Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU PAI ESTUPROU A MINHA BUNDA

Olá, meu nome é Larissa, tenho 19 anos, sou branca cabelos curtos, meio gordinha pernas grossas e uma bunda muito grande, minha bunda é daquelas com o rego bem fundo e grande, bem tudo começou quando morava sá com meu pai, minha mãe nos deixou e foi viver com outro homem no Maranhão, isso aconteceu quando eu tinha 19 anos, desde então meu pai nunca mais teve outra mulher, meu pai gostava de beber um pouco e chegava meio bêbado em casa quando completei 19 anos nás nos mudamos para uma chácara no interior do Goiás e foi ai que minha vida começou a mudar, quando tinha 19 anos via como meu pai não tinha mulher se sentia muito sá, um dia meu pai chegou mais cedo e meio tomado de pinga e sentou no sofá, quando foi até a sala pra falar com ele senti um cheiro de pinga ele olhou pra mim e disse que nunca mais eu havia sentado no colo dele e mandou eu sentar, quando eu sentei no colo dele senti que o pinto dele começou a ficar duro, então ele disse que eu já estava ficando uma mulher, dizendo baixinho que minha bunda era gostosa como a da minha mãe, fiquei assustada quando ele disse isso, minhas amigas já tinham me dito que os homens gostavam de meter o pinto na bunda das mulheres, então ele me segurou na cintura e começou a roçar o pau na minha bunda me forçando para frente e para trás, meu coração começou a bater mais forte mas ele parou e mandou eu ir dormir, no outro dia meu pai chegou mais tarde e disse que havia trazido umas coisas pra mim eram duas calcinhas e dois shorts, então ele mandou eu ir me vestir que ele queria ver como ia ficar, quando fui para o quarto e comecei a colocar a calcinha quase não cabia era tão pequena que quase não entrava direito, minha bunda ficou toda exposta e fui vestir o short, parecia de criança era muito pequeno e de lycra minha bunda ficou a metade de fora, então fui para a sala, lá chegando meu pai estava sá de cueca, fiquei na frente dele, mas ele mandou eu ficar de costas pra ele na sua frente ele mandou eu não olhar pra trás, então comecei a escutar um barulho esquisito, parecia que ele estava baixando a cueca e depois ele mandava eu ficar de quatro no tapete depois mandou eu deitar no tapete e não olhar pra trás, depois de algum tempo é que fui descobrir que ele batia punheta olhando minha bunda, isso passou a acontecer todas as noites, algumas vezes ele mandava eu sentar no colo dele e outras eu ficava de pé e ele batendo uma punheta olhando minha bunda, isso aconteceu até eu completar 19 anos, um certo dia meu pai chega em casa e diz que eu ia fazer uma coisa pra ele, ele foi tomar um banho e eu fui vestir a calcinha e o short como era de costume, quando meu pai saiu do banheiro ele foi para a sala e sentou no sofá e mandou eu ficar de quatro, fiquei de quatro uns 5 minutos até que ele mandou eu ficar de joelhos na frente dele, a rola dele estava enorme dentro da cueca, então ele mandou eu passar a mão, senti uma coisa estranha, quase morri, ele mandou eu abaixar a cueca dele, quando tirei a cueca dele a rola pulou pra fora, era enorme tinha muito cabelo e uma cabeçona muito grande, então ele disse pra eu punhetar o pau dele, disse que não sabia como fazer então ele começou a ensinar como bater uma punheta, fiquei batendo uns 19 minutos logo eu estava cansada, então ele mandou eu dar um beijo na cabeça, disse que não, ele me deu um tapa no rosto e disse que eu não fizesse o que ele estava mandando ele ia me bater muito, então dei um beijo na cabeça da rola, logo ele mandou eu colocar a cabeça dentro da minha boca, a pica dele não é muito cumprida mas é exagerada de grosa e uma cabeçorra enorme e vermelha, não estava conseguindo enfiar a cabeça na boca, foi quando ele puxou minha cabeça contra a rola dele fazendo entrar a cabeça da pica dele na minha boca, fiquei totalmente intalada então comecei a chorar, enquanto chorava eu era obrigada a chupar a cabeçona dele com força, depois de chupar a rola dele por uns 5 minutos ele mandou eu lamber o saco, fiquei com muito nojo pois tinha muito cabelo, depois ele começou a empurrar minha cabeça pra baixo, até que minha língua começou a lamber seu cú, fiquei na chupação até ele mandar eu enfiar a cabeça de novo na boca e foi quando ele começou a gozar na minha boca, quase vomitei, comecei a engolir a porra dele porque não tinha como sair, depois disso passei a chupar aquela rola todos os dias, até que um dia ele disse que iríamos sair de camioneta pra ir na casa de um amigo dele, ficamos a tarde na casa desse amigo dele, fiquei conversando com a filha do homem, depois das 7 da noite nás estávamos voltando numa estrada escura e cheia de mato, quando ele entrou no mato e parou o carro, eu já desconfiei que ele me obrigaria a chupar, abriu o zíper da casa tirou o pau pra fora e mandou eu cair de boca, fiquei chupando um bom tempo, até que ele mandou eu sair do carro, ficamos em pé e ele abaixou meu short então começou a roçar o pau na minha bunda, começou a dizer que não aguentava mais e ia meter o pau na minha bunda, fiquei apavorada, ia ter a bunda arregaçada com uma rola enorme a cabeçuda por meu práprio pai, comecei a chorar, então ele disse que era pra entrar no carro e chupar o pau dele até chegar em casa e lá eu ia tomar um pau na bunda, nem me vesti direito o short e a calcinha ficou nos joelhos então fui chupando até chegar em casa, quando entramos ele me levou para o quarto e mandou eu lamber o saco e dar uma boa chupada na rola, fiquei chupando por muito tempo até ele mandar eu deitar na cama com a bunda pra cima, abaixei novamente o short e a calcinha até os joelhos e deitei na cama com a bundona pra cima, ele pegou manteiga e começou a passar no meu rego e um pouco na rola, então deitou em cima de mim e começou a forçar a entrada do meu cuzinho, comecei a chorar muito pois estava doendo bastante sentia a cabeçona dele me rasgar o cú estava ardendo, então foi entrando o resto e enquanto meu pai me estuprava a bunda ele me xingava de puta e piranha eu chorava de dor, depois que entrou tudo ele começou a bombar na minha bunda com todo o peso do seu corpo em cima do meu, então senti sua respiração ficar ofegante e ele começou a gozar dentro do meu cú me encharcando de porra, quando ele tirou a rola da minha bunda saiu porra suja de merda e um pouco de sangue mas ele me estuprou a noite inteira, fui obriga a dar a bunda pra ele durante a madrugada, desse dia pra ca sou obriga a dar a bunda pra ele sempre que ele quer, hoje estou com 19 anos e minha bunda ficou ainda maior, agora temos uma empregada e ela já pegou ele varias vezes roçando pau na minha bunda. Se você é mulher e tem uma histária gostosa, mande um e-mail para conversamos. [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico comendo minha vizinha carminha contos de incestos eu estava dançando funk De vestidinho curto e meu pai viu e não aguentou e comeu meu cuzinhocontos de incesto minha filha se tornou um mulheraocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos velhinho transando com jumentocontos trai meu marido com um dono do bar fui busca cervejaporno insesto na hora gue o tamanho do pau me asusteiconto erotico comendo a dona da mercearia do bairro onde morocontos eroticos incesto na infanciacontos eróticos e fetiches paguei boquete no meu irmãominha iniciação gay contoscomo faxersexooralonto de encesto meu filho mora sosinhoContos eroticos de incesto putaria entre familias em gang bang so de homens pauzudos no sitiomulheres com biquinis bem atolado na bumda fotoscontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anostesao em apanhar de havaianas contoscontos erotico com irmaoconto erptico ajudamdo a filha aperder o cabaçoContos de incesto familiaresposa grupal com 18 aninhos contoscontos eróticos gay putinha pedreiroscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos o cuzao da mamaecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto enteada sem calcinhacontos eroticos fazendo troca troca quando meninoConto porno com a filha halana luize novinhafoi da aboceta vije e a romboContos eroticos da esposa safada com o marido deficienteComtos filha fodida pelo pai e amigos delecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentenovos contos eróticos entre namorados dpfudida sdm querer por fihlocontos eróticos esposa de 60anos com farra na camaconto erotico mamando na comadrecontos de rasguei o cuzinho da minha avócontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticorno mijado contosContos minha esposa e uma morema muonto bumdida tem 1: 80 70 kl e foi enrrabada en casa num currasco meu amigo dormiu encasaconto transando com pau grandecontos eroticos meu tio juniorcontos eroticos de faxineiras coroas safadasconto erotico minha irmã casadacontos eroticos comi.o cuzinho do pirralhocontos erótico me rasgaram mo acampamentoPorno contos incesto familia prazer total qualquer idadecontos-gays fui arrombado por um bombeiro no motelcontoseroticos eu minha maequero uma buceta envolvendo meu pauContodeputa[email protected]contos eroticos amiga seduz sua amigamoreninha linda gostosa quatorze anos dandocontos eroticosconto eróticos de menininhasconto chantagem com a patroaContos eroticos de mulheres menstruadas estupradashistorias pra gozar minha menina de 19 aninhos e delirarmeu sobrinho menor conto eróticoContoeroticocasadasputasfoi da aboceta vije e a rombocontos erótico participei da tranza quando minha prima perdeu o selinho com me namoradocontos o namorado da minha maeeu quro v chiquinha em pornoquero o pauzão dele no meu cu amor agora fica olhando contosvídeos de lésbicas com grandes mentes se massageandozoofilias inicando baby.comconto "fio dental" mãe filhocontos eroticos arrombando a gordacontos de sexo com casada coroaconto erotico amigas chupei cunhada