Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI MINHA IRMA CACULA

COMI MINHA ÍRMãCAÇULA



Era um dia quente de verão. Estava na janela olhando a paisagem ao redor. O calor era insuportável. Não havia nada para se fazer naquela tarde ensolarada. Resolvi ir para o quarto e ditar um pouco.

Quanto entro no quarto, vejo minha irmãzinha deitada na minha cama de bruços. Ela estava dormindo. Estava usando mini-blusa e uma saia curtíssima. Aproximei-me e comecei a tentar acordá-la. Mas ela dormia profundamente. Dava para ver o volume da buceta na calcinha. Afastei-me um pouco e comecei o observá-la com atenção. Aproximei-me novamente e virei ela de frente para mim. Suas pernas ficaram abertas em minha direção. Era uma visão maravilhosa. Não resisti à tentação e resolvi passar as mãos nos seus seios. Eles eram de tamanho médio, firmes e, para minha surpresa, começaram a ficar durinhos com as minhas carícias.

Desci as mãos até chegar à sua buceta. Volumosa e macia, acariciava com cuidado com receio de acordá-la. Passava o dedinho na entrada. Não resisti e afastei sua calcinha de lado. Foi a visão mais maravilhosa que tive em toda a minha vida. Sua buceta era linda. Depilada e lisinha: Perfeita. Percebi que sua buceta começava a ficar molhada. Minha irmã mesmo dormindo já estava ficando excitada. Me abaixei na sua frente, abri suas pernas e comecei a chupar aquela buceta maravilhosa. Com o passar do tempo, chupava com mais força. Estava bebendo todo o leitinho que saia daquela xoxotinha deliciosa.

Estava com tanto tesão que resolvi tirar sua calcinha: talvez fosse a única chance de fuder minha írmã, não podia desperdiçá-la. De repente, ela começa a se movimentar: estava acordando. Quando se encontra de pernas abertas e eu agachado na sua frente ela sem calcinha, solta um grito ensurdecedor (deve ter sido ouvido em toda a vizinhança).

Fiquei apavorado. Tentei acalmá-la. Ela estava muito nervosa. Perguntou se eu havia visto ela pelada. Disse que sim. Ela perguntou por que eu tinha feito aquilo com ela. Porque era louco por ele, respondi. Disse a ela que não diria nada a ninguém se ela fizesse isso sá essa fez comigo. Ela pensou um pouco e disse que sim.

Comecei a chupar novamente sua buceta. Ela gemia de prazer. Pedi para ela sentar na cama e coloquei meu cacete para forra. Pedi que chupasse. Ela abocanhou todo de uma vez. Chupava deliciosamente. Mas não estava interessado nisso. Fui direto ao ponto principal: sua buceta.

Com as pernas bem abertas, coloquei meu cacete bem na entrada de sua xoxotinha. Ela disse que estava com medo de doer. Prometi que se doesse, eu pararia. Comecei a empurrar meu cacete naquela buceta maravilhosa bem devagar. A cada centímetro que entrava, mais alto ela Gemia. Começamos a nos beijar. Meu cacete já estava todo dentro dela e ela pedia para que eu mexesse mais rápido. Estávamos fudendo intensamente. Metia nele com todo força. Ela dizia que me amava. O que fazia eu meter mais forte ainda.

Ela começou a tremer, percebi que estava gozando. Iniciei uma sequência de estocadas com mais intensidade. Queria gozar junto com ela. Enfiar tudo, pediu. Ela gemia e se contorcia de prazer: estava gozando. Pouco tempo depois era minha vez. O gozo veio de forma tão intensa. Esporrei tudo dentro dela. Aquilo foi maravilhoso.

Estávamos exaustos. Prometemos um ao outro que essa seria a primeira de muitas transas gostosas.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto levadio e safadinho bucetinhacontos eroticos de choronasfilho adotivo punheteiro contosconto erotico minha namorada e meu tiocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de cdzinhas orientaisContos sexo com pai da amiga e engravideicontos erotico meu cunhado e meu sogro me estupraramContos eróticos curtos de cachorro fodendo a cozinheiraCasada fodeno com sogro no sitio contoconto primeira peitinhocontos de esposa gordinha tambabaver coroas passando lingua no saco e pau baile de carnaval pornoCONTOS EROTICOS REAIS EM VITORIA ESconto comendo mães e filhasvivos magras de peitospequenos deixando gozar no peitocontos eroticos comendo o cu da vendedora da avonmeu padrinho quer transar comigoConto comi a mãe da minha namoradacontos comiminha primaconto erotico enrabadocontos eroticos feriado quitinete praiatravesti pito duro gozanovoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos vizinhas camaradaszoofilia espanhola gostosa atualContos Eróticos De Uma Senhora Verabuceta carnuda comtos de sexoso sadomasoquismo com maridos e esposas contos eróticosporno insesto na hora gue o tamanho do pau me asusteicheirei o fundinho da calcinha usada da minha tia safada contoscontos cachorro lambendo penis de homemContos eroticos gratis de estagiarias lesbicaasdeu a buceta no presidio contosNunca desconfiei do primo da minha namorada. Contosxxvideos tia chopano a sobrinha novinha Sobrinho da Academia tia gordinha conto eroticocontoseróticoamigaso comedor do casal contoConto herotico lesbica entre mãe e filhinhacache:K5a2T1gNGzgJ:https://okinawa-ufa.ru/home.php?pag=497 O filho do meu chefe comeu minha jovem esposa bundida na marra na fazenda eu vi contosconto comi uma eguaconto erotico com sadomasoquista cinto de castidadeconto porno come o cu da minha cunhada e a amante e sua amigacontos esposa da o cu no acampamento ao lado d marido no escurodopei meu irmão de oito anos e fode ele incesto gaymeu marido bebeu e convidou meu cunhado pr durmi em casa e mi comeconto minha madrasta me transformou em mulherconto minha tia de calcinha andandover contos erótico mãe gordinha concebido gostosa s*****video zoofilia egua com greli enormecontos comi a colega da minha prima a martinha.peguei minha sobrinha no colo e direi seu cabaço contosconto erotico enrabadocomendo a puta contos eróticosconto minha esposa rabuda deu pra familia todo na salacontos treinador gay da escolinhamulher com contracionar peladaAmigas pirocudas contosfodida junto com o marido contos eróticoscontos eróticos de famílias pela primeira vez participando da praia de nudismoconto cunhada e sogra safadinhaContos eroticos eu paguei pra fuder a minha sobrinha casadadei de perna abertacontos eroticos glaucia cdcontos eróticos comi a bundinha da mulher do meu amigo com ele dormindo realconto porno gravidacontos sadomasoquismo extremoContos eroticos de estruponegoes com casadas-gozando dentro/contos e fotoscontos eroticospais e filhas novinhasNovinha apavorada com anaconda gigantecontos eroticos pomadaContos sadomasoquistas de Mestre VIIcontos eroticos de tio dando a bundacontos de incesto de maes treprando com filhosContos eroticos currada no onibus de fio dentalcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos erótico coroa da parada enrabou novinho gayEsfreegando a pica na maninha inocenti contos eroticcosdando transito por ter medo de multada fuder