Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

GOOOZA CASADA ! FOI DAR MOLE PRA MIM. ENTAO COMI E

Olá gente, estou de volta pra dar continuidade ao conto "CARONA GOSTOSA: DESCI A LENHA NA NOIVA DO MEU MELHOR AMIGO, SEM DO E SEM PIEDADE". Como ja disse no conto anterior, meu nome é Andre, tenho 1,75 de altura, 30 anos, corpo bem malhado por estar sempre na academia, afinal, faço musculaçao e jiu jitsu. E vamos a continuaçao do conto anterior, no qual todos os nomes que usarei serao ficticios, para nao comprometer ninguem.

CONTINUAÇAO:



Bom, ao acordarmos, Eu ( RHIAN ) e a Karine seguimos viagem as 06 hs da manha rumo a Cidade de Conceiçao da Barra. Chegando lá, - nossa !! como qualquer outra casa de praia, tava cheia de gente, e para a decepçao da Karine, o que nao era de costume, seu noivo o André estava trêbado. Eu juro que nunca o vi naquela situaçao, pois Ele nao bebia, a nao ser um ou dois copos de cerveja, e ja reclamava falando que tava amargando, e já parava por sentir enjuado daquele gosto. Mas o pior estava por vir, uma das amigas casadas da karine e do André, a Taís ( nooossa...eu sempre tive tezao nesta mulher, loira, alta, linda, com um rabao bem gostoso e aparentemente ter menos de 30 anos, confesso que ja bati muitas punnhetas pra ela) estava sentada sem falar com ninguem, pois o seu marido, estava pior do que o Andre, e segundo a Taís, foi ele quem incentivou que o André tomasse todas, falando pra ele que tudo era carnaval mesmo, e que, se as mulheres todas bebem hoje em dia, entao os homens tem que ser piores, senao ficarao "pagando mico".

Ao anoitecer, muitos casais e solteiros que estavam na casa, foram para curtir a noite, afinal, quem é que vai curtir o carnaval nas praias, ficando na casa? Seria melhor nao viajar, pois nao mudaria nada. Mas, por incrivel que pareça, o André e o Marido da taís, ja estavam acordados e curtindo ressaca, o marido da Taís, reclamava da forte dor de cabeça, e o andré, falou que queria dormir, pois a porra da bebida tava dando era sono nele, e nem queria saber se a noiva tinha chegado ou nao. Sendo assim para se descontrairem, a Taís e a Karine, foram para a varanda conversar, onde a Taís ja foi perguntando-a o motivo da demora, no que a Karine, falou que tinha chuvido muito, nao dava pra continuar dirigindo naquela situaçao, onde ela notou que eu estava com cara de muito sono, dando a ideia de pararmos, para pelo menos darmos uma boa cochilada. Nisto, a Taís, com seu gesto ironico, disse que ja tava imaginando esta "boa cochilada", entao a Karine falou que ela ja estava interpretando mal, que so podia ser ela mesma, pra estar sempre brincando com coisas serias. Em seguida, a Taís mais uma vez com seu tom ironico, perguntou Karine se é verdade que as coisas entre ela e eu estavam tao serias assim, e dizendo que nao adianta karine mentir, que ja a conhecia a muitos anos, e sabia qdo ela tava falando serio ou nao, e que logo no inicio da explicaçao sobre a viagem, que ela entregou o ouro, pelo tom de voz, e dizendo que sua voz normal nao é esta, e pedindo pra Karine desabafar, ou entao ela nao era sua amiga e confidente.

Dito isto, a Karine, ficou toda vermelha, timida, e sempre que falava algo que contrariava a Tais, ela dava umas gaguejadas, o que fez com que ela mesma sorrisse, arrancando da Taís umas boas gargalhadas. Entao, a Tais a chamou pra dar uma volta, que tinha certeza que a Karine queria "desabafar " com ela, e aceitando, as duas deram uma volta na rua, prometendo pra outra que nao passariam de 19 minutos, para nao compromete-las. Sendo assim, a karine começou a contar tudo, que ao parar o carro no encostamento, com menos de 19 minutos, parece que foi algo ja traçado pelas linhas do destino, e ja passava uma viatura da Policia Rodoviaria federal, e que o policial nos incomodaram, nos pedindo os documentos e logo em seguida nos aconselhando a irmos para uma pousada, ja que queriamos dar uma cochilada e tal, e que ficar parados mesmo num acostamento é muito arriscado e perigoso, devido a acidentes e principalmente a assaltos que infelismente, eram normais nestas épocas, o que concordamos, partindo rumo á uma pousada. Entao ela contou tudo o que rolou entre nás para a Taís, deixando a mesma impresionada até nos detalhes, que meu pau era muuuito bom, grande e muito grosso, falou ate que ele lembrava uma barra de chocolate, por causa da cor, e que tem um cabeçao bem vermelho, com uma boca enorme. Nisto, a Taís, manda ela calar a boca, que ela ja tava ficando com agua na boca, mas nao do meu pau e sim de vontade de comer uma barra de chocolate, e a Karine falou pra ela que ela nao presta, que ja conhece a ironia dela, e que era pra ela tirar o olho de mim apartir daquele momento, porque eu era dela. E continuando, a Karine pediu pra ela imaginar, um homem "daquele" (referindo a mim ), arrancando toda a roupa e exibindo um belo corpo, malhado, pernas grossas e divididas pela musculaçao, peitoral bem definido e avantajado, um belo ombro e costas largas por fazer jiu jitsu, uns braçoes bem fortes para te pegar no colo e te dar umas boas chupadas e metidas, até vc gozar loucamente como se o mundo fosse acabar, e por final um cacete que ela nem queria falar mais, pq so de falar que ja dava vontade de gozar. Entao as duas voltaram para a casa, onde ficaram na varanda conversando.

E durante este tempo de conversas delas, eu tinha tomado um banho e arrumado minhas coisas no quarto onde eu iria me instalar, e nao tendo nada pra eu fazer mais, fui ate a sala, onde ouvi um burburinho la na varanda, indo ate elas, e perguntei onde tava o resto do pessoal, no que elas rsponderam que a maioria tinha saído, e que so ficaram os bebados dormindo. Entao eu as perguntei se elas nao iriiiam sair, elas entao responderam que tavam ate a fim, mas que depois da raiva que passaram e que colocaram a conversa em dia, que ja desistiram de sair, e que queriam descansar, me convidando para sentar, no que aceitei sem questionar. Conversamos sobre amenidades, e por fim sobre relacionamentos, foi entao que a Taís falou que o seu casamento vai bem, pq se nao fosse, ja estaria solteira a muito tempo, e que esta ideia do marido dela beber, ainda bem que so ta funciionando aqui na praia, senao seria o fim, porque ela nao aceita bebidas no casamento. Muito pq ela bem sabe que bebidas, é uma das principais causas de tantas desgraças em todo os sentidos, especialmente no casamento. E que ela casou pra ser feliz, e logo que seu marido acordasse, ela teria uma conversa com ele a este respeito. E a karine deu graças por nao ter casada ainda, e pra provocar, falou que depois de ter vivido uma tal experiencia, agora que ela nao quer casar mesmo, e a Taís pra colocar mais lenha na fogueira,a perguntou que experiencia era esta que ela queria saber, entao a Karine disse que era melhor deixar quieto, que nao falou nada, que a Taís estava ouvindo coisas . E as duas sorriram. Ouvindo isto, eu fiquei calado, e disse a elas que elas sao demais, que estavam falando ingles, no qual eu nao tava entendendo nada e falei que iria tomar um pouco de agua.

Ao chegar na cozinha, vejo a Karine vindo tambem, e ao chegar, ela ja me pergunta se pode me contar um segredo. Eu digo que sim. Entao ela me diz que ao onversar sobre a viagem, a Taís ficou jogando verdes e nao teve jeito, ja desconfiou e que ela acabou falando tudo para a Tais, e as duas nao tinham segredos . Pra ser sincero, isto me deu um tezao enorme, pois desde o dia que vi a Taís pela primeira vez, ja maquinava uma forma de ficar com ela, mesmo sabendo que ela era casada, ainda mais por nao conhecer o marido dela, pois quem comeu o cu, a buceta e pos pra chupar e mamar muito a noiva do melhor amigo, o que nao faria com uma que o marido dela nao é nem conhecido direito. Foi o que eu pensei !

E com toda aquela loucura na cabeça,eu peguei a Karine pelas maos, e a-puxei com tudo para o meu quarto, onde ela sem entender, me seguiu, me chamando de louco, que eu nao sabia o que tava fazendo, no que disse a ela que sabia sim e que ela tambem sabia. E ja chegando no meu quarto, ja arranquei o meu pauzao pra fora, colocando ela de joelhos e botando-a pra mamar feito uma passa fome de rola, chamando ela de gostosa, e que ja tava sentindo falta da boquinha dela, e o fato dela ter falado tudo pra amiga dela, deixava ela mais safada e provocante, e que so saí da varanda, pq nao tava aguentando mais e que eu sabia que ela iria atras de mim. Ela caiu abrindo a boca escancaradamente e ja engulindo meu caralho com tudo, chupando meus ovos e sacos, me deixando bem duro. E de repente a porta abre, e a Tais entra com tudo, perguntando o que estamos fazendo no quarto, sendo que tinhamos ido beber agua, e vendo que demoramos, ela resolveu ir atras. E qdo ela entrou, num deu nem tempo de tirar o meu cacete da boca da Karine, e confesso que a karine nem queria, pois assim que ouviu a voz da Tais, ela teve mais tezao e fome do meu cacete. A Tais, qdo viu o que tava acontecendo, tomou um susto e saiu com tudo, pedindo mil desculpas. Nooossa ! qdo a Tais saia do quarto, eu fiz questao de reparar aquela rabeta dela, num especie de vestido que muitas mulheres,estao usando muito agora, parecendo que o rabao dela, queria engulir o vestido, de tao enfiado que tava, onde eu nao aguentei e enchi a boca da Karine de muita porra. Ela pra me satisfazer, fez questao de engulir tudo, e saiu dizendo que ia ficar conversando com a Tais. E como eu tava no quarto, fui dar uma descansada e acabei dormindo, acordando somente no dia seguinte.

Acordei com um barulhao estrondoso, onde o som de um carro estava ligado, fiquei a pensar e refletir em toda loucura que fizemos, e levantando, notei que a casa ja tava em clima de festa, todo mundo stava dançando todo tipo de musica, alguns bebendo, inclusive o marido da Tais e o André. Nooossa...isto nao vai dar o que presta, e ao observar o pessoal, o que vejo ja me deixa excitado e bem tarado, logo no começo do meu dia, a Tais dançando e rebolando, com um micro short de lycra, e o melhor, todo entalado no rabao dela, aquilo me subiu pela cabeça, tentei disfarçar, e o pior é que qdo ela me viu, ela se animou ainda mais, rebolando até o chao. Parece que ela tava dando o troco de ontem. - pensei comigo ! E se aquilo for provocaçao, ela vai ter o que quer e merece. Sendo assim, fui tomar um banho, para me despertar, e escovar os dentes. Coloquei uma sunga bem colada, contornando todo o meu cacetao, pois senti que tava na hora de entrar em açao, e voltei para a festinha, dançando no meio deles,onde todos foram a loucura com a minha animaçao.

E como adoro dançar, fiz questao de chamar atençao de todos, no que eles pra me zuar, colocaram a musica "Creu", nossa ! fui a loucura ! fiz gesto que tava metendo em alguem, e foi aquele fuzuÊ, onde a karine e especialmente a tais, eram as unicas que contrariavam a intençao das outras mulheres que la estavam, assistindo a minha performance. E confesso que oo pior estava por vir,apos o almoço, ao entardecer, os outros homens da casa foram pescar, me chamaram, mas eu nao estava a fim, reclamando que iria encontrar com a gata que eu tava pegando. Depois que todos foram, notei um barulho na cozinha, entao resolvi ver o que era, e qdo eu la cheguei, tomei um baita susto, ao ver que era a Tais, lavando vasilhas. Ja cheguei falando que ela tinha me assustado, e perguntei pq ela nao foi com o marido e o pessoal, e ela me disse que detesta este negocio de pescar, que falou pro marido que queria ficar so, que tinha dormido mal por culpa dele.

Logo para provoca-la, disse a ela que iria colocar uma sunga, pois estava pensando em dar uma molhada no mar. E botando a sunga, fiz questao de voltar na cozinha e perguntar, o que ela achava da sunga, e so falei aquilo, para que ela lembrasse da noite anterior em que ela pegou a karine me mamando sem dá. Ela logo respondeu, que tava perfeito, que nao precisava perguntar, que eu ja sabia da resposta, e com este corpao que eu tenho, quem ousaria falar que nao tava perfeito. Entao eu agradeci e disse que nem tanto. Terminando de lavar algumas vasilhas, que era o que ela tava fazendo, entao ela disse que iria trocar de roupas, pq tava tinha molhado a roupa, ao lavar as vasilhas e foi direto ao quarto dela. Dito isto eu falei que iria espera-la, pois iria descançar um pouco, uma vez que tinhamos almoçados a pouco tempo.

Entao sentei na cadeira, a pensar o qto esta mulher é gostosa, e na curiosidade pra saber, o que esta gostosa loira tem escondido por detras das mascaras, ja que talves por ciumes, a karine nao me contou nada, com medo de que eu me aproximasse dela. Passados alguns minutos, ela chega ! nossaaa ! eu nao acredito! ela entra na cozinha com um fio dental, com aquele corpo delicioso, aqquela barriga digna de ser devorada com leite condensado, caldas de morango, ou qualquer coisa que fosse deliciosa como ela. E ja chegou me perguntando, se tava legal nela, aquele fio dental. -- Pedi pra ela dar uma viradinha, e ela virou, mostrando o fio dental engulido pelo rego. A adrenalina me subiu pela cabeça, e num ímpeto de loucura e muito desejo, sem saber a reaçao dela, a peguei com tudo, e ela mais do que depressa subiu no meu colo, mais desesperada ainda, onde a segurei com toda força, e ela ja rebolando, pedindo pra que eu a comesse, que ela nao tava aguentando mais, que depois que a karine contou tudo pra ela, aquilo foi uma provocaçao, ainda mais que o marido dela, depois que eles chegaram na praia, ele nao a procurou mais, e ela sempre teve uma louca tara por mim e nao quis falar nada para a karine, pois nao queria atrapalhar a nossa curtiçao. Ouvido isto, eu apertei-a contra mim, e pedindo pra ela gemer gostoso, e ela gemia bem alto, me pdindo pra eu da-la o que tava precisando, que nao aguentava mais, que queria gozar gostoso. Entao eu pedi pra ela implorar, o que ela pediu, por favor que eu a comecesse, e que ela tava carente de mim, que ela queria sentir o que a karine sentiu e logo entrou em desespero, pedindo pra eu comer a puta casada, que o corno do marido merecia uns chifres, ja que ele nao a procurou desde o dia que eles chegaram, e disse que a sorte dela é que eu vim pra esta casa, e que qdo soube que a karine estava vindo comigo, que babou a buceta toda, e que ate bateu uma, e ja esperava agente chegar pra saber dos detalhes com a karine, no qual ela desconfiara qdo ficou sabendo da demora. Logo eu a peguei pelas poupas da bunda e falei que eu ia fazer o contraio do que fiz com a karine, por ela ser muuuito gostosa, entao eu faria com ela, o que fiz com a karine por ultimo, e ela entao me perguntou com aquela voz bem ofegante o que era, e eu arranquei, quebrando o fio dental dela, e ja enfiando meu caralho na buceta dela, toda melada. Ela nem esperou, ja tava rebolando e gemendo, pedindo que eu a comesse com tudo, que ela queria gozar, entao vendo o desespero dela, so por causa da meu cacete, eu ja fui metendo sem dá e com tudo. Ela pra retribuir,pulava, gritava e rebolava, me chamando de gostoso, que tava uma delicia, que eu era muito bom, que realmente eu metia muito mesmo e anunciando que ja ia gozar gostoso no meu caralho. Ouvindo isto, em ponto de bala, eu grudei mais do que nunca as bandas da bunda dela e socando bem forte contra meu pau, bem forte mesmo, dizendo:

--- TOOOOMA PUTA CASADA ! COOOME TUDO...QUER GOZAR ? ENTAO GOOOOOOZA GOSTOOOOSA!!

--- ELA ENTAO BERRA:

--- UHHHHHHHHHHHHHHHH 1 AAAAAAAAAAAAHHHHHHH..QUE DELICIAAAA DE VARA ! AIAAIAIIAIAIIAAIAAAIAIIAIIAIAI..TOOOOOOOOOOU GOZANDO GOSTOOOOOOOOSO !! HUMMMMMM..QUE DELICIAAAA DE CACETE !!! AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHH!!

Sem importar se alguem pode chegar ou nao, eu falei com ela que eu nao me contento com pouco, entao vc vai ter que gozar mais, e desci a lasca de lenha sem dá, e pior é que esta gostosa disse que é insaciavel, rebolando mais, e me pedindo pica, que gozou gostoso, ms que nao tinha enchido a "barriga", e que tava com fome ainda. Nisto, eu desta vez, segurei mais firme do que nunca nela, e nao sei onde eu ganhei tanta força assim, mas,soquei mais uma vez sem pena dela, e chamando -a de cadela, cachorra, que ela tava traindo o marido, que eu amo dar meu caralho pra uma mulher casada, que elas endoidam, que nunca pensam em trair o marido, mas qdo decidem, se for comigo, sou tao varrido e tarado, que elas me dao ate o rabo, que nao tem uma que nao mete muito comigo, como se estivesse num desespero sem pica. Disse a ela que o foda de tudo pra me deixar louco ao ponto de Socar sem do, é que todas sao gatas, sem eu ter que escolher,e este que é o mau de eu nao resistir, todas sao lindas, gostosas, e que é por isto que eu chupo ate o cu, que faço exatamente o que os maridos nao fazem. E pra endoida-la, desci a madeira nela e ao mesmo tempo que falava, dando umas chupadas dentro do ouvido dela, e pulando sem do no chao, agarrado nas bandas gostosas dela, e socando bem forte, bem forte, ate que ela, num ímpeto, me pede pra eu nao parar, pra eu continuar, e ja berra desesperadamente assim:

------ TOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOU GOZAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAANDO ! ME SOOOOOOOOOCA SEM DÓ ! AAAAAAAAAAAAAAAAAAAIIIII PUUUUUUUUUUUTO !!!! AIAIAIAIAIAIAAIAIAAIAI ! OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOHHHHH !! GOOOOOOOOOOOZZEIIIIIIIIIII !!!!!! AAAAAI GOSTOOOOOSO ...CARALHUUUUDO !! ASSSIM EU ME ACABO EM VC !!

Com as pernas ja bambas, coloquei ela na cadeira. Logo em seguida, comecei a elogia-la, dizendo que ela é muito gostoso, que sabe provocar, que tem gingado, que eu sempre daria tudo para come-la. Ela entao me disse que nao precisa dar nada, que so o que eu tou dando ja é muito. Passaram alguns minutos, e coloco ela pra mamar meu caralho, e ela ja cai de boca, chupando bem gostoso, e tirando ele da boca e dando porrada na cara dela com o meu caralho. Confesso que cada mulher é diferente, uma mais gostosa do que a outra, mas aqui pra nás, vcs casadas sao as melhores --- foi o que disse a ela. Ao que ela como rsposta, fez aquela cara de safada, escancarando assim, um belo sorriso. E sem parar, foi mamando e babando no meu caralho, chupando a cabeçona e fazendo que ia dar umas mordidinhas, chamando ele de delicia, e descendo ate meus ovos que estavam queimando de tanta porra acumulada. Foi asssim que peguei um colchao e joguei no chao, coloquei ela deitada de pernas abertas e ja fui dando umas dedadas e ela se contorcendo, e gemendo muito, ate que caí de boca, chupando muito aquela buceta toda gozada e ao mesmo tempo, encharcada de melado do tezao que renascia . Fui pincelando bem forte a lingua e derepente comecei a dedilhar o cuzinho dela, bem forte e sem parar, aceleradamente, ate que ela começa a gozar feito louca. Vendo que ela tava gozando, eu caí de boca e lingua no cu e na buceta dela, deixando ela desfalecida de tao forte que foi a gozada que ela deu.

Detalhe: Esperei ela descansar um pouco, ja que ela confessou ser insaciavel. Nao perdi tempo, e ja caí matando no cu dela, no começo fui com muita calma, mas depois meti tao firme e fundo, eu ja tava metendo e rebolando tambem junto com ela, e falando que o cu dela tava tao gostoso que eu tava metendo enroscado, pra ela nao sentir dor. Entao numa loucura indescritivel, nás fomos remexendo e qto mais ela rebolava,e batia o popozao contra meu pau, eu enfiava sem do, puxando o cabelo dela e chamando-a de vadia, de puta de cadela, e pedia que ela botasse a lingua pra fora e fizesse que nem uma cadela, ate que soquei tudo e resolvo masturbar a buceta dela, ao mesmo tempo que eu socava bem forte no cu, e de repente ela goooooza fortemente, e gemendo muito. Logo em seguida, tiro meu caralho no cu dela e pergunta, onde ela quer porra, ela entao me diz que quer sentir o meu gosto, que quer tomar leitinho bem quente na boca. Dito isto, eu mando ela abrir a boca, e esguicho toda minha porra na boca dela, onde ela toma até ultima gota. Entao, saciados resolvemos tomar um banho. E ao terminarmos, pra nao dar bandeira, digo que vou dar uma saída, e so chego ao anoitecer. Sendo assim, ela so tem a concordar com a minha ideia, e diz que tem que ser assim mesmo, pois vamos meter muito neste carnaval. Entao eu a pergunto :

------- E A KARINE, HEIN GOSTOSA?

------- ELA RESPONDE !

------- ELA QUE SE VIRA E FAÇA A PARTE DELA. POIS O QUE EU MAIS QUERO É GOZAR GOSTOSO

Sendo assim, eu a beijei, dei um tchau pra ela, saí com tudo e so voltei qdo todos ja estavam em casa. Ainda bem que a karine nao me perguntou nada e nem desconfiou. Acho que vou continuar comendo a Tais, sem a karine desconfiar. Por hoje é so .

GATAS QUE GOSTARAM DA CONTINUAÇAO, ME ADD NO MEU MSN QUE IREI PASSAR A SEGUIR. QUERO DEIXA-LAS DOIDAS E VARRIDAS, PROMETO ENLOUQUECE-LAS, NAO FALANDO DAS MINHAS EXPERIENCIAS, MAS FAZENDO VCS GOZAREM COMO NUNCA GOZARAM.

SO ADD MULHERES !

MSN: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contoseroticos/maeiniciandofilhacontos eroticos minha cadelinha manhosao virgem comi uma egua preta contomulher escanxa no cachorro e goza gostosoconto erótico a coroa tem um bucetao que deixa marca no shortinhominha mae me prostituia conto eroticoContos eroticos de aluninha de fio dentalContos reais de mulher com cachorromadame currada no mato contocontos eroticos olhano meu marido jogando trucocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html casada lesbica com sobrinha contodevagarsinho entrou tudo no cuzinho contoscontos com minha prima novinhaContos titio comendo a sobrinha bem novinhae dos velhinhos gays no pinto mole fudendo velhinhos contos eróticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconvidei minha irmã para tomar cerveja e acabamos indo pra um motel contos eróticos"vai me rasgar" corno viadomeu irmão me convenceu contoscontos de foder empregadaconto eroticos entre primoscontos eróticos de pequenininhos dando para grandõesconto transformado travesticriei uma puta conto erotico castrado na favelacontos eróticos papai to com vontadeassistir agora porno alargador de buceta pica grossa e enormeContos eróticos bizarroscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto gay aloprado gostoso virei putacomo faxersexooralcontos eroticos com irmaminha tesudinhacontos de corno com pedreiros negros hiper dotados e jumentoscontos eróticos de mãe ajeitando a filha para o pai comer na frente delacontos eróticos gays irmãoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos a bunda gostosa da minha cunhadacontos mulher casada da o cu pro cãopernas grossas dosexookinawa-ufa.ru chantageadacontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos de coroa com novinhochupou o pau no karatê ele gozar na cara delaassistir pornô mulheres libiscos com muito tesãocunhado pegou a cunhadinha mimada e meteu a rolagarotinho teen gemendo no pau e rebolando gostosoconto lesbico tia iniciando a sobrinhabranca gordinha casada estrupada por maniaco no cuconto veridico gozada dentro xoxota recifecontos viado arrombadominha irma só de calcinhacontos de surubas inesperadas com esposacontos comiminha primaconto porno-minha mae e minha avominha esposa na chacara contoscontos eroticos gay meu vizinho negro de dezesseis anos me enrabou quando eu tinha oito anosContos safados pirocaoaec porno videos bhContos erotico viado e corno no hotel dividindo quartocontos eroticos sou casada realizei o desejo do meu sobrinhocontos eroticos... minha mulher não tirava o olho da rola....minha esposa estava raspada contosContos eroticos padrasto.. Febreporno chupei o peito e bucheta da minha cunhada ate ela cedercontos eroticos de noraconto erotico minhas prima se apaixonou por mimcontos,meu padastro disse vou enrrabar sua filha negrinhaContos eroticos seios mautradoslevemente ara tomando banho nuaSo contos eroticos com maridos violentos sadomasoquismoconto pai ai meu cunovinha desmaia de tanto gosa conto eroticoContos vi meu padrasto nucontos eroticos minha sogra franciscacontos eroticos de transando com a cunhada casada e com seu marido bi sexualputinha desde de novinha cristine contos eroticosmeti o cacete na maninha contocontos eroticos fui bem comida feito cadela e chingada de vadia