Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O BARQUEIRO E EU...

Não sou muito chegado a festas de fim de ano, sendo assim uma amiga minha me convidou para passar o Reveillon com ela e sua familia em Cabo Frio - Rio de Janeiro, um lugar mais que paradisíaco.

Passei bons 19 dias nesta cidade, curtindo suas belíssimas praias e também seus moradores, é claro !!! Mas isso é outra histária.

Eu sou branco, 1,87 de altura, 87 de peso, olhos e cabelos castanhos, peludinho, super másculo e bonito na opinião das pessoas, 32 anos e por aí vai... como já estava curtindo sol e praia há 19 dias, estava bem queimado de sol e de branco passei a ser moreno com uma bela marca de sunga. No último dia de viagem, resolvemos fazer um passeio de barco pela orla de Arraial do Cabo, conhecendo algumas praias paradísiacas que sá dão para chegar de barco. Quando parei o carro para descermos no porto, fomos abordados por um moreno de outro mundo, o cara parecia um semi deus grego, de camiseta e short perguntando se queriamos fazer o passeio de barco. O cara, tinha mais ou menos 35 anos, 1,82 de altura, uns 80 de peso muito bem distribuidos, bem moreno por conta de seu trabalho e sol de todo dia e olhos castanhos claros o que dava um tom mais sexy ainda, aceitamos o passeio dele, claro que na verdade eu nao aceitaria com nenhum outro, pois na mesma hora que olhei pra ele, senti um tesão enorme.

Entramos no barco e aguardamos mais algumas pessoas, o barco tem capacidade para levar 30 pessoas e saímos com 20, o que deixou o barco meio vazio e assim as pessoas bem a vontade. Tirei meu short e camiseta e fiquei sá de sunga, pois sabia que aquele sol poderia me deixar com marca de camiseta e eu queria conservar minha marquinha de sunga. começamos o passeio e passamos pela primeira praia, um lugar dos deuses, uma agua mais que cristalina... se nao fosse salgada dava até vontade de beber... rs... na hora de subir no barco para irmos para a segunda praia fiquei por último para poder analisar aquele homem forte e excitante... nisso um velho que estava na minha frente quase caiu na agua na hora de subir no barco e o moreno segurou sua mão, nisso o velho (creio que sem querer) deu uma sarrada com o cotovelo no pau do meu moreno, na mesma hora o moreno ficou sem graça e olhou pra mim, eu fiz logo aquele olhar meio malicioso, meio que sorrindo e naquele momento ele entendeu minhas intenções... subi e como minha amiga e sua familia estavam no barco, não podia dar muita bandeira... e passei na minha... o barco seguiu para a outra praia, lá chegando (numa praia da Marinha do Brasil) fui um dos primeiros a descer, até mesmo para poder ajudar a filhinha da minha amiga e logo fui me deliciar com aquelas aguas, areias, sol, céu e tudo o mais que havia naquela praia. Nessa praia é permitida a permanencia de quaisquer pessoas por apenas 30 minutos, coisas de reserva ambiental, etc... Mais uma vez fomos pro barco e tentei ser o ultimo a subir, mas agora tinha sido bem pior, pois minha amiga e seu marido tinham ficado atras de mim, entramos no barco e eles todos sentaram e eu me posicionei do lado de fora (como se fosse uma area aberta do barco) que era ao lado de onde o barqueiro conduzia o barco e naquele momento comecei a puxar assunto com ele pela janela, falando de como a praia era linda, de como o lugar é um paraíso e ele começou a me contar que ele era marinheiro e tirava serviço naquele lugar e que lá nem luz eletrica havia... putz... mais excitado eu fiquei, imaginando aquele deus grego sozinho comigo naquela praia... ai ai... e comecei a encher ele de perguntas e ele me respondendo todas e eu falei que deve ser um tedio ficar num lugar sem luz e sem nada pra fazer a noite, ele me disse que dormia somente, aí eu falei que seria bom era estar naquele lugar se tivesse uma mulher pra comer ou quem sabe um gay... em segundos ele ficou sem fala, mas na mesma hora eu olhei pro seu short e vi que ele havia se excitado com meu comentário, nisso ele olhou pra tras para ver se não tinha ninguem ouvindo nossa conversa, viu que nao tinha e me respondeu que vez enquando tinha um marinheiro lá que tirava serviço que ele comia e me deu uma olhada hiper sacana, nisso eu tive que me controlar pois eu estava de sunga e comecei a ficar de pau duro, imagina se alguem vê?, mudei de assunto já imaginando como eu iria fazer para poder ter esse deus grego por um momento em meio aquela gente toda. Nossa práxima parada foi um restaurante flutuante, descemos e minha amiga e sua familia foi logo pedindo peixe e camarão pois estavamos todos com muita fome, nisso uma senhora que estava no passeio junto conosco passou mal ao chegar no restaurante e como o restaurante era flutuante e no meio do mar não tinha escolha, o barco tinha que leva-la em terra firme, nisso meu moreno foi de mesa em mesa avisando as pessoas que iria levar a senhora em terra firme e que em meia hora voltaria, nisso eu dei uma piscada pra minha amiga que entendeu tudo na hora e disse que eu iria junto pra poder ajudar a senhora, até porque a senhora era argentina e eu me arranho bem no espanhol e poderia ajudar e falei com o barqueiro que poderia ir ajudar ele, com pressa pra poder ir e voltar falou pra eu entrar logo no barco, me joguei dentro do barco e claro que fui dando meu apoio a senhora e seu marido, chegamos em terra firme e despachamos a velha.. rs... nisso ele pegou e quando estava saindo com o barco me perguntou se eu estava gostando do passeio, disse que estava adorando, entao ele me disse que a melhor parte do passeio eu teria naquele momento, nisso ele desligou os motores da embarcação e desceu uma escadinha e tirou toda sua roupa, deixando a mostra uma tatuagem de âncora na perna ... putz... eu nao aguentei de tanto tesão, desci a escadinha já de pau durão e ele me tascou um beijo tipo daqueles de cinema, eu fui logo segurando seu pau, ele pegou minha cabeça e foi abaixando e eu lambendo seu peito, sua barriga até chegar naquele pau maravilhoso que devia ter uns 19cm e grosso na medida certa, mamei muito aquela pica, quando ele pegou e me subiu e me beijou novamente e me virou de costas, nisso ele abriu o laço da sunga e abaixou a minha sunga e enquanto me beijava, me punhetava e eu a ele (não sou bobo), nisso ele me virou de costas e me fez ficar meio inclinado, abaixou e começou a lamber meu cú e disse que estava uma delicia aquele cú com gosto de mar, ele ficou alguns minutos chupando meu rabo e derrepente ele levantou e começou a me sarrar com aquela pica gostosa... cara... eu sem nem segurar no meu pau tava quase gosando... uma coisa de louco, nisso ele começou a meter aquela pica, bem devagar, ficou brincando com a cabecinha lá dentro e quando viu que meu cú se acostumou com sua pica, começou as estocadas, cara, já tive fodas homéricas, mas eu estava num extase que não saberia descrever, aquele homem lindo, gostoso, másculo, me fudendo... putz é muito bom, nisso ele me fudendo já algum tempo e me falando um monte de sacanagens, segurou firme no meu cabelo e jogou aquela porra gostosa e quentinnha dentro de mim, nisso ele enquanto gosava urrava e gemia e gritava como um louco, nisso quando ele acabou de gosar, tirou o pau de dentro e me virou de frente e começou a me beijar e me punhetar e não demorei nada e gosei em cima dele, joguei minha porra em cima do pau dele e há muito tempo eu não gosava tanto assim, cara foi uma viagem. Nisso estavamos todos dois sujos, tentamos nos limpar com papel o que não deu muito certo, ele pegou e subiu de novo pro barco, viu que não tinha outra embarcação por perto e mergulhou no mar nuzinho, eu fiquei apavorado (sou meio cagao em mar aberto) e ele voltou e me deu um beijo rapido e disse que eu não precisava ter medo não... ai ai... nisso ele se vestiu e eu coloquei minha sunga e continuamos a nossa viagem, chegamos no barco flutuante, pegamos o pessoal e minha amiga na hora viu minha cara de felicidade e me alertou que meus pelos da perna estavam sujos de porra... dei uma risadinha e fiquei sentado até chegarmos na proxima praia, onde novamente fui o primeiro a descer e me isolar do pessoal pra poder me lavar. Acabando o passeio, ele fez um gesto para eu esperar e veio falar comigo que esperava que eu fizesse o passeio mais vezes e me deu o cartão do barco e atrás escreveu seu numero de celular e disse pra eu ligar quando quisesse. Galera, e o melhor é que isso não foi um sonho... foi a mais pura realidade, sá quis compartilhar um dos momentos mais felizes da minha vida e sem duvida a melhor viagem que já fiz na vida.



Agora espero a nota de vocês para esse meu conto e brvemente escreverei outro...

Beijo grande e Feliz 2010 pra vocês como o meu esta sendo !!!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


transa ariscadaminha cadelinha zoofilia contoscontosmenininha e novinha sendo e******** contos eróticoscontos eróticos sogra vira p*** do genro picudoBusca por contos de esposa reais, que vai para balada e deixa o marido transtornado quando ela demora no banheiro e pega ela transando no estacionamentocontos eroticos travesti me comeuminha primeira traiçãocontos eroticos vestido coladocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteler conto erótico f****** a minha tia numa festa fantasiaMinha sobrinha ligia conto eroticoChaves come cú da ChiquinhaSempre passo o dedo no grelinho da minha netaconto erótico com vigilanteconto erotico gay com o vendedorcontos duas gostosas dando o cu pro homem e pro cão juntascontos veridicos de japa com negao de pau gigantemeu pai tirou meu cabaco e colocou um absorvente para não Vazar conto tacou a piroca na vizinhaContos Eróticos De. Comi Minha Vizinha Do Ladoarombei minha mae contos eroticos pornorelatos de casadas que treparam vom suas cunhadssconto erotico viado casadoarregaçado pelo cachorro contoscomendo a irmãzinha e a amiguinha dela contos eróticoscontos dando banho no meu filhinho chupei o pintinho delesobrinho mandando ve no cu da tia contospia se acha ser pausudorelatos contossexo menininhas 9 aninhoso filho da puta dormiu e me gastaram toda pornô contosjhuly cdzinhafudendo o cú da mae de renan conto eroticotanguinhas usadas da minha mulher contos eroticoscontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos eroticos diarista casadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico Garota CCb casou virgem lua de melcontos eroticos ai ai ai mete safadoconto erótico "Olá a todos, me chamo guilherme e hoje tenho 20 anos, a histária que vou "xporno ddespistandosou uma mulher casada mais adoro trai meu marido adoro da minha bucetinha meu cuzinho a outro homem e tambem adoro chupasou coroa loira e resolvi dar o cu com 53 anosEliana experimentando calcinha fio-dental buceta carnuda comtos de sexoxoxota doce contoscontos eroticos grelo sugadoboquete no casado contogritei muito enrabada contosmamae linda e brava/contoscontos erotico esposa propoe proconto submissa ao paus negros e grandecontos eróticos o pai da minha amigacontos bunda cu bebadaContos eróticos curtos de cachorro lambendo a buceta da vócontos punheta com a maeloiro do olho verde me fazendo um boquete gostoso perto da piscinacontos eróticos priminha caçulacomedo a aluna no motel contocontos eroticos pezinhosContos eróticos transando perto dar famíliabunda enorme calcinha rendinha vai cuzudaContos Eroticos Gratis De Gay COMIDOvídeo cunhado faz chantagem para comer a cunhada casadaarrombando o c* de modeladassentei no colo do meu primo e perdi a vingidade com eleOuvir contos de inxestometendo com violencoa no cu da gordonabuceta babadinha contos eróticoscontos eróticos vi minha vizinha dando pro meu cãotica cuzinho piscando na camcontos eroticos esposas adora pau grande e muita porra levei ela pra dar pum cavalotranse com meu pai no onibuscontos eróticos gay iniciado pelo paias pamteras se fudeu rola crossa no cucontos de cú de coroacontos eróticos rola babonaContos eróticos com mulher amamentando bebê e homem ficou excitado.conto erotico lésbicas roçando.a buceta na caracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos com fotos de menininhas safadasporno doido sumindo um emorme prinquedo na puseta