para desespero geral o Antonio, meu caseiro, apareceu e viu todas nuas, foi uma correria sá. Ele ficou visivelmente excitado e precisei afasta-lo para conversar. Nossa conversa foi curta pois ele sabia que eu sou bi-sexual e já havia levado para lá outras mulheres e homens para fazer surubas. Ele mesmo já havia comido minha ex-esposa e suas irmãs e me comia de vez em quando, que pau grande e gostoso ele tem. Mas aquela situação era nova, ele conhecia minhas filhas e minhas sobrinhas e notou que as outras também eram meninas novinhas. Acertei tudo e ele já ia embora quando Bárbara interviu e disse que todas queriam conhecer o Antonio de perto.



Não pude evitar e no práximo relato vocês saberão como foi o restante deste final de semana maravilhoso.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos possuida por uma estranha gostosacontos eróticos devemos dividir o mesmo quarto com um casal de amigocontos de mecânicos casadoscontos um anjo de sobrinhaconto gemendo no pau do pone taradocontos esposa gozada para o maridocontos eroticos minha mulher subjugada. e curradacontosputinhasconto meu filho meu machocontos eroticos paulo e bruna parte 2contos eroticos eu e a minha filha somos putaContos eroticos esfregando a bunda da menina gordinhaContos eroticos eu paguei pra fuder a minha sobrinha casadaconto erótico fudendo com minha prima Evachantagem zofilia e insesto conto eroticorelatos dp crentesDominando ela contosgostosa batendo puieta por 1realcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteveha gostoza fais orau no negaocontos eroticos de empregadaporno enplorou pra nao por no. cuzinhopau duro na frente da tia contosrapazes peladoes se exercitando na academiaComo me tornei a cadela do meu padrato contos eróticovidio porno mulher enloquede ao ve um pau grossocurra gordinha contocontos fudendo com minha avo gostosa tatuadacontos eroticos amiga negraconto erotico incesto sonifero filhamulher depravadaconto deixei minha esposa peladagritando e pedindo pra nao botar pois doi pra nao perde o cabacoconto arumei um pauzudo pra minha esposa e ela viciouTenho 60 anos e minha bunda ta se mais contosconto erotico pastor deseja novinha de pieitos gostos e fartosminha enteada gost contoschupou pau de flanelinha dentro do carrofantasiarnrnhttp:www.swingbrasileiro.com.bralbum.phpcontos eroticos de menina de nove anos dando o cucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos estourando a bucetinha minusculacasa dos contos minha bu eta e so para o dogcontos eróticos coroa amiga de minha mãe muito gostosa da buceta grandecontos eróticos com mulher pedindo praconto erotico travesti desobediente castigada pelo donocontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosenrabada pelo meu filho especialcontos coloquei so a cabeça do pau no cuzinho da minha filhacontos eróticos cheirando a bunda de minha sogracontos eroticos arrombando a gordaGiovana transando de joelhoszofilia homem fodendo forte acadela ela chora sentido dorcontos eroticos na piscina com a famila todos nus no reveionchaves metendo na patiler contos pornô de i****** pistola gostosa do meu filhocontos de incesto eu comi a bunda da minha mãe taboo sexocontos erotikos fui pagar o aluguel e comi o cu da donacontos eróticos virei marido da minha irmãmuito tempo sem mamar no pautrai meu marido na hora do futebol dos contosContos de travestis pauzudosbucrtinas novinhascontos minha cunhada e minha namoradacontos pornos fui estuprado na adolescência e gosteicontos eroticos com mae e tia dando cuconto o cachorro me comeu no celeiro da vovóContos erotico desvirginei as filhas do meu amigocontos eroticos de padrinhos com afilhadas que engravidamcaralho anaconda destruindo cucontos tia da banho em sobrinho.fui encoxada a forçacontos marido jogandocontos eróticos assediada por minha amigaConto erótico minha irmã me chamou pra ir ver a porta do guarda fato que quebrou e ela enpinou a bunda pra mimcontos mulher baixinha e arrombadaelas chuparam meu pau.contos de incestocontos minha mãe sentou no meu colo de saia sem calcinhaassistindo mais meu padrasto coladinho e ele de pau duro contos eroticoscontos eroticos amiga da primaconto erotico meu genrocontos eroticos de velhoscontos eroticos fui bem comida feito puta e chingada feito vadia