Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UMA VIAGEM ONDE, QUEM PROCURA ACHA!

Sai de minha cidade com destino a são Paulo, tinha que resolver uns probleminhas e resolvi a pesar de estar sozinha, ir de carro...

Bem era uma manha bem quente, meu marido e minha filha saíram...

Troquei-me e como sabia ficaria muito excitada durante a viagem, resolvi ir de saia curta, camiseta de alça, e sem mais nada...

Aproveitei para não ligar o ar condicionado, e deixar as janelas abertas assim se minha saia levantasse seria apenas culpa do vento hehehe.

Sai daqui era bem cedo sabia que nesse horário a maioria de veículos eram caminhões e isso aumentava meu tesão pois por estarem acima do meu carro seria muito mais fácil ser vista por ele...

Hummmmmmm

Muitos passaram diminuíram para que eu os passasse novamente o que eu fazia bem de vagar mas com segurança é claro.

Tocavam buzina e eu já estava molhadaaaaaa...

Minha viagem já estava ficando cansativa e meio monátona, resolvi então dar uma apimentada na situação, como já estava perto da hora do almoço, escolhi um posto de gasolina que tivesse muitos caminhões, dizem que se eles param ali é porque a comida e boa e barata.

Desci do meu carro e já estava sendo observada por estar sozinha e por parar num posto como aquele com carro de bacana.

Nem me fiz de rogada, subi o áculos escuro dos olhos para o cabelo, soltei o cabelo sacudi a cabeça e me dirigi ao restaurante...

Sobre olhares e palavras de desejo que me deixaram muito excitada, entrei perguntei do banheiro, fui ate lá... dei uma arrumada no visual e sai.

Percebi que estavam quase todos de olho na porta do banheiro, pari dei uma olhada geral sorri e me dirigi ao balcão.

- oi, poderia me ver um cafezinho com leite, por favor.

- claro minha senhora quer mais alguma coisa?

Dei uma olhada para os lados e respondi num tom mais alto:

- agora não querido apenas o cafezinho.

Era possível verificar o falatário, fiz de conta que estava tudo normal, mas sentia escorrer nas minhas virilhas o sumo de meu desejo, mas ali... Era perigoso demais.



Quando fiz menção de pagar o café, chegou bem perto de mim, pra falar a verdade me acochando mesmo um cara alto deveria ter 1,90 forte com cheiro de homem mesmo,e apertando minha cintura disse

- senhora eu pago seu café e a levo pro carro agora! Ta muito ruim aqui. Venha.

Como um anjo aquele “baita” homem apareceu nem sabia como ia sair dali...

Ele me acompanhou ate o carro eu entrei e ele pode ter certeza que eu estava praticamente nua apesar da saia, fez que ia falar comigo e colocando a mão por dentro da janela meteu-a na mina xana e deslizou seus dedos nela o que me fez gemer baixinho...

- filha da puta, você queria mesmo era tudo aqui de homem é. pois então vai sair daqui com seu carro, vai andar devagar pela direita vou pegar uns colegas e meu caminhão encontro a senhora e passo na sua frente daí você me segue.

Olhei nos olhos dele eram castanhos claros e estavam sedentos... E disse,

- estamos combinados... vou indo mas não demora ta tesão!

Dei-lhe um beijo bem molhado e cheio de desejo e vazei na mão dele. Dei re no carro arrumei meu áculo enquanto ele espera eu sair...

Eu sabia que tava correndo risco então ao sair do posto de gasolina pisei fundo no acelerador não podia ficar dando bobeira pois eles poderiam me achar...

Sai e quando vi que já estava segura, pois não poderiam me alcançar passei a me masturbar como se ouvindo a voz daquele homemmmmmmmm e gozeiiiiii.

A minha sorte é que estava prevenida, pois havia papel higiênico no carro e como vazo muito e gozo com abundancia acabei por molhar ate o banco...

Peguei uma camiseta que estava no banco traseiro para qualquer eventualidade. E coloquei entre as minhas pernas.

E segui minha viagem tranquila, pois já tinha dado vazão ao meu tesão.

Quando estava chegando a Sampa resolvi ligar pra casa de meu irmão onde ia ficar. Ele me avisou que não estariam que chegariam tarde, mas que a chave estaria com o porteiro.

Agradeci com um nos vemos mais tarde e segui pra casa dele



Sabia que não precisava me apressar, mas estava afim de um bom banho e mais uma siririca, pois o tesão ainda tava demais.

Cheguei peguei a mochila, pois voltaria logo não precisava de muita coisa e meu carro ficaria na rua, conversei com o porteiro e vi que havia um rapaz lindo gostoso a espera do elevador, corpo atlético, aparentava 28 anos, 1,88 aproximadamente 82k e cabelos lisos e negros...

Não pude ver seus olhos, mas eu precisava entrar naquele elevador, quando vi que ele estava fechando aporta gritei que me esperasse...

Ele gentilmente abriu a porta olhei pra ele agradeci e ao me virar para apertar o botão, deixei que minha saia levantasse e permitisse que ele me visse sem calcinha.

Voltei a olhá-lo, foi instantâneo, ele me viu sem calcinha e seu instrumento já estava cutucando a calça...

Sorri com ar de safada, e perguntei

- você mora aqui?

Ele me olhou bem detalhadamente, e veio em minha direção, deixei que chegasse perto dei um sorriso apertei o botão para parar o elevador... e coloquei minha mão sobre seu instrumento.

-você não me respondeu mora aqui?

Ele me pegou puxou pelos cabelos e levantando minha saia meteu a mão e falou:

- vadia moro aqui sim, mas vou pegar você aqui mesmo... E abrindo o zíper colocou pra fora aquele monumento de 22 cm que mais me fazia verter em desejo.

- então vem meu safado, vem que eu quero isso mesmo. Mete.

Ele então sem nenhuma dá meteu e eu gritei de desejo... Ficamos naquele vai e vem forte minha perna direita levantada e eu de costas para o espelho e ele metendo em mim com tanto desejo que nem me lembrei onde tava.

- vem tesão mete em mim vai aiiiiii aiiiii. Tesão me possua, me fode meu safado vem come a puta do elevador vem...

Ele abaixou minha blusa deixou meus seios de fora e chupava com força e mordiscava os bicos enquanto socava dentro de mim...

Eu não resistia mais, gozei aos berros e disse:

- quero mais vem maisss...



Ele então me virou de costa pra ele, me fez ficar quieta liberou o elevador com o pau no meio da minha bunda e sussurou no meu ouvido

- se entrar alguém você é minha namorada.

Onde vamos perguntei, ele apenas falou:

- cala boca, não fala. Puta geme não fala.

Aiiiii vazei sabia que estava apenas começando e que teria muito ainda daquele macho.

O elevador subiu, parou no andar que havíamos apertado, mas ele me agarrando com força e forçando meu rabo contra aquele instrumento delicioso disse

- aperta garagem.

E quando fui pra frente apertar o botão ele empurrou meu corpo me deixando com o cu a vista:

- vou meter nesse cuzinho agora

E eu gritando bastante fui sentindo sá cabecinha entrando,

- AIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII vaiiiiiiiiiiiii meu safado... Arromba tua nova puta vemmmm

E ele colocando bem devagar apenas aguardou chegar à garagem... Empurrou-me para forra e no primeiro capo de carro que encontrou me colocou para que pudesse enfim meter de vez no meu cu.

É perfeito dizia ele

- uma puta debruçada no capo do carro levando no cu

- sim continuaaaaaaaaaaa, meteeeeeeeeeeeee

E ele cada vez com mais força perguntou:

- você esta gozando e melando meu pau todinho vai puta safada goza safada!

E eu não resisti gritei histericamente por prazer e desejo

- não vou mais aguentarrrrrrr aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii aiiiiiiiiiiiiiiii que deliciaaaaaaaaaaa

- vem aqui minha puta vem chupar esse pau melado de você, chupa gostoso, vem

- vou sim safado, quero sentir o meu gosto misturado ao seu, quero sentir o prazer de beber você todinho.

- vou gozar na sua boca

- claroooooooo e não vou deixar cair nem uma gotinha

- vai vadia, vai que estou para gozar, vai que ta saindo, abre a boca

- vemmmmm fode minha boca....vemmmmmmmmmmm aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

- toma leite safada bebe tudo

- aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii hummmmmmmmmmmmmmmmm

- chupa e lambe gostoso

- vadia, sua puta. Ta com a xana escorrendo. Me deixa chupar ela agora.



Foi então enfiando a língua, que delicia eu sá sabia fazer gemer nessa altura desfalecida no capo de um carro com um gato daquele me chupando...

- asssssssssimmmmmmmm eu não quento...vou acabar gozando de novooooooooooooo

aaaaaaaaaaaaaiiiiiiiiiii

- vai ter que aguentar. Pois quero que goze na minha boca vai vadia.

-aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, tomaaaaaaaa senteeeeee o calor do meu gozo, vazeeeeeeeiiiiiiiiiiiii

- que tesão é você viu, sei que você não é daqui, por isso, moro no 6 andar 601. Tem pra onde ir ou vai comigo.

Foi nessa hora que ouvimos o portão da garagem abrir. Pensei é meu irmão. Não era, mas mesmo assim resolvi que ia pro apartamento de meu irmão precisava de um banho e tirar o cheiro de porra e sexo que estava.

Beijei-o com carinho e falei:

- vou pro apartamento de meu irmão 8 andar 802 mas podemos nos ver amanha?

- Podemos não vadia. Você vai lá ao meu apartamento assim que acordar, e vê se não acorda tarde que quero meu café da manha. Uma puta nova e gostosa.

Apertou minha bunda e falou você vai pelo elevador de serviço sua puta.

Deu um tapa na minha bunda e avisou

- ate amanha cedo, senão vou buscá-la ok?!

Beijos. Entrou no elevador e foi... Pensei,

-Nossa e agora...

Bem isso fica pra outro conto. (o dia seguinte)



Sandra Pereira ([email protected])

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


emprestei dinheiro a casada contocontos sado marido violentoscontos eroticos apanhando p abrircontos eróticos come a irmazinha no ônibus lotadocontos de sexo rapidinha com a cunhada na cozinha enquanto meu irmão tomava banho no banheirocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteas novinha gostosinha dando a b******** sendo engravidado tomando vinhoconto de incesto ||Arregassando a bucetinha de uma virgem enquanto ela chupa o.pau do outroconto eroticos de novinhos com amigostransando pela primeira vez no boa f***Contos eroticos em quadrinhos provocando genrocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentea medica que gostava de zoofilia_contoshistoria e contos lesbica primeira vez com minha babadepois de brigar namoradas lesbika fodim na istradaxzoofilia animal casaro casadacontos eroticos comendo o cu da vendedora da avonconto erotico gay meu amigo rasgou meu cucontos eroticos meu cunhado lambuzou a minha cara de porracontos cunhada com dornão aguentei acabei molestando contos eróticoscasa dos contos familia toda na putariacontos erótico coroa da parada enrabou novinho gayTenho um cuzinho guloso contos eróticosContos eroticos vendidaconto gay "tem que implorar"Contos eroticos minha amiga me contouconto eroticos o.pastor.e.sua.filhaFiquei bebada e com o cu cheio de porracontos eróticos brincadeira do leiteprofessor comendo minha esposa mulata no motelcontos eroticos arrombando a gordaconto vovó e sua anacondawww.ver contos eroticos de professoras gostosas ruivas de 20 ate 30 anos tranzando com seu alunos de 16 a 19 anos de idadecontos eróticos de sobrinhas postado recentementecontos eróticos bebadamarido castrado conto eroticoconto saiu comendoeu confessocomi minhaenteadaMeu marido comeu a minha filhacontos eroticos minha tia me seduziuconto gay dando na apostacontos eroticos treinamentoContos eróticos.com/Enrabei a FloraConto erotc gay e um abobinhacontos eróticos namorada outracontos porbo cadela laikafui cagar gostoso mulher contos eroticoscontos eroticos de incesto: sou cadelinha do meu filho 2gay seduzindo hetero abaixando preso da casa so pra transar"anelzinho aberto" gay contoConto de putinha para os tarados da cidadecontos eroticos traindo marido no futebolcontos eróticos incestos a bucetinha da minha filha é so minhainbebedei minha prima e comi bucetinha dela inquanto ela dormiaconto eroticos comendo a irma de perna quebradacabei comendo a cliente quando ia vender o apto porno brasilcontos eroticos encoxada na irmacontos bdsm erposas escrava submissa martacontos me ensinaram a bater uma siriricacontos eróticos leite incestoCONTO EROTICO: MINHA TIA TURBINADAcontos mulher coloca silicone no peito e na bunda para ficar gostosacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos gay recem casadoCasa dos contos eroticos gay amarrade e emrabado por quatro amigos taradosconto erótico Fui obrigado a violentar minha filhadesvirginando sobrinhacontei para minha amiga que trai meu namorado e o namorado dela com seu amigos me comwramcontos deu o cu para o cachorrasem piedade nem caridade no cu da putinhahomem interra tudo na buceta inxada da sua cadelacontos erótico eu e minha loirinha e um negao de 32 parte 2