Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DUAS MAMADAS DELICIOSAS

Bom, ontem (sábado) foi uma noite bem incomum, queria compartilhar com vocês as duas mamadas que rolaram. Estava morrendo de tesão e nem acreditei que dei a sorte que dei, acho que as vezes essas coisas acontecem e pronto, não tem muita explicação. O jeito é curtir ao máximo!

Bom, eu saí para beber com amigos, paquerar, sem muita esperança de rolar nada. Foi aqui em São Paulo mesmo, fomos num bar ali na região da Rua Augusta. De fato não aconteceu nada de mais, meus amigos estavam com as namoradas e eu fiquei mais na minha. Até rolaram alguns olhares com outros caras, mas como eu estava rodeado de amigos acabei que não conversei com ninguém. Bom depois de beber umas 3 caipirinhas eu estava bêbado e com muito mais tesão do que eu já estava, e decidi que aquele lugar não ia render nada. Pensei em ir para alguma balada, mas estava tão bêbado que desencanei, quando bebo fico com preguiça de dançar e tudo mais.

Peguei um táxi (moro na ZO) mas desci antes de chegar em casa, achei que poderia dar uma volta indo a pé para casa, e de repente poderia rolar alguma coisa no caminho. Adoro quando rola uma putaria assim inusitada e anônima, sem planejar muito, sá um cara morrendo de tesão e louco pra ser mamado, e eu chego lá e mamo o cara, coisa assim. Bom, nunca rola nada, mas nesse dia acabou rolando! Eu estava quase em casa, quando passou um carro e um cara me secando muito. Ele diminuiu a velocidade e foi parando, eu saquei que poderia rolar algo e fui mais perto ver qual era a dele.

Olhei dentro do carro, era um cara japonês, corpo legal, cara de uns 40 anos, falou para onde eu estava indo. Disse que tava voltando de uma balada pra casa. Ele falou que estava numa festa e estava voltando também. Ele pediu para eu entrar no carro. Eu fiquei meio com medo, mas entrei, falei para ficarmos ali por perto mesmo. Ele rodou um pouco e parou o carro. Estava escuro ainda e não tinha muito movimento. De repente começa a me beijar, bem gostoso. Beijamos um tempo, e logo vi seu pau ficando muito duro embaixo da calça.

Continuei pegando no pau dele e ele foi logo abrindo a calça, tirou o pau para fora e continuou me beijando. Logo ele põe a mão no meu pescoço, meio acariciando, meio empurrando muito de leve minha cabeça para o pau dele. Bom, eu saquei na hora, mal sabia ele que eu estava doidinho para mamar ele desde quando o vi!

O pau dele não era muito grande mas era grosso e cabeçudo. Caí de boca com muita vontade, fazia um tempo que não mamava e eu estava com muito tesão na situação toda. O cara gemia gostoso, e eu estava adorando o fato de dar prazer pra ele daquele jeito. Chupei um bom tempo, mas paramos um pouco pois uma van passou perto entregando jornal. Assim que a van saiu caí de boca de novo, e ele gemia mais alto ainda. Acelerei o ritmo da mamada, o pau dele cabia todo na minha boca, e ele logo falou que ia gozar. Continuei mamando até sentir a porra dele na minha boca. Mamei bem suave depois que ele gozou, bebendo todo o leite, e ele parecia muito aliviado depois. Bom, como eu estava perto de casa, saí do carro e dei tchau. O cara foi embora, e eu entrei em casa pensando em bater uma punheta pois não havia gozado ainda. Decidi entrar na internet para ver se me excitava um pouco mais e foi daí que rolou a segunda mamada....

Entrei em casa, morrendo de tesão e com o gosto do pau do cara ainda na boca. Entrei na internet e vi uns vídeos pornos, mas não estava satisfeito ainda. Pensei em entrar num chat e falar com algum cara por telefone, isso me dá muito tesão nesses momentos de solidão e tesão! Bom, foi o que eu fiz, entrei num chat e coloquei um nick "mamador_fone", para ver se conhecia algum ativo gostoso. Muito rápido um cara com nick "ativo_ZO" veio falar comigo, e queria falar por telefone. Como vi que ele é da ZO tb, perguntei de onte, ele falou. Bom, resumindo, descobri que o cara mora muito perto da minha casa. Peguei o número dele e liguei. Conversamos um pouco, e vi que o cara queria mesmo era ser mamado ao vivo, ele falou que tinha ido numa festa também (todo mundo fala isso parece?!?!) e estava bêbado em casa, com tesão. Ele tinha um compromisso cedo, mas não queria ir sem gozar. Como percebi que dava pra ir a pé na casa dele muito fácil, acabei topando, mesmo estando bem cansado. O cara era da minha altura, magro, bem peludo, e com cara de mau, cabelo raspado e cavanhaque. Morava sozinho num ape legal perto de onde moro. Cheguei lá e ele estava fumando e bebendo cerveja. Conversamos um pouco, ele me deu uma latinha, mas eu estava com muito tesão, queria ir direto ao assunto. Ele não achou ruim, falou para eu cair de boca. Bom, mamei ele muito gostoso, engolia todo o pau dele. Ele tinha um pau maior, não cabia inteiro fácil, mas eu engolia o máximo que podia. Ele ficou sentado, com a cerveja na mão e gemendo muito gostoso. Falava muita putaria, eu adoro isso.

Bom, fiquei mamando ele um tempão, ele sentado e bebendo cerveja, eu de joelhos ali na sala dele. Ele mandava eu olhar pra ele enquanto mamava, eu adoro fazer isso, ele ficava louco. Ele tinha uma cara de mau mesmo, me deixou com muito tesão. Depois de um tempo ele quis levantar, falou para eu mamar ali ajoelhado mesmo. Eu comecei a bater uma punheta, mas ele falou para eu não gozar, que era para eu esperar por ele. Bom, meu pau estava estourando já, mas achei legal esperar para ver ele gozar. Ele falou que queria gozar na minha cara, e eu topei, apesar de gostar de beber leite de macho quando posso. Continuei mamando, e logo ele falou que ia esporrar. Realmente gozou bastante, melou minha cara toda. Eu não tinha gozado, ams quase gozei sem por a mão sá de ver aquela porra toda na minha cara. Ele falou que se eu conseguisse esperar para gozar, a gente poderia fazer mais umas putarias. Eu achei ele muito gostoso, então fui no banheiro, lavei a cara e fui pro quarto ele. Ele estava lá na cama já, terminando a cerveja dele. O pau tava mole, ele falou que daqui a pouco ele conseguia ficar duro de novo, estava ha muito tempo sem gozar e queria me aproveitar ao máximo. Eu queria muito gozar, mas também achei que era mais legal esperar um pouco e gozar com ele de novo. Eu não consigo gozar várias vezes muito rápido, mas adorava ficar acumulando tesão para gozar muito no final.

Bom, deitamos um pouco na cama dele, eu morrendo de tesão e ele um pouco relaxado, afinal tinha gozado muito na minha cara. Depois de uns 19 minutos ele pediu para eu cair de boca de novo. Eu não me fiz de rogado e continuei o serviço, Adoro mamar e adorei que ele queria mais mamada. Logo o pau dele endureceu na minha boca, incrível como tem gente que consegue isso logo depois de gozar uma vez! Bom, ele gemia gostoso, e eu logo descobri por que ele não queria que eu gozasse antes. Falou que meu rabo era uma delícia e que queria gozar metendo em mim. Eu geralmente não curto dar na primeira vez que encontro um cara. Prefiro beijar, mamar muito, punhetar, e conhecer o cara antes de dar. Acontece que eu estava bem chapado já, afinal ele tinha me dado cerveja (fora as caipirinhas que eu tinha tomado antes), e estava mamando machos há muito tempo já sem gozar! Enfim, foi difícil não dizer sim. Meu tesão estava ao máximo nesse momento, e ele rapidinho pegou uma camisinha e gel. Falou para eu deitar de bruços, com a bunda para cima. Eu lambuzei bem o pau dele de gel e meu cu, e deitei de bruços. Ele veio com muito jeito (quando o cara saber ser ativo, é muito gostoso), e devagarzinho goi abrindo meu cu para o pau dele. Quem já deu sabe, não é tão fácil assim relaxar, mesmo bêbado e com tesão! Enfim, quando percebi, o pau dele já estava todinho na minha bunda, e eu estava com muito tesão pensando naquele macho me comendo.

Eu estava com o pau mole nesse momento, mas morrendo de tesão de dar para aquele cara. Queria gozar finalmente, mas com o pau dele dentro de mim. Pedi para mudar de posição: fiquei deitado de costas com as pernas abertas, e ele voltou a meter. Eu comecei a me masturbar, enquanto ele metia muito gostoso. Percebi que não ia demorar nada pra gozar, falei pro cara que não estava mais aguentando. Ele falou que tudo bem, que ele ia gozar rápido também. Bom, nisso eu finalmente relaxei e decidi gozar. Me masturbei e esporrei muito na minha barriga. O cara continuou metendo enquanto eu gozava, e depois de uns 2 minutos tirou o pau de mim, tirou a camisinha e esporrou no meu peito todinho. Fiquei banhado na nossa porra. Acho que foi uma das gozadas mais intensas que tive na vida! Espero que volte a mamar a rola desse meu praticamente vizinho, mas não sei se esbarro nele de novo... Obrigado a quem leu o conto, espero que tenham curtido!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos virei marido da minha irmãconto eróticos mana so de calcinhasobrinha de 9 contosconto punheta da varandaconto casado dei pra travesticonto a coroa de 47 anoscontos eroticos homens que usam calcinhacontos reais seduzindo com roupa o cunhadoquero ver no boa f*** de mulheres com shortinho todo enfiado no rabofingi que dormia e meu pai meteu seu psu em mimcontos mamae piscina bronzeador bikinicontos depois de velha fui arrombadaconto obriguei minha esposa a da o cuzinho na boatecontos sexo a ninfetinha tarada e virgemconto erotico cobrador casada lesbicocontos de olha que putinha tá gostando neConto pauzudacontos eroticos cadtigando o cuComtos heroticos da cunhadinha viviane dando pro cunhado reinaldoarrombando o c* de modeladascontos eroticos ajudando a enteadinha a fazer tarefa de casacontos eróticos de casadas rabudas traindocontos etoticos meu marido faz eu dar para trassecontos minha irmã deixameu chefe me chupoucontos eróticos eu com meu 30cm comen minha prima no sofá de casaContos eróticos:meu querido professorde chei minha filha de cartigo e cumielaContos com cadelasconto nunca pensei que iriamos numa praia de nudismoprofessor peludo conto gayver vidio de vigia fudendo gay subrifiz da minha esposa uma putadedos no cu ate gozar corno contocontos eroticos escravizou minha namoradamaisexo vidio de zoofilia com travestiscontos eroticos gay cheiro de rolacasalgozou muitocontos verdadeiro aventura das melheres com mendigos roludoszoofilia a chapeuzinho vermelhocontos eroticos vestido colado e curtogritei gemi na rola grossa contos eroticos incestoconto gozada encoxadacontos eroticos de pais esposa e filhas em praia de floripacontos eroticos outro pou de presente para minha mulhercontos de esposas putascontos meu primeiro crossdressingcontos comi a mulher do amigo bebadacontos eróticos fode ai rebola vadia isso abre isso aí que pau grandecontos eroticos dei pra variosconto a coroa de 47 anosrelatos hetero casado que deu o cucontos eróticos, enteadoConto erotica de mulher fuder a cagara minha esposa foi a praia de fio dental e o punheteiro vez a festa. contos eróticosconto minha mostrouporno izidinha fodenocontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto com a cunhadacontos erotico gay quando mim focarao a bebe leite de variostransando com meu brothernovos contos eróticos entre namorados dpmelhores contos gays descobri a putinha que havia em mimdei a Bundinha gostosa Contosdecote peituda contosconto erotico trasnformei minha mulher minha escrava sexoalcontos sogra chupou genrro traindo no carro na ruacontos eróticos minha sobrinha trazia sua amiguinhas para eu comercontosdesexo padrasto metendo na enteadacontos eroticos dono de mercearia comendo a casadaeu menino e meus três primoscontos eroticos a mae do meu amigocontos voyeurs zoo