Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TIVE MEU CÚ VIOLENTADO(EMPREGADINHA)

Meu nome é Rose, tenho 22 anos,sou morena clara, 1,65 metros, cabelos curtos alisados castanho claro, tenho uma bunda durinha,grande e gostosa, meus seios são pequenos,tenho pelos no cú e na buceta.Sou empregada doméstica.Nem sei como estou escrevendo isto, porque sou muito tímida.Dessas com cara de boba mesmo.Bom, aconteceu quando fui levar a filha da minha patroa prá brincar na casa da coleguinha dela.Bati a campainha e prá minha surpresa quem atendeu foi o pai da garotinha.Ele me olhou com uma cara de safado.Então entramos.Elas foram brincar e nás ficamos a sás.A esposa dele não estava.Ele me disse que ela chegaria ainda pela manhã pois ela trabalha a noite.O tarado abriu o ziper da calça, tirou o pinto prá fora, e eu toda envergonhada não sabia o que fazer.Ficou batendo punheta na minha frente e me mandou ir para o quarto dele.Sentei naquela cama de casal .Estava nervosa, tremia e meu coração batia forte, estava com medo.Quando fico assim tenho mania de sentar em cima das mãos.Ele olhou prá mim e me disse que eu tinha a mesma cara de sonça retardada da esposa dele.Me disse que ia tratar de mim igual tratava a esposa dele.Colocou o pinto duro, grande e cabeludo na minha boca, tirava,dava tapa no meu rosto.Fez isso umas trinta vezes.Segurava na minha cabeça, mandou que eu não tirasse as mãos aonde estava.Empurrava varias vezes aquele pinto na minha boca, fazendo chupa-lo, tirava e dava no meu rosto, enquanto me falava:Chupa essa pica, trouxa otária, vê se ao menos presta prá isso.Era muito humilhante.Eu estava de mini-saia.Ele me mandou levantar, me mandou levantar ela, ficou rindo da minha calçála, que foi logo arrancada.Abriu minha bunda e foi logo dizendo:Vai lavar seu cú imundo, empregadinha imprestável.Então corri para o banheiro toda envergonhada, lavei meu cú, sequei com uma toalha de rosto que estava lá.Quando voltei ele fez a mesma coisa.Abriu a minha bunda, me chamou de cú de porca imunda, pegou um bolo de papel higiênico e mandou eu enfiar no rabo.Me senti muito humilhada tendo que fazer aquilo na frente dele.Depois voltei para o banheiro com o cú queimando, prá tirar aquele bolo de papel de dentro do cú e lava-lo de novo.Depois que voltei para o quarto, aquele tarado estava me esperando com aquele pinto duro.Começou a me alisar na buceta e no cú.Se agachou comigo virada de costas. chupava e cheirava meu cú igual a um cachorro.Me chamava de cadela, meu colocou de quatro, mandou eu cobrir a cabeça .Depois que cheirou meu cú de novo o filha da puta me violentou, estrupando e batendo forte na minha bunda.Tive até medo da meninas escutarem, tive de aquentar caladinha sem dar um pio.Sentia aquela rôla grossa me rasgando.Doia muito, pois meu cuzinho era virgem.Comia meu cú me chamando de cadela emprestável igual a esposa dele.Surrava minha bunda enquanto metia eu chorava mas ao mesmo tempo sentia muito tesão e me mastubava igual a uma lôca.Ele percebeu que eu estava gostando.Como já estava quase na hora da esposa dele chegar, ele tirou do meu cú e me mandou ir batendo punheta na minha boca.Senti nojo na hora, não queria fazer.Ele ficou nervoso comigo, empurrava aquele pinto na minha boca enquanto me batia mais no rosto.Tive que pegar aquela pica nojenta, enfiar na boca e bater punheta prá ele até fazer gozar.Me mandou engolir a porra porquê não queria sujeira no quarto .Tive de me recompor logo e voltar para sala.Quando a esposa dele chegou, eu ja estava com as garotinhas, a esposa dele foi logo para o quarto.Na hora de ir embora isso depois de alguns minutos, fomos nos despedir.Quando passamos pelo quarto, pude escutar os estalos dos tapas dele.Minha buceta escorria de tesão.A esposa dele meio constrangida é que saiu do quarto para abrir a porta.Mal ela sabendo que também fui violentada pelo marido tarado que ela tem.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


rapaz chupa seios com gula pornodoidocontos eroticos incesto ensinei minha filha fudermeu cuzinho desvirginadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos ela gozou no meu dedo no metrôcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticosem familiacontos eróticos ensinando à casada gostosa à gozarbotando caralho no cu do bebadocontos eroticos deixei o meu cunhado gozar na minha bocaContos erotico minha tia coroa gostuma anda nua em casacontos eróticos usada pelo padrinhoesposo liberando a esposa para viajar contoconto erótico gay com estuprocontos minha cunhada viu eu mijanoVem amor segure a rola dele para eu sentar em cima, vem meu corninhoVideo porno de duas coroas de 45anoa saindo juntas pelaprimeira vezcontos sem calcinhacontos eroticos de negros em hospitaiscontos eroticos--amo ver a buceta da minha netatraficante comendo a travesti conto eroticoMadrinha putinha contosmae entra no quarto de filho sem calcinhasarrando a tia de saia curtinha contocontos gays seu tiaoContos eroticos cheirando calcinhas no banheiro da lojaestórias eróticas reais de sequestrocontos eroticos troca de casal pica ggsocando fundo no rabo da sogra chifreirao militar tirou minha virgidade contoscontos eróticos incesto férias com mamãecontos eroticos dando a xota para o meu primo e o amigo dele na casa delecontos eróticos teen apostacontos erotico com irmaoContos eroticos eu paguei pra fuder a minha sobrinha casadapornô doido a tia convencia sobrinha a chupalaPutinha do papai negro contos eróticoscontos enquanto dormiaconto mae e filho bebados fazem sexo depois na valta de uma festaEmpregada Triscando no meu pau contoirma caçula chantageada libera pro irmao contos eroticospiranhona no pau preto na frente do cornogay "macho vagabunda" contoContos ertico tia negraconto erotico com sadomasoquista cinto de castidadecontos heroticos gay meu padrinho de vinte anos me comeu dormindo quando eu tinha oito anosfodas de esposas q gostam de ser curradastezões hentaicontos eroticos solteira vendidachupava a noite inteira ele amarradocontos eroticos entre garotinhas novinhascontos eróticos com mulher pedindo pracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos filha praia esposacomi o padreSenhoras cinquentonas casadas praticando Zoofilia prla primeira vezmotoboy gay contorelatos comi a gorda na marraContoseroticosdevirgemsporno adivogada trepa com criericontos eróticos disneylandiacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico sobrinhacontos enrabando sobrinha da minha mulhercontos de menina nova perdendo o cabacoContos erotico.crente metrofiz sexo pra passar de semestre contoscalcinhas.erroladinhas.no.cuzinhosou bunduda e trair o corno contoscontos eroticos dando o cu para manter o empregoContos pornos mendingoscontos de sexo com velhos babõesminha mãe me ensinou a engolir porra