Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

VIOLENTADA NA CONSTRUÇÃO

Meu nome é nath, sou morena clara, solteira, sem filhos, tenho 1,62m, seios médios, bumbum grande e arrebitado. No começo do ano passado, meu namorado resolveu construir uma casa, para isso vieram uns 19 pedreiros; certa vez voltava da academia e resolvi passar pela obra, alguns estavam almoçando outros descansando, quando eles me viram com aquele shortinho branco usando uma calcinha bem pequena, ficaram doidos, dava para ver eles ficando excitados quando passava. O encarregado chamava-se Renatol, um mulato de mais ou menos 1,90m, aproximadamente uns 35 anos, muito forte, logo veio a minha procura dizendo que precisava de alguns materiais e foi me mostrando a obra, quando chegou perto do buraco onde ia ser construído a piscina, ele entrou primeiro e me chamou para descer as escadas, fui descendo quando estava chegando ele foi me ajudar e me deu uma bela encoxada, deu para sentir um volume imenso crescendo na minha bunda, fiquei toda arrepiada e começou me mostrar onde seria instalado os equipamentos etc.. A Noite fiquei imaginando que tamanho seria o pau dele. Os dias foram passando e sempre dava uma passadinha na obra para provocar os pedreiros, sempre ouvia ele cochichando baixinho,

- Olha sá que rabo....

- Que tesão é essa morena...e coisas ainda piores.

Certo dia acordei com um tesão danado, e resolvi provoca-los ainda mais, vesti uma mini saia sem calcinha, uma camiseta branca bem folgada e sem sutiã, ao caminhar pela construção, fazia questão de ficar no meio do caminho para eles passarem dando uma encoxadinha e foi um alvoroço que confesso que fiquei com medo de ser estuprada. Depois de vários meses a casa ficou pronta, haviam apenas 6 pedreiros fazendo a limpeza e dando os retoques finais, quando voltando da academia resolvi dar uma espiadinha na casa, Manoel veio em minha direção e disse:

- Oh Dona Nathaly estou testando a hidromassagem, não gostaria de ver como ficou? faz tanto tempo que a senhora não vem aqui..

O quarto estava impecável, faltava apenas as fechaduras, a banheira estava cheia com uma água quentinha, e eu toda suada.

- Se a senhora quiser tomar uma banho, pode ficar a vontade...

- Posso?, mesmo, perguntei.

- Claro, e saiu.

Mesmo estando sem toalha, tirei a roupa deixei pendurada na janela e entrei, a água estava uma delicia que até esqueci que a porta não tinha fechadura..depois de um longo tempo, via uma movimentação atrás da porta, eram os pedreiros me espionando. Quando fui pegar a roupa, Manoel e seu cinco ajudantes entraram todos pelados e segurando minha roupa....

- Se a senhora for boazinha, devolveremos suas roupas, caso contrario.. . e ameaçou jogar numa lata de tinta,

- Que isso, ficaram loucos?...

- Ficamos, desde que começou a vir aqui provocar a gente...

- Pare já com isso Renato, sou uma mulher comprometida...

Eles se aproximaram, e me puxaram pelos braços para fora da banheira e me deitou num colchão que já haviam deixado na sala. Confesso que morri de medo, todos possuíam pintos enormes, mas a de Renato era gigante, devia ter uns 27cm por uns 8 cm de largura, parecia um cavalo, foram logo me chupando, enfiando aqueles pintos enormes na minha boca. Não dava para fugir, tive que dar para aquele monte de homens. O primeiro a me comer foi o Adalto devia ter uns 19cm e era o menor da turma, Manoel segurou numa das pernas e Adilson segurou na outra, quando o pau dele foi entrando, fui me sentindo cheia e gemia bem baixinho.

- Uh, devagaaar, está doendo...até que entrou tudo....dai ele bombava bem forte.....toma gostosa, é a buceta mais gostosa que comi...até que gozou... e assim foram fazendo rodízio, até que chegou a vez do penúltimo que era o Adilson, um sujeito baxinho, magrinho, mas tinha um pau que devia ter pelo menos uns 23cm por 6cm, me puseram de quatro, quando senti aquela tora encostar na minha bucetinha, já ardida...

-AAHHHHH....Adilson por favor, mais devagar, ele tinha enfiado a metade numa socada sá, daí começou a bombar devagar dai até que deu para aguentar....Renato deitou-se na minha frente e disse:

-Chupa meu pau, sua putinha....Mas o pau dele era muito grande, precisava das duas mão para apertar aquele mastro, mal cabia na minha boca.....até que ele disse, agora é minha vez.....gelei, implorei para que não me comece pois iria me arrebentar no meio.....quase tomei um soco.

- Sua puta todo mundo te comeu, e eu vou ficar sem?.....

- Ta bom, deixa eu sentar, pelo menos vou controlando a dor..

- Senta logo ai sua puta.....

-Passei muita saliva minha bucetinha, e pensei, agora esse cara vai me rasgar no meio...

Fui descendo bem devagarinho, gemia e gritava, parecia que estava entrando um poste em mim, soltava o peso do meu corpo, e nem assim o pau entrava de tão grande,mas renato, era meio estúpido, pegou minha cintura, e começou a me puxar para baixo... doía muito, parece que quando mais tentava fugir, mais doía, até que ele ficou de pé me levantando espetada naquele mastro, segurei bem forte no pescoço dele para não ser rasgada ao meio até que Adilso pediu para Manoel sentar, pois ele queria comer meu cuzinho, implorei pedir que não, pois não iria aguentar, mas Manuel sentou numa escada, Adison deu uma cuspinha no meu cuzinho, encostou a cabeça foi empurrando e eu gemendo, implorando quase sem força....

- Não por favor......estou toda dolorida....me deixem.....terminei de dizer essas palavra e eu senti a cabeça entra, vi estrelas... aquele pinto enorme foi entrando eu quase sem forças, fui me entregando até que desmaiei..-

- Quando recuperei os sentidos, mal conseguia me mexer, de tão dolorida que estava, minha bucetinha ardia muito e meu cuzinho coitadinho, sangrava um pouco, em minha volta, haviam umas 9 camisinhas usadas e eu estava toda melada de esperma....tomei um banho, peguei minha roupas e fui embora, sá voltei para fazer minha mudança, Mas no fundo, eu gostei daqueles mastros todos ao meu dispor.



Não se esquecam de votar meninos e meninas.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


dando o cu no cine aroucheconto erotico negão fudendo a madrasta 2017contos de incesto pais deflorando filhasbuceta babadinha contos eróticosxvidiominha pica é maio doque a do seu maridocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos de mae de amigos sem calcinhacontos eroticos louco pra da meu cuzaoTirei o cabaço da minha entiada e sua mae a ajudou para nao doer muitocontos porno chantagiando a cunhadacontos delícia de cacetaoScu do sobrinho menor contos eróticoscafetao metendo na minha filha conto eroticoshomem gritado de dor porno abertando suas bolaspuzeram esposa dar pra todosminha iniciação gay contosconto sou doida pra da pro meu sobrinhovídeo de bocado de mulher dançando de fio dentalcontos porno filho do amigo secretocontos eróticos sou mulher casada e vou contar como tirei cabaço da minha sobrinha de oito anoscontoseroticosfuicornocontos eroticos comi minha irman de 06anosencontrar vídeo de sexo amador com mulheres gordinhas do Arraial do Cabo viciadas em analcontos eroticos encoxadas no busao por mulherescasadas putas fodendo com preso contoconto de mulher casada crente com filhojogando nas duas pontas trailer porno travestiscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos com cavalosmulher escanxa no cachorro e goza gostosocontos coroas enfermeirasContos eroticos esposa gosta de exibi e leva cantada nas praiasconto pernas fechadasesposa depilando no banho contoscontos eroticos com homens velhosfoda cadela mijo gostos vidio zofilaperdendo a virgindade com o meu namoradocontos de traicao anal,postados no facebooktanguinhas molhadas contos eroticos reaisconto virgem estrupdalésbicas castigando o rabo da parceriapeladas passando manteiga no cu e na busetacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos infânciacontos eroticos tia casada e sobrinhocontos de uma novinha q aprendeu a dar a bundinhaContos incesto novinha calcinhasou casada vi o meu vizinho na punhetaconto erotico carona com o sobrinhoContos eroticos poderoso negaocontos eroticos arrombando a gordaminha sobrinha eu vou sempre fuder ela no motel conto eroticoContos eróticos eu e minha mãe adoramos o Marcos o novo marido da minha tiacontos eroticos chantagiei minha tia e comi elaContos porno meu amigo pintudo arrombo minha esposaContos eroticoscomendo varias negona esposa de corno cheinha de porra contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentepai fode fia a forsa contoscontos eroticos minha tia de saiacontos eroticos policial forçacontos eroticos traiçaocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemeus tios uma historia real 1contos eroticoscunhadinhas muito safadaContos casada boquete em pintor enormeContos eroticos cunhada safada jeovafui enrabado pe lo o yravesti na baladaconto erotico minha filha e feia mais e gostosaAluna colegial Fernanda dando a buceta pro diretorconto de mulher casada crente com filhoConto erótico Sado(trasformei meu marido em escravo)porndoido ruivas cabelos enroladosirma incesto contosquase matei amiga da minha mae contoscachorros rendidos gozando pornoconto minha enteada de dez anos sentou no meu pau sem calcinhahttp://okinawa-ufa.ru/conto_7625_tirei-o-cabaco-da-prima-dentro-da-cana.htmlContos fudendo gostoso minhabuceta praia toninhas voyeur de esposa conto eroticovou começar com Vanessa bucetacontos freirinha