Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENRABADO PELAS TRAVESTIS DE FLORIANOPOLIS III

Galera, desculpe a demora para concluir minhas aventuras em Floripa, mas segue ultima parte da putaria com travestis.





Meu retorno estava marcado pra sexta no final da tarde. Sá que na sexta acontecerem alguns imprevistos na empresa e o sistema que eu tive que passar pro pessoal deu problemas. Resultado, perdi o vôo e tive que remarcá-lo. Pensei logo na Joice e que poderia vê-la a noite. Por volta das 18:00 dei uma ligada pra ela informando que iria ficar mais uma noite em Floripa e ela disse pra ir pra casa dela, marcamos umas 21:30. Fui pro hotel e tive que ficar quase 1 hora fazendo lavagem no rabo, pois como achava q ia viajar comi muito no almoço. Tomei umas latinhas de cerveja no hotel, pra já chegar no pique. Cheguei no apto da Joice e ela me recebeu com uma roupinha que quase gozei. Fiquei doido. Assim que fechou a porta nos abraçamos e ela como sempre tirou minha roupa toda. Me fazendo um boquete delicioso. Como estava muito excitado avisei q ia gozar, mas ela nem me deu bola, continuou mamando e logo enchi sua boca de leite. Ela simplesmente bebeu tudo e continuou mamando. Ela foi até a cozinha e trouxe duas caipirinhas q ela havia feito. Sentamos no sofá pra conversar e beber. Fiquei logo alto e meu tesão voltou rápido. Me ajoelhei em sua frente e apenas tirei sua pica pelo lado da calcinha. Em pouco tempo ela já estava dura e pulsando na minha boca. Estava muito gostoso mamar aquela pica e fui fazendo garganta profunda. Abocanhei seu pau todo e ela ficava segurando minha cabeça, me fazendo sufocar. Ela se levantou e eu fiquei de quatro mamando sua rola. Encostei-a na parede e empurrava minha cabeça contra sua barriga, com a pica na boca. Imaginem a cena: um cara de 1.85, corpo legal, moreno, marca de sunga, de quatro em uma sala no apto de uma travesti que está encostada na parede com uma calcinha de rendinha azul, salto alto e uma camisola azul transparente por cima. Joice segurava minha cabeça com as duas mãos, fazendo um vai e vem vigoroso, me chamando de vários apelidos, desde carioca chupador até putinha gulosa. Sua pica estava muito dura e grossa. De repente ela solta gemidos e avisa que vai gozar. Nesse frenesi ela continuou segurando minha cabeça e bombando a rola na minha boca. Em segundos os primeiros jatos saíram e desceram direto pela garganta. Somente depois de gozar tudo, ela soltou minha cabeça, fiz uma limpeza na sua pica. Ela pegou mais caipirinha e bebemos. Fomos pro quarto e deitamos na cama e ficamos conversando e bebendo. Ficamos como namoradinhos na cama nos beijando e rindo de qualquer coisa. Partimos pro 69 comigo por baixo. Ela simplesmente socava a rola na minha boca. Depois me dava um descanso e mamava minha rola. Enquanto me chupava enfiava dois dedos no meu cu e eu fazia o mesmo com ela. Era um chupando o outro e enfiando dedos no cu, depois de um tempo, foram 3 e depois 4 dedos que cada um recebia no rabo. Terminamos o 69 e voltamos a nos beijar. Peguei uma camisinha e botei no pau. Coloquei ela de 4 e soquei. Eu em pé fora da cama e ela de 4 na cama. Depois ela sentou em cima e cavalgou. Ela pegou uma camisinha tb e botou na pica. Trocamos de lugar e eu sentei em sua rola. Coloquei as duas mãos na parede práxima a cama e empinava o rabo. Ela me segurava pelo quadril e bombava. Era muito gostoso. Eu estava alucinado. Meu pau doía de tão duro e o melhor de tudo, sem a sensação de que ia gozar. Ela me virou, fiquei deitado na cama com a bunda pra cima e ela bombando. Tinha horas q ela puxava meu cabelo, me fazendo apertar seu pau com meu cu. Trocamos novamente e eu coloquei-a contra a parede metendo a rola em seu cu. Imprenssava ela, puxava seu cabelo. Ela gritava que estava sendo arrombada. Tirei a pica do seu cu e desci e comecei a lamber aquele cu rosinha. Enfiava a língua la dentro, arrancando gemidos de Joice. Abria sua bunda o maximo que podia e minha língua ia cada vez mais fundo. Cuspia lá dentro. Me levantei e meti a pica. Depois de um tempo, tirava, me ajoelhava e fodia seu cu com a minha língua. Ela pediu pra fazer o mesmo comigo. Adorei. Trocamos de lugar. Ela meteu forte, quando tirou a pica eu mesmo abri meu cu pra ela. Sua língua entrou fácil, eu rebolava na sua boca. Ela subiu e cravou a pica no meu cu de novo. Depois de um tempo, tirou e meteu a língua no meu cu. Eu abria minha bunda ao maximo. A língua de Joice tocava no fundo do meu cu. Ela babava meu cu, cuspia lá dentro. Quando ela subiu e cravou a pica no meu cu, notei algo diferente. Estávamos engatado, meu cu bem largo e molhado. Ela chegou no meu ouvido e disse que tinha uma surpresa. Ela continuou socando a pica e eu rebolando. Ela se afastou e tirou o pau do meu cu. Me pediu pra virar e ver seu pau. Quando olhei ela estava sem camisinha. Eu falei q ela era louca mesmo. Mas ela disse que ia colocar outra, que queria apenas experimentar meu rabo e disse q ele era muito quente e macio. Pedi pra fazer o mesmo com ela, ela topou e tirei a camisinha e soquei naquele rabo. Estava fora de mim, sem noção de nada, sá queria putaria. O rabo dela era muito quente por dentro, tirei um pouco e cuspi na pica. Meti de novo. Ela rebolava pedia pra socar. Era um tesão danado q eu sentia. Depois tirei e fui lavar o pau. Voltei e ela estava na sala, sentada no sofá com a pica apontada pro alto. Pediu pra eu sentar. Fiquei de frente pra ela e sentei. Ela já tinha colocado outra camisinha. Enquanto tomava no cu beijava sua boca. Fiquei de costas pra ela e sentei de novo. Abaixei o tronco e socava meu rabo em seu pau. Ela disse q ia gozar de novo. Pedi pra ela segurar um pouco. Sai de cima dela e sentei no sofá. Ela levantou, botou uma camisinha no meu pau e sentou na minha rola, de costas pra mim. De repente seu celular tocou. Era a amiga dela, perguntou se eu já tinha ido embora. Ela me olhou e eu disse que ela poderia vir pra casa. Quando ela desligou eu disse q queria repetir a dupla penetração. Em quinze minutos Taissa chegou. Estava uma delicia também. Shortinho preto e top branco q mal cobriam os peitos, as marquinhas de biquíni aparecendo. Ela entrou e eu já chamei pra festa. Ela disse q ia tomar um banho e voltava. Paramos um pouco de meter e sentamos um ao lado do outro. Tiramos as camisinhas e ficamos conversando, nos beijando. Eu não queria saber de descanso, segurei a pica da Joice e comecei a mamar. Enfiava tudo na boca e subia devagar. Ela gemia e dizia q estava uma delicia. Pedi pra ela ficar em pé, em cima do sofá e socar aquele caralho na minha boca de cima pra baixo. Foi o q ela fez. Eu segurava sua bunda e abria a boca. Ela anunciou o gozo. Afastei um pouco suas pernas e segurei sua pica. Ela começou a latejar, botei a língua pra fora e direcionei a cabeça da pica em cima dela. Ela foi soltando os jatos, foram poucos e eu segurando com a língua, quando ela acabou eu fui espremendo a pica da base até a cabeça, tirando tudo, quando a ultima gota saiu, eu recolhi com a língua e engoli tudo. Botei a pica de volta na boca e quem estava na porta da sala vendo tudo, a Taissa. Taissa deu uma risada e falou q eu era um tarado, engolidor de porra de boneca. Joice passou a mão nos meus cabelos e disse q eu era o melhor fudedor q ela já tinha saído. Nisso Taíssa já estava com a pica dura. Joice perguntou se ela já tinha gozado, ela disse q sim, mas foi logo no primeiro programa e q depois saiu com mais dois clientes mas q eles gozaram rápido e foram embora, deixando ela na mão. Taissa segurou a pica olhou pra mim e perguntou: vc não vai me deixar na mão né? Eu doido pra mamar aquele caralho, peguei nele e disse que comigo ela iria gozar quantas vezes quisesse. Peguei sua pica e comecei a mamar. Joice foi até a cozinha e trouxe mais caipirinha, sentou ao meu lado, sá olhando meu boquete. Parei um pouco e virei o copo de caipirinha de uma vez sá. Taissa segurou minha cabeça e socou rola na minha boca. A pica de Taissa é um pouco mas grossa q da Joice. Tinha horas q eu engasgava e o pau saia com muita saliva. Taissa pegou uma camisinha e botou na pica toda babada mesmo. A camisinha ficou cheia de bolhas por dentro. Fiquei de 4 no sofá e abri bem meu cu. Joice levantou e disse q queria chupar meu cu pra prepará-lo pra receber a pica da Taissa. Eu abri bem o rabo e Joice foi enfiando a língua. Deixou ele bem babado e antes de se afastar pra Taissa me comer, ela agarrou meu quadril e ficou roçando a pica no meu cu. Olhei pra trás e vi ela cuspindo no meu buraco pra logo depois enfiar dois dedos, depois 3 e por fim 4. Ela socando aqueles dedos foi deixando meu cu muito aberto. Ela tirava os dedos abria meu cu e cuspia lá dentro. Ela disse que eu estava muito aberto. Pediu pra Taissa segurar minha bunda bem aberta e posicionou a cabeça da pica na entradinha. Pra ajudar ela cuspiu de novo e eu dei uma reboladinha e a pica entrou. Taissa perguntou se nás tínhamos transado sem camisinha e Joice falou que foi rápido, sá umas bombadinhas um no outro, sá pra matar a vontade de sentir a temperatura do cu um do outro. A pica da Joice não estava muito dura, entrou pq meu cu estava bem arrombado. Ela deu umas bombadas e tirou. Taissa me segurou e me enrabou. Caralho que pica gostosa, ela me segurava e socava com força. Estava adorando aquilo, ser comido por duas bonecas lindas e safadas. Joice deu a volta e botou a pica na minha boca. Empinei mais o rabo pra facilitar a penetração. A pica de Joice estava meia boca. Pedi pra Taissa sentar no sofá e virei de frente pra ela e me abaixei até sumir com a pica no meu rabo. Ela me abraçou e começamos a nos beijar. Sai de cima dela e me abaixei, mamando sua pica. Joice estava em pé, tocando uma e nos observando. Com Taissa sentada botei minha rola em sua boca. Ela me fez um boquete enquanto enfiava os dedos no meu cu. Eram quatro dedos entrando e saindo do meu rabo. Me inclinei de novo e voltei a mamar sua pica. Joice me vendo de cu aberto foi pra trás de mim e começou a roçar a pica. Estava um pouco mais dura. Falei pra ela botar uma camisinha e ela disse q ia bombar sá um pouquinho. Foda q eu estava gostando de tomar no cu sem camisinha. Já que estava na chuva, tirei a camisinha da Taissa e fiquei mamando sua rola. Taissa falou q queria sentir o calor do meu rabo tb. Deixei Joice bombar mais um pouquinho e sai. Abri minhas pernas e sentei na pica da Taissa. Fiquei rebolando sentindo a a pica toda dentro. Ela me abraçou e nos beijamos. Taissa falou q daquele jeito ia gozar. Me levantei rápido e comecei a mamar sua rola, enquanto Joice meteu a pica no meu cú. Joice tirou o pau do meu cu e botou a pica nos meus lábios e eu chupei, um gosto bom de cu. Ela botou a pica no meu cu de novo e eu voltei a chupar a Taissa. Pedi pra Joice sentar no sofá e sentei em sua pica de costas. Taissa ficou na minha frente e comecei a mamar sua rola. Taissa começou a punhetar a pica enquanto eu mamava sá a cabeça, não demorou muito e senti os primeiros jatos, abocanhei o pau todo e a porra desceu, garganta abaixo. Joice me jogava pra cima e pra baixo e de repente senti sua porra dentro de mim. Falei que queria gozar tb e Taissa ofereceu seu rabo. Botei ela de 4 e cravei, bombei rápido e despejei minha porra no seu cu.

Depois de descansar um pouco voltei pro hotel e dormi muito. No outro dia voltei pro RJ.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos arizinho comeu minha esposaconto erotico dominando mãe e filhacontos de coroa com novinhopasto da igreja tirou meu cabaçocache:fvTAICqerA8J:https://mozhaiskiy-mos.ru/m/conto_20666_aconteceu-comigo..html contos cornos forumcontoerotico professorasO que e aclauzaminha cunhada casada me esnobou contosdona Florinda abrindo pernas mostrando calcinha porncontos eroticos primo com primapono doido minha tia e muito acabei comendo ela na cama areganhadacontos eroticos de pai se faz de durmino pta faz sexo com filha novinhavoyeur de esposa conto eroticochantagem a mae contosconto ajudando o filhonatalia do ceará chupando o pauTitio me prostituiu pos amigos contos eroticosporno coroa pauzeratitia s***** invade quarto do sobrinho e pede para tomar no c******viado dando o rabo desfasandouma.gradi.rola gozano.nabuçetacontos eróticos me bater castigoContos eroticos minha esposa chorou no pau gigante do recepcionistacontos erotico ensinando o meninocontos de coroa com novinhodepois de eu ter me mastrupado depois de um tenpo comesei a goza isso e normalseduzido contoscontos recentes evangelicascontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotados Contos Eróticos Caseiros: Menina perversa - 07contos de cornoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteemtiada fas sexo e masseje em padratogarotinho fodinho por adulto contoscontos erotico gozei como uma puta velhacache:6FK7RI0T9TcJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_476_eu-e-2-travestis.html dei o cu p meu genro contosos contos de sexo maois filias safamdasnoite de nupcias:conto pornominha tia querida bota roupas curtas e eu fico com tesão doido pra comer ela mais tenho vergonha o q façocomtos de viados dando o cu pra pica bem grossaegrandefilho me fudeu na conavideo de travesti no quarto esperando a garota sair do banhocontos reais meu marido fez uma deliciosa DP com seu amigocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos minha filha chorou no meu paucontos eróticos com novinha casada com cara do pau gigantecontos erotico mayara piercingConto eu e meu marido bebemos muita porra fresquinhacontos eróticos comendo mamãeconto erotico travesti trabalhando e foi fodida no trabalhoamanda casamos grande cabeçudo contosvoyeur de esposa conto eroticoestrepi com baxinha bucetao.comconto menor me comeucontos eroticos incesto fudendo minha filha com meu melhor amigoMostre minha rola cabeçuda para o cone e falei que ia comer sua mulher quando eróticoshistorias de transascom orgias inesqueciveisconto calcinha da maeConto erotico sozinho na casa com minha cunhada gordinha gostosaso os contos eroticos mais gostososcontos de bdsm privada humanaconto cunhada e sogra safadinhacontos sadomasoquismo castigopornô grátis boa f***.com Só conto sogra transando com genrosite onde posso encontrar contos eróticos com retrato comtos de fodas com travetis e mai e pai e filhosminha mulher enlouqueceu com a piroca enorme do negaovedio porno torcado pau no cu safado velhos dormindo novinhacontos eroticos estava fudendo a empregada e meu pai pegoucontos de esposa dando pro cunhadocontos eroticos arrombando a gordacontos de crosdresseresconto erótico garota da academia bombado no jumentoWwwcasa dos contos meu marido e rasistacontos erotico meu namorado me estrupou ai ai no cu naodando o cu no cine arouche