Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEUS IRMÃOS, MEU PAI E EU?

Quando éramos crianças morávamos eu e mais dois irmãos mais velhos numa fazenda no interior da Bahia. Meu pai e meus irmãos, toda tarde iam tomar banho no rio e sá voltavam à noite. Eu tinha muita vontade de tomar banho com eles, mas eles não deixavam. Um dia resolvi ir escondido atrás deles e o que vi me deixou doido. Meu pai ensaboava o corpo de cada irmão meu com tanto carinho que ambos estavam de pau duro. Meu pai também estava. Num dado momento meu pai passou o sabonete para o meu irmão mais velho e ele ensaboou todo o corpo do meu pai, inclusive o cacete dele que já estava enorme, a cabeça já estava roxa. Depois do sabão os três entraram na água e retiraram a espuma. Meu pai falou: "Deixe-me ver se tá cheiroso mesmo". Ele se abaixou, segurou o cacete enorme do meu irmão e cheirou as bolas e depois a cabeça. Falou de novo: "Vou ver se tem gosto de pau sujo". E pôs a pica do meu irmão na boca. Fez um boquete monumental, meu irmão urrava e puxava a cabeça do meu pai pra engolir mais a caceta e falou: "Vou gozar na tua boca, meu macho tesudo" Ele socou com força o pau na boca do meu pai e gozou soltando vários palavrões. Meu pai cuspiu na água e se virou pro meu outro irmão que já estava saindo da água: "Êpa, mocinho, vou querer tua gala também". Meu irmão disse que não queria. Meu pai foi até ele e cochichou alguma coisa no ouvido dele que não deu pra eu ouvir. Naquele momento eu sentia meu corpo todo tremer de tesão. Então meu pai puxou a cabeça do meu irmão até o pau dele e disse:"Faça igualzinho ao que fiz com teu irmão". E rolou uma cena espetacular: meu pai metia com força na boca do meu irmão, dizia que não era mais pra ter ciúme, que ele também era muito gostoso e que iria trepar com ele o resto da vida. Meu irmão chupava meu pai com muita avidez, parecia querer engolir a vara. Na hora de gozar meu pai avisou e aí foi que ele segurou com mais força as coxas do meu pai e sugou toda a porra. Voltei pra casa correndo e cheguei antes deles. No outro dia segui os três novamente e a putaria rolou de novo. Comecei a desejar ardentemente participar daquela orgia. Mas eles nunca me levavam para o rio. Um dia meu pai veio me dar banho no quintal. Quando ele tocou em mim quase desmaiei e meu pau subiu no ato. Ele riu, pegou no meu pau e falou:"Acho que um dia ele ainda vai crescer" E eu pedi: "cheira ele pra ver se tá limpo". Ele me pegou no colo e cheirou meu pau. Pedi pra pôr na boca pra ver se tinha gosto de pau limpo e ele disse: "Não posso" E eu falei: "Por que meus irmãos o senhor chupa e eu não?" Ele disse que eu era muito criança ainda pra essas coisas e que o meu dia chegaria. Fiquei com muita raiva dele e dos meus irmãos. Estava muito enciumado. Mas não deixei de sempre espionar a transa diária deles. Desde que minha mãe se mudou da fazenda que meus irmãos dormem no quarto dele. Um dia meu pai avisou que viria uma outra pessoa morar com a gente. Era um primo dele. O cara era muito gostoso e desde o primeiro dia em casa percebi que seríamos "bons amigos". Ele brincava muito comigo e em alguns momentos eu dava um jeito de passar a mão no pau dele e ele nunca reagia. Aconteceu somente uma vez, depois de muito eu me mexer no colo dele assistindo a TV. O pau subiu mas ele logo pôs a mão em cima pra ninguém notar e percebi ali o quanto a vara dele era grande. O único quarto disponível na casa era o meu e foi lá que ele passou a dormir toda noite pra minha loucura. O cara sá dormia de cuecas e eu ficava acordado pra ver ele chegar e tirar a roupa. Um dia ele percebeu o quanto eu olhava pra sua mala e começou a mexer nela como quem não quer nada. No outro dia ele mijou e entrou no quarto ainda sacudindo o pau e fingiu que foi sem querer. Eu disse, safadamente, que havia gostado. Ele riu me abraçou e falou que eu era muito novo pra pensar nessas coisas. Contei pra ele do meu pai com meus irmãos e fomos juntos assistir a cena. Ele bateu uma na minha frente vendo aquilo. Na hora de gozar eu pus a mão no pau dele e ele gozou em mim. à noite, já estava dormindo quando ele chegou, deitou do meu lado, cheirava a cerveja, e falou: "Quer perder a virgindade no meu cacete hoje?"

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de homem com penis grosso que comeu sem camisinha a sogra Empregada Triscando no meu pau contoLóira safada narra conto metendo na coberturaConto comi minha mae no celeirogatas angelicais a procura de um agarrao 4Mostra para mim gosto seca bem gostosa as pernas bem malhadas peitinho bem durinhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto de comi o cuzinho de um garoto novinho que chorava na pica grandeConto as primas na roçaCoroa safada Taubatétravestiszoofiliafotosnovinha com peso na barriga usando churrasco de vídeo pornôcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos. incesto ,adoro ver meu filho a comeContoseroticosjogadorafudeno cu da manu e ela gritando de dorconto erótico gay em cinema. De RecifeComtos casadas fodidas pelo filho e o sobrinhominha irmã muito gostosa e eu morando sozinhos contosou puta do meu genrochantageei e comi a secretariagozadinha na menuninha contosContos eroticos que cuzinhomas gostoso do filho da minha esposaconto fazenda com mamaebucetao arombada de adivogada conto eroticocontos.putinhas do papai.d.oito.anosrebentando o cu da irma pequena contoscontos gay babydoll maecontos mulher infiel marido atento incestocontos erotico com minha sobrinha mais novacoroa da buceta amaciada contosencoxadas nos blocos do carnaval contoscontos tava batando uma derrepente minha prima me pegacontos enbebedei minha mulher para meu irmao comercontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteMinha irma e minha sobrinha conto eroticoporndoido ruivas cabelos enroladossurpreendeu a esposa com consolo contosseios tezudos ai q tezãoconto erotico dando minha bucetinha pro enfeemeiro da minha amigacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto lambidasContos eroticos fudendo o cu da casadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentever rapasea novos grizalhos pelados de pau durocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos de bebados gaysConto inses bebados transando.contos eróticos infância gay com gari heteroZofilia Homem fodendo forte acadela ela chora sentido dorconto minha tia pelada no quintalcontos irma 45 anosler relato de suruba na casa da comadricontos de putaria em familiadois gay fudendo violentamentw/entre sipalestra buceta divididanega dançando agachadinho com a mão na periquita em cima da camameu irmao tirou minha virgindadepai.trepa.duas.filhas.gemiascontos eróticos vc me acha bonitacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadostravesti linda barriga de tanquinho gostosa metendo vídeo liberado metendo gostoso peitudaContos eróticos.com/Enrabei a Floralalargado na bucetaminha irma casada contoscontos eroticos praia com a familiadando pro supervisor contocontos eroticos empregadaContos picantes incontrolável desejocontos tia gostosa com sobrinho no beijo e amasso no carrocontos eroticos meu cunhado me fez realmente gozarcontos erotico coroacasado comendo onovinhoContos eroticos gay iniciado pela maeconvencimeu marido a ser cornocontos eroticos incesto avô