Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SENDO FODIDA POR PEDREIROS NA CONSTRUÇÃO

Proximo a minha casa tem ma casa em construção, sempre quanso passo por la os homens que la trabalha param e ficam mexendo comigo, eu faço que nem estou ouvindo e continuo a andar.

Mas hoje eu estava andando na rua quando começou a chover forte do nada e na rua não tinha nenhum lugar para me abrigar e quase de frente a construção e os homens ali ficou olhando pra mim e me chamou pra ficar debaixo da garagem que ja estva levantada estava e coberta. acabei aceitando pois estava de vestido branco e com a chuva ia ficar praticamente transparente.

Eu fiquei com vergonha fiquei no canto onde não estava chovendo e os caras me olhando me comendo com os olhos.

E como estava de vestido branco e o pouco que molhou deu pra colar no corpo principalmente na minhas tetinhas, que com o frio dos pingos ficou com os biquinhos durinhos.

Já era tarde umas 17:00 os caras ja estavam parando o trabalho e uns 2 deles estavam tomando banho pelo barulho que vinha la de dentro da construção ai um dos que estava comigo la na garagem dissse se eu queria me secar ai eu disse que não, e ele continuou dizendo e fica assim molhadinha que é muito melhor, nossa aquela frase me fez arrepiar.

Claro que no fundo eu sabia que se eu entrasse ali iria ter que dar pra eles e na verdade era o que queria ser fodida.

Ali comigo tinha uns 3 homens e la dentro mais 2 no total 5 caras.

Tinha uma cadeia perto e me sentei e começei a enrolar meu cabelo, um dos caras se aproximou de mim ele era moreno forte estava com massa seca nos braços, ele chegou pertinho de mim e disse que eu cheirava muito bem que meu perfume estava deixando ele louco de tesão e não estava aguentando e ja com as mãos esticadas em minha direção me dizia pra não ter medo que ele não ia me machucar e com aquela mão grande e suja de massa passou a mão sobre minhas tetas e gemia dizendo ah que delicia, ele virou e disse pros outros veham ver que delicia e os outros caras vieram mais proximos e todos começaram a me tocar por cima do vestido, ai eu disse que se eles não me machucassem eu faria tudo que eles queriam os que estavam tomando banho tambem vieram em minha direção eles estavam de toalha e quando me viram nossa a toalha levantou na hora vi os paus deles ficarem duros e eles disseram meu Deus de onde veio essa delicia, ele virou pros caras e disse vão tomar banho enquanto isso cuidamos dela pois voces estão sujos e fedidos e a dama não vai gostar.

eles correram pro banho e eu ai sentada na cadeira com medo e muito tesão, esses dois ja eram mais velhos tinha o cabelo grisalhio porem eram fortes e com o corpo um pouco a cima do peso, mas sabbiam bem comer uma buceta.

Um deles pediu pra eu levantar, eu obedeci e ele sentou na cadeira eu fiquei de frente pra ele e ele me disse adoro seu cheiro de putinha, sei que vc esta com a bucetinha molhadinha assim como seu cabelo mas esta ecitada louca pra ser comida. E era verdade estava louca pra que todas aquelas rolas metessem em mim, então ele começou a passar a mão na minha perna enquanto o outro puxava a alça de meu vestido pra baixo, nisso os outros ja estavam terminando o banho um dele foi e fechou totalmente o portão e eu já estava ali so de calsinha com aquelas mãos em meu corpo, aquelas bocas passando pela minha pele e ouvindo deles que estavam loucos pra me foder o que estava na cadeira me pegou pela cintura, me colocou de costas e tirou a toalha de cima do pau e começo a passar na minha bunda o outro cara agachou na minha frente e começo a chupar minha bucetinha e o que estava sentado na cadeira levantou minha perna e com a outra mão no meu seio e o cara da frente abriu minha xoxotinha pro cara que estava na cadeira meter a rola em mim e assim foi senti aquele pau enorme entrando na minha buceta veio outro cara e pediu pra mamar o pau dele e começei a laber os outros caras passavam a mão no meu corpo e se masturbavam e assim foi indo eles trocavam a posição entre eles mas eu ali sentando no pau de todos, depois fiquei de frente a um dele que estava na cadeira abri as pernas e sentei no pau dele ele metendo na minha buceta e veio outro por traz e meteu no meu cuzinho enquanto mamava um outro ai foi a vez de meu cuzinho todos foderam com gosto, meterão muito eu so ouvia gemidos e me chamavam de putinha, cadelinha qu eu seia o bichinho de estimação deles e que todos iam cuidar muito bem de mim.

Depois fique de quatro no chão mesmo apoiando o braço no bloco e pedido porra, eu dizia que queira leitinho, me foderam de quatro ai começo a porra toda por todo lado na minha boca, na minha bunda no meu cuzinho escorrendo pela bucetinha depois fiquei deitada no chão e os que ainda não tinha gozado, gozaram nas minhas tetas e na minha barriga a essas horas ja estava escurecendo, eu fui tomar banho com todos aqueles caras nossa que delicia e eu fui praticamente arrombada mas foi uma delicia de vez em quando eu vou la vizitar eles e eles me chamam de putinnha da construção, sou a cadelinha deles eles ate compraramuma coleira e quando vou la antes deles me foderem eu coloco a coleia e fico de quatro pra começar a brincadeira.

E quem gostar de uma cadelinha no sil me escrevam....





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de sogra gravida transandoavantajosa gosou dentroquero ver o filme de pornô a mulher metendo o Cascão na gemendo gemendocontos duas gostosas dando o cu para um cara pausudocontos bebendo porrano colo contos eróticosComi minhas primas novinha e safadinha contoContos fudendo elaconto erótico nru marido me fez da pra um cão conto de sexo com bela coroaContos Comendo A filha da amigacontos meu espooso come minha buceta e outro come meu cucontos eroticos gay no cinemagozaram tudo no meu cu contoconto erotico: va para o vestiario e me esperevelha ficado com o vizinha amandoucontos pornô casal fudendo com a empregadinhacontos eroticos tio e sobrinha novinhaConto erotico danoninhoContos eróticos transei com a mãe casada do meu melhor amigocontos erotico uma buceta velhaporno cunhada seio duro violadaContos eroticos9aninhoscontos heroticos gay meu padrinho de vinte anos me comeu dormindo quando eu tinha oito anoszoofilia mulher carente arruma um componheiro pra lir da prazerenfia esse pintão pai contoContos eroticosmenina de dez anos fazendo sexocontoseroticosnamoradavirgemmamando no genro contostirei o c******** da minha enteada Camilaminha namorada ficando com.outro contocontos abusadoContos de mulheres que pegam marido com travesticontos eróticos titio encheu minha bucetinha de porra pornocomtos de fodas com travetis e mai e pai e filhoslinda buceta aberta corno contosconvencir minha mulher zoofiliaconto festa arebentarao meu cu meu maridocontos o boquete no novinho no onibuspai me comecontos eroticos excitantesconto erotico com gordinhaConto de neto dopa avo e come a buceta delaconto erotico eu de toalha com meu cachorrocontos eroticos gay garotinhoa cunhada mais nova pede para o seu cunhado gozar em sua boca tem RNA tomar galacontos eroticos enganada e oferecida pelo maridocontos eróticos gravou tia dando pra doisdei cu de fio dentap****** do papai contos eróticoscontos eroticos familiacontos eroticos de homens que vestem as calcinhas das esposas e saem com travestibuceta carnuda comtos de sexocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zoox vidio comtos eroticos mães inocenteirmãos contos eroticosmulher escanxa no cachorro e goza gostosocontoseroticosnamoradavirgemseu madruga coloca pau no cu da dona florindaSexo no aterro do flamengoconto real levei minha mae para ficar com um travestiCacetudos batendo punheta no alimentoscontos eroticos. cadelinhafui errabada pelo meu avoenso botar po para mulher do corno contoscontos eroticos comendo traficantecontos eroticos ai ai ai mete safadocasalnacamatrepandonegra da pra um de4 e chupa do outro por dificuldade em motelcontos eroticos Araguaina Toapostou a filha conto eroticoconto gay metemos.o dia todoarregaçando conto heterosexo na infanciacom tio contossempre dou uma escapadinha contos