Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MENINO BOBO

Olá, é a primeira vez que edito um conto. Eu sou casado, mas tenho umas tendencias bi, quando criança era um menino muito bobo, e ingenuo, aos 19 anos mudei de casa, fui morar em uma rua que tinha muitos meninos. Logo peguei amizade e bricávamos muito na rua, a noite tinha pique esconde. Havia meninos maiores brincando com a gente, um certo dia a noite fui me esconder no quintal de uma casa, de um colega que brincava com a gente, como a casa não tinha mura entrei, e me escondi atrás de uma árvore. O quintal era bem escuro e grande, passado um pouco veio o irmão desse colega e perguntou se eu queria ganhar a brincadeira, e que havia uma maneira de ninguem me ver, eu bem inocente, aceitei, ele disse que era pra eu ficar em pé nafrente dele, que quando olhassem não me veriam pensariam que era sá ele, então ele veio por trás e se agarrou em mim, eu estava com un short meio largo, e logo senti seu pau duro como pedra batendo em minha bunda, perguntei a ele o que era aquilo, ele disse que era normal. então ele começou a fazer uns movimentos de vai e vem me apertando, de repente ele colocou o pau pra fora e eu senti aquele negocio todo melado, munhas pernas começaram a tremer, e me dava uma sensações esquisitas mas eu não entendia o que era. Ele começou a arriar meu short devagar, eu pergutei por que, e ele disse que era pra ficarmos mais juntos e mais dificil de alguém me pegar, então ele arriou meu short até o joelho, e colocou seu pal no meu rego e forçava a penetração, sua respiração foi ficando ofegante, de repente senti ele cuspindo na mão e lubrificando o pau, e voltou a forçar, nessa altura ja estavamos bem na escuridão total atrás da árvore, ele pediu pra eu me abaixar e olhar por baixo pra ver se vinha alguém, me abaixei um pouco, e então ele enterrou a cabeça da piroca no meu cú, no mesmo instante chorei de dor, pois era virgem e minha pregas acabavam de ser arrombadas, ele então me levantou e tapou minha boca, e não enfiou mais, começou a fazer uns movimentos de vai e vem, e aos poucos fui me acostumando e até gostando daquilo, ele então disse que estava me comendo e que iria gozar, pegou no meu pau e tocava punheta enquanto metia bem devagar em mim, de repente ele começou a suspirar mais forte, então ele tirou o pau pra fora e gozou nas minhas coxas, seu pau latejava e parecia estar com o dobro do tamanho, meu cú ardia demais, ele disse que queria fazer aquilo outras vezes, sua porra escorreu perna abaixo, e meu cú ficou todo arrombado, todo vez que o via na rua depois qaquele dia ele piscava pra mim e eu lembrava da dor que senti, mas ele ainda me comeu mais três vezes que contarei em outra oportunidade, valeu.

























































VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Encoxei.um crente no onibus contoestou ficando louco pela filha de minha mulher incestocontos porno dei boa noite cinderela para meus pais e comi minha maecontos eroticos eu aluguei minha mulherbunda tornar atriz contosconto erotico mulher deu buceta para mendigocontos eroticos minha mulher de roupa curta e decotadacontos eroticos sogra de 65anoscasalnacamatrepandofilme porno com gay aguentado dois punho no cu de uma vez mais grinta de dorconto iroticos meu sogro comeu minha mulhe e minha filhaporno doido costureiro medindo os seiosContos erodicos comi o cu de meu sogro corno vestido de mulherComtos namorado ve namorada ser fodida pelo irmao delamulher chupa o peito da outra ate ela gemercontos eroticos gay meu vizinho negro de dezesseis anos me enrabou quando eu tinha oito anosContos minha irma e meu cunhado vieram passar uns dias conoscoContoseroticosabusadacontos eroticos fui comida feito puta e chingada de vadia pelo meu chefemulheres adoram ficar peladas cheio de manteiga no cucontos eroticos arrombando a gordacontos: puto dando ao ar livreConto erotico sou morena clara evangelicaquando me masturbei saiu bastante gosma da minha buceta será que gozei?Mae com a mao quebrada conto incestocontos veridico de priminhacontos manacontos... me atrasei para casar pois estava sendo arregaçada por carios negoesporno baixar caralhogrossos Contos erotico mandei meu filho me depilarmeu sogro minha sogra e minha esposa fazendo suruba contos eroticoscontos eroticos arrombando a gordaconto gay flagrei meu pai massageando o cuMais pinto contos gayconto erotico arrombei o travesti do baile funkhistória de sexo com utesilhos de sexo e um vibrador num cu virgemcontos porno de corno compartilha esposinha branquinha na viagem de onibus com negros hiper dotadosContos eróticos comendo uma lorinha dos seios grandes Luizacontos de cornoscontos eroticos guto 2 amiguinhos e 1 padrasto parte 3dividindo a cama conto biContos com cadelascontos eroticos arrombando a gordasubindo na escada de saia para ajuda pintor pornocontos minha mae a putona do bairroconto gay na ducha da nataçãocontos herotico namoradacontos eroticos fodi minhas enteada gemeaseu sentada na sofá sem calcinhas com pernas abertas pra o papa-contobunda enorme calcinha rendinha vai cuzudaContos eroticos cumeu irma e primacontos eroticos gay com menininhos infanciaContos fudendo elaMeu tio que chupa no meu penisX.mobele munher perdeno virgidade com um home pistoludocontos de corno com pedreiros negros hiper dotados e jumentoscontos eroticos fudendo com uma travesticontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemulher traindo o marido com entregador arvores de natalconto erotico tia rita taradagozei no pau do meu padrasto em contocontos eroticos punheta no.onibusconto erotico esposa baladeiracontos eroticos meu amigo e minha mãecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos gay com menininhos infanciacontos de inxesto como o meu marido não me notava então eu fiquei dando mole para o meu irmão para ver o que ia acontecercontos gemi grita olha corninhocontos eroticos de incesto com filhinho viadinho com a mamãeContos d uma menina estrupada por taxistadei pro cara da vendinha contos eróticosconfesso transando com três