Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DANDO PARA O CUNHADO DOTADO

Olá, venho contar como dei para meu cunhado. Sou loira, 1,70, 65kg, seios médios e bunda grande, que enlouquece qualquer homem. Tenho 28 anos, me casei com 25. Amo mto meu marido, mas de uns tempos para cá a nossa relação na cama não está mto boa. Sempre tive uma queda pelo meu cunhado, mas nunca demonstrei isso, pq respeito mto meu marido e a família dele. Meu marido tá trabalhando mto e chega sempre cansado, quase não fodemos e quando acontece é mto mecânico. Um dia desses, antes de sair para trabalhar, meu marido avisou que meu cunhado ia buscar umas ferramentas lá em ksa, me mostrou onde está as ferramentas me beijou e foi trabalhar. Naquele momento fiquei mto excitada com a ideia de ficar sozinha com meu cunhado, e como tava querendo ser fudida bem gostoso, não tive dúvidas, decidir que ia dar para meu cunhado. Fui tomei um banho bem gostoso. Me perfumei, coloquei uma blusa frente única vermelha, sem soutien, uma calcinha branca de renda fio-dental e uma minissaia branca. Não demorou mto, escutei o barulho do carro. Olhei na janela, era o meu cunhado. Meu cunhado tem 30 anos, é cinco anos mais novo que meu marido, ele é mulato, tem 1,80, corpo sarado e uma cara de safado. Ele tocou a campainha e fui atender, nos cumprimentamos com dois beijinhos, e pela 1ª vez sentir aquele macho me olhar de uma maneira diferente, ele me comia com os olhos. Ele entrou sentou no sofá e eu sentei de frente para ele e cruzei as pernas, senti que ele não parava de olhar para minhas pernas. Conversamos bastante, até que eu o ofereci um lanche, ele aceitou. Fomos para cozinha, ele sentou na cadeira de frente para mim, enquanto eu fui para pia preparar o lanche ficando de costas para ele. Deixei a faca cair de propásito no chão, abaixei de forma bem sensual para pegar, nesse momento a minha saia subiu, e acabei mostrando minha calcinha. Me levantei e continuei de costas, nesse momento ele se levantou, aproximou de mim, segurou os meus braços e me puxou junto para o seu corpo, senti aquela rola dura roçando na minha bunda. Então ele falou que queria me fuder bem gostoso. Não pensei duas vezes, me virei de frente para ele e começamos a nos beijar bem gostoso. Tirei a camisa dele, e beijei a aquele corpo sarado, fiquei de joelhos, abrir a bermuda, e fiz carinho naquela pica ainda da cueca. Quando abaixei a cueca, levei um susto, pq a rola era enorme, ele percebeu e deu uma risada, e disse são 23 cm todo seu. Aquilo me deixou ainda mais excitada, então comecei a chupar bem gostoso, quase não cabia na minha boca, chupei até o talo, senti na minha garganta. Suguei o saco dele, chupei as bolas, babei aquela rola toda. Ele não conseguiu controlar e gozou na minha boca, engoli todo aquele leitinho. Ele me levantou, tirou minha blusa e caiu de boca nos meus seios, chupou e deu leves mordidas nos meus mamilos. Depois me deitou na mesa, tirou minha saia e minha calcinha e começou a chupar minha bucta. Chupava com vontade, sugava meu grelo, me deixando louca. Gozei duas vezes na boca dele. Minha buceta tava muito molhada, e o pau dele duro novamente. Ele abriu um pouco mais as minhas pernas e começou a pincelar aquela rola na entrada da minha xota. Não demorou mto ele começou a meter aquele pau na minha xota, eu gemia de dor e prazer, pq não tava acostumada a receber uma pica daquele tamanho dentro da minha xota. Ele começou metendo devagarinho, mas depois foi aumentando as estocadas, bombando cada vez mais forte, eu arranha suas costas e gemia bem gostoso. Enquanto ele metia, me beijava e chupava meus seios. Ele foi tirou da minha bucta, sentou na cadeira e mandou eu sentar naquela rola. Sentei de frente para ele, subia e descia naquele pau, cavalga bem gostoso, rebolando. Enquanto isso ele chupa meus seios e batia na minha bunda. Ele disse que queria me comer d4. Na mesma hora, levantei do colo dele e fiquei d4 para bem empinada. Ele se levantou, colocou a rola na minha boca, dei uma chupada bem gostosa. Depois disso, ele foi deu um tapa na minha bunda e começou a me fuder d 4. Ele metia sem dá, bomba forte, batia na minha bunda, puxava meus cabelos, apertava meus seios e me chamava de cunhada putinha, acabei gozando naquela rola. Ele quando percebeu q tinha gozado na rola dele, disse que queria comer meu cuzinho. Disse que não, pq a rola dele era mto grande e meu marido não gostava mto de anal, então fazia mto pouco, por isso meu cuzinho é bem apertinho, isso deixou ele maluco. Então ele disse que se eu sentisse mta dor ele parava, mas que pelo menos eu deixasse ele tentar. Depois, de mta insistência dele, decidi ceder, afinal aquele macho tava me dando mto prazer. Ele mandou eu empinar ainda mais a bunda e começou a lamber meu cuzinho, enfiava os dedos, aquilo tava me excitando bastante, eu gemia feito louca. Então ele se levantou, foi na pia pegou abriu o pote de manteiga passou um pouco na pica, cuspiu no meu cuzinho e começou a meter. Ele sentiu dificuldade, pq meu cu é mto apertadinho, mas foi metendo, sentia aquela pica me arrombando, pedia p ele parar, mas continuava metendo, cheguei a chorar de dor. A rola dele tava quase toda dentro do meu cuzinho, ele ficou um tempo parado p eu me acostumar, depois começou a fazer movimentos bem devagar, a dor começou a virar prazer e eu comecei a gostar, gemia feito louca e pedia pele socar e bombar bem gostoso. Com a pica dentro do meu cuzinho, ele me colocou de lado e continuou metendo sem parar, enquanto metia, beija minha boca, apertava meus seios e eu acariciava minha bucta. Ele disse que queria gozar dentro do meu cuzinho, e eu disse q sim. Na mesma hora, ele tirou a rola do meu cu, mandou eu me levantar. Me levantei, ele me encostou na mesa, mandou eu ficar de costas e empinar a bunda, fiz o q ele pediu, em seguida abriu minha bunda e socou td de uma vez no meu cuzinho, cheguei a gritar. Ele soca bem forte, sentia aquela pica me arrombando, não demorou mto senti aquele leite dentro do meu cuzinho. Ele ainda ficou com a rola dentro da minha bunda, sá tirou quando amoleceu. Senti aquele leite escorrendo pelas minhas pernas. Ele beijou e disse q sempre vontade de me fuder, mas achava que nuca iria rolar pq ele via q eu amava mto o irmão dele. Eu disse q amo mto o irmão dele mas que sempre quis dar para ele e que quando ele quiser estou a disposição. Ele deu um sorriso safado e disse que vai me comer sempre. Me limpei um pouco, enquanto ele se vestia, ele não quis se limpar disse que queria ficar com meu gosto por mais um tempo. Depois q ele se vestiu e eu me ajeitei um pouco, ele pegou as ferramentas e foi embora. Arrumei a bagunça q ficou a cozinha, tomei um banho e quando meu marido chegou dei atenção a ele e fomos dormir, eu com a bucta e o cuzinho todo ardido.

Depois conto outras fodas minha com meu cunhado.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos ensinando à casada gostosa à gozarvanessa traindo em casa com cunhado do corno spcontos eroticos meu.padrasto me.comeucache:CR2s6nKZoKEJ:mozhaiskiy-mos.ru/conto_17928_iniciacao-bi-sexual-em-familia.html conto estrangeiro picudocontos veridico meu marido e eu pencava que era mulher mais tevimos a supresa era uma travesti bem dotadocontos massagem na tiacontos hot festa no iatecontos eroticos fui leva a gostosa da cumade beba na casa delacontos zoofila casada abandona marido e filhos por um cachorrocontos minha esposa pediu carona e ganhou pica grossacontos gay puta obedientecontos eroticos comi minha prima no rodeioChaves dando na piriquita na bunda da Chiquinhamulher gostosa arrumando biquini em um deckencoxol com jatos de porracontos eroticos coroa abusadatrasando com asogra derrepetecontos eróticos de mãe comendo cuzinho do filho mais novo inversão de papeisquero assistir pornô negra da bundona na Muralhaporno familia papai e minha irma e euhistorias porno reais de chantagem com sograstrepei com a virgemfilme porno com gay aguentado dois punho no cu de uma vez mais grinta de dorxxvidio casada rebola de calcinha boxis casative dar para um dotadoporno do irmao que fode a prima de 4minutodcontos fui arrombada e esporradazoofilia levei o cachorro para o celeiroconto erótico escondidocontos eroticos gay problemas mentaisconto erótico esposa de férias e tal marido sem quererinseseto commforcacorno viado contosconto comi minha cunhada deprimidaContos so gosta das grossas no cuContos Caralho grande na esposacalma aí bota devagarConto erótico de laracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteIncesto com meu irmao casado eu confessoboquete mulher de 48 anos contocontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos eroticos nifeta d loja rjcontos eróticos minha buceta aregacada entregou que traiEu já não era mas virgem quando meu pai me comeuao oito ano minha tia me encino a chupa bucetaconto erotcontos mae rabo grande"gostosona de fortaleza"19 filha menina rebolanocontos eroticos arrombando a gordaconto erotico meu compadre me comeuesticando os biquinhos dos peitinhos virgenscomi o cu da tia no acampamento na barracaminha mulher se exibiu pra váriosiniciacao putaria bi conto eroticocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteConto erotico pagandoescondido da mae conto eroticoconto erotico casada do cuzinho apertadocontos eroticos irmão arrependidocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos traindo o corno cdp ele assistindocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentenegros de Pelotas mais bem dotados de pêniscontos metendo na tiatanguinhas molhadas contos eroticos reaiscontos quando eu era criansinha meu pai e mh mae me obrigava a eu dar a mh xaninhacontos fudendo a crente e o corno ficou olhandoTraveste.mim.feis.grita.com.pau.no.cucontos eroticos de bala halls