Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SENDO FODIDA POR PEDREIROS NA CONSTRUÇÃO

Proximo a minha casa tem ma casa em construção, sempre quanso passo por la os homens que la trabalha param e ficam mexendo comigo, eu faço que nem estou ouvindo e continuo a andar.

Mas hoje eu estava andando na rua quando começou a chover forte do nada e na rua não tinha nenhum lugar para me abrigar e quase de frente a construção e os homens ali ficou olhando pra mim e me chamou pra ficar debaixo da garagem que ja estva levantada estava e coberta. acabei aceitando pois estava de vestido branco e com a chuva ia ficar praticamente transparente.

Eu fiquei com vergonha fiquei no canto onde não estava chovendo e os caras me olhando me comendo com os olhos.

E como estava de vestido branco e o pouco que molhou deu pra colar no corpo principalmente na minhas tetinhas, que com o frio dos pingos ficou com os biquinhos durinhos.

Já era tarde umas 17:00 os caras ja estavam parando o trabalho e uns 2 deles estavam tomando banho pelo barulho que vinha la de dentro da construção ai um dos que estava comigo la na garagem dissse se eu queria me secar ai eu disse que não, e ele continuou dizendo e fica assim molhadinha que é muito melhor, nossa aquela frase me fez arrepiar.

Claro que no fundo eu sabia que se eu entrasse ali iria ter que dar pra eles e na verdade era o que queria ser fodida.

Ali comigo tinha uns 3 homens e la dentro mais 2 no total 5 caras.

Tinha uma cadeia perto e me sentei e começei a enrolar meu cabelo, um dos caras se aproximou de mim ele era moreno forte estava com massa seca nos braços, ele chegou pertinho de mim e disse que eu cheirava muito bem que meu perfume estava deixando ele louco de tesão e não estava aguentando e ja com as mãos esticadas em minha direção me dizia pra não ter medo que ele não ia me machucar e com aquela mão grande e suja de massa passou a mão sobre minhas tetas e gemia dizendo ah que delicia, ele virou e disse pros outros veham ver que delicia e os outros caras vieram mais proximos e todos começaram a me tocar por cima do vestido, ai eu disse que se eles não me machucassem eu faria tudo que eles queriam os que estavam tomando banho tambem vieram em minha direção eles estavam de toalha e quando me viram nossa a toalha levantou na hora vi os paus deles ficarem duros e eles disseram meu Deus de onde veio essa delicia, ele virou pros caras e disse vão tomar banho enquanto isso cuidamos dela pois voces estão sujos e fedidos e a dama não vai gostar.

eles correram pro banho e eu ai sentada na cadeira com medo e muito tesão, esses dois ja eram mais velhos tinha o cabelo grisalhio porem eram fortes e com o corpo um pouco a cima do peso, mas sabbiam bem comer uma buceta.

Um deles pediu pra eu levantar, eu obedeci e ele sentou na cadeira eu fiquei de frente pra ele e ele me disse adoro seu cheiro de putinha, sei que vc esta com a bucetinha molhadinha assim como seu cabelo mas esta ecitada louca pra ser comida. E era verdade estava louca pra que todas aquelas rolas metessem em mim, então ele começou a passar a mão na minha perna enquanto o outro puxava a alça de meu vestido pra baixo, nisso os outros ja estavam terminando o banho um dele foi e fechou totalmente o portão e eu já estava ali so de calsinha com aquelas mãos em meu corpo, aquelas bocas passando pela minha pele e ouvindo deles que estavam loucos pra me foder o que estava na cadeira me pegou pela cintura, me colocou de costas e tirou a toalha de cima do pau e começo a passar na minha bunda o outro cara agachou na minha frente e começo a chupar minha bucetinha e o que estava sentado na cadeira levantou minha perna e com a outra mão no meu seio e o cara da frente abriu minha xoxotinha pro cara que estava na cadeira meter a rola em mim e assim foi senti aquele pau enorme entrando na minha buceta veio outro cara e pediu pra mamar o pau dele e começei a laber os outros caras passavam a mão no meu corpo e se masturbavam e assim foi indo eles trocavam a posição entre eles mas eu ali sentando no pau de todos, depois fiquei de frente a um dele que estava na cadeira abri as pernas e sentei no pau dele ele metendo na minha buceta e veio outro por traz e meteu no meu cuzinho enquanto mamava um outro ai foi a vez de meu cuzinho todos foderam com gosto, meterão muito eu so ouvia gemidos e me chamavam de putinha, cadelinha qu eu seia o bichinho de estimação deles e que todos iam cuidar muito bem de mim.

Depois fique de quatro no chão mesmo apoiando o braço no bloco e pedido porra, eu dizia que queira leitinho, me foderam de quatro ai começo a porra toda por todo lado na minha boca, na minha bunda no meu cuzinho escorrendo pela bucetinha depois fiquei deitada no chão e os que ainda não tinha gozado, gozaram nas minhas tetas e na minha barriga a essas horas ja estava escurecendo, eu fui tomar banho com todos aqueles caras nossa que delicia e eu fui praticamente arrombada mas foi uma delicia de vez em quando eu vou la vizitar eles e eles me chamam de putinnha da construção, sou a cadelinha deles eles ate compraramuma coleira e quando vou la antes deles me foderem eu coloco a coleia e fico de quatro pra começar a brincadeira.

E quem gostar de uma cadelinha no sil me escrevam....





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos anal bumbum gigante coroahumilhada e fodida contoContos erotico.crente metroconto entreguei os pés da minha mulher para um amigoincesto reais irmão tirando virgindade de irmã pequena em van escolarContos eroticos interraciais no escritoroscontos eroticos tia feiaescondido da mae conto eroticocontos erotico novinhas inocenteve porno com viadinho reganhado escorreno porrachaves sotinho ponoeu.tinha.cinco.anos.e.ja.dava.o.cu.pro.meu.primo.contos.prpibidoscontos erótico perdi a virgindade da b***** e do ku com meu patrãoconto erotico incesto sonifero filhamanuela pedreiro contos eroticosconto erotico gata no meu colocontos eróticos perdi minha virgindade com um pau grande e grossocontos eroticos como meu chefe transformou minha namoradacontos eroticos com velhocoroas homens velhos nojentos sexo relatoconto erotico engoli 1 litro de esperma no vestiariocontos gays ordenhando papaiconto erotico titio comendo meu cuzinhomae fode com filho contos eroticoscontos eroticos arrombando a gorda okinawan gélico pornôminha cunhada me suprendeu contosso putao dando o cu e gozando e gritandocontos eroticos calcinhas usadas da mulher do amigocontos gay novinho e pastorcontos realizei o sonho do corno engravidei de outroque cu mais apertado agora chora contoconto erotico comendo sogra no veloriocontos minha garotinhacontos eroticos Lebicas Tirei virgindade da minha irma com um cenourafofinha putaria goiania contoscontos erotico de esposa traindo cornoele ficou sem as pregas do c*conto minha enteada de dez anos sentou no meu pau sem calcinhacontos eroticos de putas casadas e cornos assumidoscontos eronticos pai e filhia no camilhao trasei com elacontos erotico olhadinha filha pequena dacontos minha cadela virgemswing tio com sobrinhas flagrante historias contosComi o cu da paulistinha contoscontos travesti no acampamentovou ponha ela no coichouxexo porno menino dado umaio namenina infiando odedo nabucetinha deladevagarsinho entrou tudo no cuzinho contoskiko masturbando a chiquinhacontos eroticos ma minha despedida de solteira fuquei com 25 homenscontos erótico com enfermeiraacabei com o cu da minha subrinha contos eroticos pornocontos eroticos minha sogra quis eConto safado de esposa putareal conto cunhadoSobrinho da Academia tia gordinha conto eroticoa minha cunhada casada e saia justa contos com fotospeladas com cu e a bunda melada de manteigaContos primeira chupadaconto erotico era pra ser brincadeira e virei cornosexo porno safada do sitiotudo no cucontos eróticos com mulher pedindo praconto erótico com foto titio me rasgouAmigo do meu filho dotado Contos eroticosconto eróticos sexo entre família gozando dentro da buceta engravida delecontos eroticos de roçacontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos arrombando a gordaseios tezudos ai q tezãoconto minha enteada de dez anos sentou no meu pau sem calcinhaescrava sexual contosmoramoa no litoral eu e minha esposa e recebemos um primo dela para pasar um fim de semana conoscoConto eroticos corno liberal safadocontos eroticos sadomasoquismo com putascomtoerotico com sobrinhaver contos excitantes com fotos,na praia,no onibus e no mato.conto erotico chantageada pelo deficientegrelo xoxotudacontos sexo minha sogra sua amiga