Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DENTRO DA VIATURA

Estava eu a andar pela madrugada (como sempre fazia quando queria sexo) sempre fui tarada pela noite, pra mim a noite facilitava tudo, eu estava com 22 anos, tinha o corpo esguio, e me considero bem gostosinha, sou transexual, uma menina bem bonita e louca por pau. Naquela madrugada minha intenção era mamar uma rola bem cheia de tesão, sentir ela realmente esvaziar na minha boca, sem pretensão alguma de ir além de uma mamada, algo que eu faço com mestria mesmo, poucos carros passavam e alguns até davam buzinadas mas eu apesar de tudo sou tímida, baixava a cabeça e continuava andando até que alguém me abordasse como sempre ocorre, estava descendo uma ladeira quando notei um carro vindo lentamente, fiquei assustada pensando que poderia ser algum assalto, mas também fiquei excitada com a possibilidade de ser um gato louco pra ser tratado, olhei pra trás, era uma viatura policial, meu desejo duplicou então, pois um macho de farda realmente me causa tremores de tesão, o carro parou do meu lado e o policial no banco do passageiro perguntou:

- Está tudo bem moça?

- Sim. respondi meio tímida.

- Oque vc faz a uma hora dessas na rua?

Cheia de tesão respirei fundo e disse:

- Sá procurando algo interessante pra fazer, algo que preencha minha boca (fui bem ousada)

O policial me olhou com satisfação e depois falou pro companheiro dele:

- Parece que hoje a gente vai se divertir

Um calafrio de tesão percorreu minha espinha

- Caminha até a outra esquina boneca.

Eu fui pensando em tudo que estava pra acontecer e já com a boca cheia d'água cheguei na esquina e o carro deu a volta na quadra e parou, ele disse:

- Entra rapidinho. E deu uma piscada. Entrei, ele desceu e sentou no banco de trás comigo o carro começou a andar e o policial do meu lado, um homem de uns 35 anos, branco, não muito alto, mas cheio de tesão pegou minha mão e colocou na rola dura embaixo da farda

e bem sacana disse:

- Capricha!

Aquela palavra foi o estopim pra mim, abri o zíper com a boca e até quis começar lentamente dando um beijo na cabeça inchada da rola, mas o cheiro de macho não permitiu que eu estendesse aquilo por muito tempo, logo engoli a rola com tanto gosto que ela sumiu no fundo quente macio e úmido da minha garganta, sentia as bolas dele no meu queixo, eu realmente caprichei pois já tinha tentado engolir uma rola inteira outras vezes, mas nunca havia conseguido, o homem estremeceu, aquilo foi inesperado pra ele, gemeu gostoso segurou na minha cabeça e empurrou ainda mais fundo ( como se fosse possível)

- Ahhh que delícia!

Na minha cabeça sá pensava em como dar mais prazer ao homem q me enchia a boca, respirar era secundário, queria mesmo era sentir minha garganta ser fodida gostoso, e foi mesmo. Ele movimentava os quadris socando a pica na minha boca num vai e vem frenético. Eu tentava ser hábil e tirar a boca rapidinho pra respirar oque podia e logo engolir aquele pau novamente, não queria que ele perdesse o ritmo, o homem gemia e aproveitava tudo ao máximo bem como deveria ser.

- Que bezerrinha gostosa Lima vc tem que experimentar. Mama gostoso vai.

No tesão em que estavámos e com a fome que eu sugava e massageava aquele pau com garganta e lambia aquelas bolas o policial não aguentou muito, empurrou o máximo que pode e senti o pau engrossar ainda mais e latejando gozou gostoso gemendo e respirando profundamente.

- Ahhhh vou gozar, porra que delícia de boca!

Senti os jatos na garganta e não pude fazer nada pra expelir pois o rola estava enterrada no fundo da minha garganta, passivamente aceitei a esporrada e fiz o que pude pra ordenhar o pau com a musculatura da garganta e a língua pressionando bem a base do pau entre as bolas. Realmente me superei

Todo o enlevo não durara mais que 19 minutos, o homem estava lá estendido no banco traseiro da viatura, relaxado com o pau semi duro e satisfação estampada no rosto

- Que chupeta maravilhosa! que boca!

O policial que estava no volante olhou pra mim com safadeza e disse:

- Tu é chegada num pm né? Tem rola aqui precisando ser bem tratada ainda.

Eu ri timidamente e disse:

- Como quiser senhor.

Mas essa é outra histária.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


o caminhoneiro me fudeu a força contos eroticosler contos eroticos fortescontos comendo a enfermeiraDeixando a novinha laceadaContos minha sogra quis medir meu pauconto erotico a pequenininhaChantageei minha tia escrava lesbica contoentreguei a filha ao marido contos eroticoscontos eróticos comendo minha sobrinha gostosavou ponha ela no coichoumonstro rasga novinha de bruçosasalto que.virou.suruba videosconto gay pirocudo da academiacontos incestos dividindo o filhocontos erotico papai busca na escolaContos sempre incentivo meu marido a comer outra putinhacontos eroticos assaltoprofessor de artes marciais me fudeu contos gaycontos eroticos de maridos brochasDeixando a novinha laceadacamiseta sem calcinha. contos de casada.contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos de incesto selvagemdia dos namorados incesto contomãe puta, contocontos minha netinha gostosacontos eróticos flagrei meu marido com consolocontos eroticos travesti sendo estrupadasexo contos eroticos como tio poulao comeu aninhacontos eróticos gays metroContos eróticos minha mulher apanhandocontos de crossdressersexo em okinawa casada flagaContos eroticos carro lotadocontos completos quentes esfregando so pra judiar pedindo mascontoseroticos cimeram minha mulhercontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos eróticos locador com comeu a inquilinaContos porno.em ônibus de viagem com idosoChaves fudeno no cuziho da chiquihaler contos eroticos de casais fudendo dentro de cinemas com outros homenscontos dos podolatrasConto safada novinha anoscontos sexo minha madrinha esposaContos eroticos de solteiras rabudasSiririca contosconto de mulher de sc fodendo com cachorrocontos eróticos traindo com meu sobrinhominha iniciacao na zoofiliacontos fotos esperimentando rolacontos eroticos diversos safadeza e assanhamentoTrempando em cima da lancha com o coroa conto eroticocontos eróticos traição com jardineiroxvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa gozado dretro da boceta delaConto eroticos ex namorada safadacontos eróticos chantagiei estrupei minha irmazinhacontos verdadeiros narrados por mulheres encoxadas,sexo com animaisconto erotico tomando banho com meu irmaovideo porno irma de veztido curto bege na frente padrasto na salaAbrindo as pernas para o sobrinho contozoofilia dssasconto eroticos minha irma de vestido rosacontos eroticos de gordo dando o cu pela primeira vezporno contos eroticos filhinhas enrabadashistoria quadrinho eroticos de sexo na chuva biContos eróticos cearágeovana tira a calcinha e da a bucetaComo fazer a mulher se apaixonar pegando a calcinha delaContos eroticos menino meu amigo comeu minha esposa ela deu para o meninocontos eroticos de putas casadas e cornos assumidosfomos surpreendidos no carro contosdesenho de deus contos eróticoscasada vai dar pra outro macho e leva gelcontos de filho comendo a mae no carro do pai pra lercontos eroticos com irmaConto erotico dei pro meu papai e tio