Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

AINDA SOU HOMEN

Olha isso aconteceu hoje pela manhã e podem ter certeza é tudo verdade o que me deixou muito aliviado.

Hoje pela manhã (1712) no conto anterior acho que me confudi era dia 19 terça feira.

Pois bem vamos aos fatos como saio uma vez por semana na casas dos irmãos para orar com eles cheguei na casa de uma irmã e como aproveito pra fazer uma caminhada saio a pé chegando lá ela me recebeu com muito carinho pois afinal todos gostam muito de mim na igreja entrei conversamos um pouco e fomos orar estávamos orando quando notei que ela estava quase caindo pois estava entrando em transe amparei ela pra que não caisse no chão e coloquei deitada em um sofá como estava com um vestido um pouco curto (pelos joelhos ) subiu pra cima dixando suas coxas a mostra meu coração disparou vendo aquilo e comecei dar uns tapinhas na sua face pra que ela acordasse quando ela se recuperou levantou e me pediu desculpa por estar assim com as pernas de fora eu disse que estava tudo bem e que sá não arrumei seu vestido pois não era meu papel ela agradeceu e me elogiou pela minha atitude sentamos e stávamos conversando quando chega na porta um cachorro pastor alemão por sinal muito bem cuidado e senta na frente da porta ficando virado pra nás notamos que estava com seu pau saindo pra fora eu desfarcei e ela foi até a cozinha e trouxe um pedaço de pão o qual jogou pra ele pra que ele saisse dali ele comeu e voltou no mesmo lugar ela tentou tocá-lo mas eu disse que podia deixar pois afinal ele não sabia o que estava fazendo enuanto ela sentava notei que seu vestido subia deixando a vista aquela pernas maravilhosas ela puxou pra baixo e disse que ja estava na hora de doá-lo pois ja não estava mais lhe servindo eu sorri e disse pra não se preocupar que eu ja tinha visto muito mais do que estava aparecendo ela ficou corada e pediu desculpa mais uma vez e eu dsse que nada então ela ficou mais a vontade e quando se mexia não se preocupava em puxá-lo pra baixo tentei me despedir e sair pois não costumo ficar mito tempo na casa dos membros mas ela disse que era cedo e era pra mim ficar mais um pouco ja que a semana anterior não tinha passado em sua casa voltei a sentar e como o cachorro estava perto passei a mão na cabeça dele ele como que recebece um convite entrou e deitou em nosso meio ela disse que era muito sem vergonha e colocou seu pé em seu pescoço fazendo carinho ele se virou de costase de imediato deixou sair quase todo seu cacete pra fora ela tentou empurra-lo mas eu disse que a culpa era dela pois foi ela que o despertou ela sorriu e se ageitou na cadeira deixando suas coxas mais ainda a mostra não resisti e coloquei minha mão em sua perna e ela disse nossa pastor não pensei quevc fosse assim mas não tirou minha mão então perguntei se ela não queria ela sá disse feche a porta e foi pro quarto fui atraz dela e quando cheguei no quarto ela ja estava se despindo comecei beija-la ela com os olhos feichados me beijava com muito tesão derrepente senti que o cachorro nos lambia e ela me disse porque não tirou ele pra fora sem falar nada deitei em cima dela sugando seus peitos ela abrindo as pernas pedia pra mim penetra-la fiz isso pois vi que ele ja chupava sua buceta e eu queria pra mim tambem aquela lingua quando atolei meu cacete nela senti que ele começou a passar a lingua no meu cu fiquei louco pois o que eu queria era ser comido por ele neste instante ele tentou trepar em nás e eu saí rapidamente (sem querer é claro sá pra ela não perceber minha atração por pica) ela disse tira ele pra fora e eu lhe disse deixa tive uma idéia fiquei de costas e pedi que ela sentasse em cima do meu cacete de costas ela rapiamente sentou e começou mexer gostoso deitei ela em cima de mim e beijando seu pescoço disse que queria seu cuzinho tambem ela disse que tinha medo pois tentou uma vez e doeu muito quando gozamos naquela posição e nossa porra escorreu no seu cuzinho enquanto eu lubrificava seu cu com porra o cachorro ja estavanos lambendo de novo ela não resiste e pede pra mim comer seu cuzinho fui nas nuvens com aquele pedido pois ela me chamava de pastor com muito carinho enterrei tudo em seu cuzinho apertado neste instante o cachorro tenta trepar de novo ja que estamos com as pernas pra fora da cama e eu digo em seu ouvido melhor que um pastor sá dois deixa ele e ela me diz será? sem dizer nada como ele ja estava trepado seguro suas patas e ele começa um vai e vem maravilhos em cima dela aquele cacete batia nas suas coxas no meu pau escorregando nos meus culhões peguei aquilo na minha mão e senti vontade de colocar em meu cuzinho mas direcinei praquela xaninha faminta ele atolou tudo de uma vez enquanto ela gemia alto de prazer e dizia que nuca se via transando com dois ainda mais um sendo cachorro gozamos muito nos beijando no final nunca tinha sentido tanto carinho em toda minha vida e fiquei muito feiz quando ela me disse ti amo meu pastor beijei- com muito carinho e pensei ainda sou homem de verdade passei a mão na cabeça do cachorro e disse cuida bem da nossa serva companheiro estava um pouco longe e ela ainda me acenava jogando beijinhos entre as cortinas a noite temos culto e sou obrigado a fazer o louvor com ela....Que Deus nos perdoe.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


videos porno meninas da buceta inchada dando para o cachorro emgatar o no na sua buceta inchadacontos esposa dando pro pedreiro na reforma de casa sem o marido safada reaisDei a um cara que tinha elefantismo no pau contoscontos erotico na balada com a irmacontos foi a melhor foda que tiveporn contos eroticos esposa de coleirame mamaram muito no cine gayconto erotico virei menina por ter cabelo compridoCamila minha enteada sozinha comigo em casa dando a b******** para mimvi ele comer ela/contoconto estupradacontos diaristas safadas fotos buceta carnuda comtos de sexoconto eróticos pai pauzudo e filha baixinhafiquei atolada na picaconto erotico comeu e surrouestuprada pela quadrilha conto eróticocontos eroticos arrombando a gordacontos o dia que virei corno consientecontos eu durmo de saia sem calcinhatirando uma sarradinha mas cunhadinhavomitando contos eróticoscontos gay menina loucasConto erótico qual é a cadela mais receptivaConto cm foto d esposa putinhaContos milha prima super greludapio. novia. desmaia. de. fudecontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos congresso medicoContos eroticos enteadasMinha irma tarada contocontos tia batendo sirica para o sobrinhoconto gay crackgostosa.acarisiado.a.buseta.deibacho.da.mesaconto porno come o cu da minha cunhada e a amante e sua amigacontos eroticos gays meninos cuidando do amigo bebadobucetinha gostosa da menina calcinha Contos Maevesti as roupas da minha mulher por curiosidade fui flagrado pelo vizinho e virei sua putinha gaytia rabuda deitada prerto de sobrinhocontos gay novinha chupando mendigo na barraca na ruanovinhaquinzeanoscomtos arrobadacontos eróticos família vavela minha mãe comigo no banheirocontos eroticos com a velha vizinha cabeludaDei pro amigo do meu namorado 18 anos contos eróticoscontos eroticos com sogroContos currada 28cmcotos heroticos gay neguinho me comeuContos eroticos adoro garotosconto de meu avô rasgou meu cucontos eróticos comi minha tiaContos eroticos eu e minha esposa fudemos com o nosso sobrinho gayContos erotico marido bracinho corno de negaoo p****** do metrô mulher relata conto eróticocoroa negra contorelato de corno que deu a esposa para o cunhadocontos Minha esposa rabuda provocando de shortinho contos swingcontos erótico Paráconto erotico corno puta e paiconto erotico cobrador casada lesbicoconto sexo borracheiroconto erotico minha namorada e meu tioo militar tirou minha virgidade contosContos eroticos minha esposa chorou no pau gigante do recepcionistacontos de coroa com novinhoso gotosonna sexos eputariacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto de mulher de sc fodendo com cachorrogozaram em minha boca durante a viagemcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos bucetinha familiabronzeamento com a amiga greluda contoContos incesto filha calcinha buceta de cajaracontos eroticos cuidando o meu sobrinho