Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SEGREDO DE MEU PAI

Segredo do meu pai

Eu tenho 22 anos e tinha 19 quando o fato ocorreu. Meu

pai e minha mãe são separados desde meus 19 anos e eu

moro com ele.

Ele tem 44 anos, é bonito, peludo, corpo bem cuidado.

Estavamos passando por uma reforma e para essa foi

apenas contratado um pedreiro.

O pedreiro era forte, alto, musculoso cabelos escuros

cavanhaque e aparentava uns 33 anos. Suas roupas sujas e

seu cheiro me deixavam excitado mas ele não me dava bola.

Um dia matei aula e voltei mais cedo pra casa. Passando

pela janela do quarto do meu pai ouvi vozes e quando

olhei vi, para minha surpresa, meu pai nú beijando o

pedreiro. Me posicionei para ver e ouvir o espetáculo:

Pedreiro “faz dias que eu espero por isso. mas hoje você

não escapa.”

Pai “Farei tudo o que mandar”.

Pedreiro “Assim é que se fala. Então abre minha calça e

chupa minha jeba”

Para meu espanto meu pai obedeceu com entusiasmo. Baixou

o ziper e pois pra fora da cueca um pau de uns 19 cm e bem grosso. Depois deu um beijo na cabeça e caiu de boca engolindo por inteiro.

Pedreiro “O patrão sabe mesmo chupar um pinto. Tá gostoso”?

Meu pai apenas acenou que sim com a cabeça já que não

podia falar pois tinha a boca cheia.

Passaram mais alguns minutos assim qdo o pedreiro manda meu pai ficar de quatro na cama.

E novamente foi obedecido. Tirou as suas roupas e foi

examinar o cú do meu pai afastando suas nádegas e

enfiando o dedo médio enquanto meu pai gemia de tesão.

Pedreiro-“Que delicia de cú peludo. Ele está bem

elástico. O patrão anda dando muito o rabo, é”?

Meu respondeu que não, e para minha surpressa e alegria do pedreiro, ele retirou de uma gaveta um consolo com uns 23cm + ou – bem grosso

Ele então pegou o consolo da mão do meu pai e enfiou de

uma sá vez em seu cú fazendo com que ele gemesse. Depois

ficou fudendo o cú do meu pai que pedia mais e mais

rápido. Depois tirou o consolo e disse:

Pedreiro-Agora vou treina-lo com algo melhor. Você quer?

Pai -Quero.

Pedreiro-Não ouvi. Você quer algo melhor sua bicha de

merda??!!

Pai-Sim senhor. Eu quero muito!

Pedreiro-Assim é que eu gosto do meu patrão.

Fiquei espantado em ver meu pai se humilhando tanto e

gostando disso.

Depois o pedreiro deu uma cuspida no cú do meu pai e

pois a cabeça do seu pau. Meu pai deu uma gemida de dor

e pediu para que ele parasse um pouco já que o pau era

mais grosso que o consolo. Mas ele não ouviu e socou com

toda a força fazendo meu pai gritar.

Pedreiro-Agora é que a festa começa.

E começou a meter. As vezes tirava tudo e voltava a

enfiar até as bolas arrancando gemidos de prazer do meu

pai que rebolava de quatro pra aquele pau.

Pedreiro-Agora vira de frente. Quero ver sua cara

enquanto te arreganho.

E começou a foder meu pai de frango assado. Meu pai

gozou sem precisar tocar no pau melando toda a barriga.

Pedreiro-Então patrão já gozou?! Para aprender a não

gozar antes de mim vou encher seu rabo com minha porra.

E começou a dar estocadas mais rapidas até que enfiou

tudo e gemeu. Depois tirou o pau todo melado do cú do

meu pai.

Pai-O senhor gostou?

Pedreiro -Não foi mau. Mas eu ainda não acabei. Fique de

quatro.

Meu pai obedeceu prontamente a essa ordem. Então ele

enfiou dois dedos no seu cú de disse:

pedreiro-Eu te lubrifiquei com minha porra. Agora vou te

arregaçar de verdade.

E começou a bombar com os dedos o cú do meu pai.

Depois de um tempo passou para três dedos, depois para

quatro, e quando eu percebi ele já estava com a mão toda

enfiada no meu pai que gemia e rebolava.

Pedreiro- O que tá achando de ter uma mão no cú?

Pai -Uma delicia.

Ele então começou um vai e vem fudendo meu pai com a mão.

Quando tirou a mão ela estva toda melada com sua porra

que ele havia gozado no cú do eu pai e com o liquido

proprio do cú.

Enfiou então o pau que entrou sem dificundade nenhuma. E

apás duas ou três estocadas tirou e disse:

Pedreiro -Seu cú agora tá mais largo que buceta de puta.

Não tem graça mais come-lo. Vem chupa meu pau agora que

eu quero que você beba meu leite.

Ele então sentou na cama e meu pai lhe fez um boquete.

Até que ele gozou e fez meu pai beber toda a porra e

limpar seu pau com a lingua.

Se vestiu e antes de voltar para o trabalho disse:

Pedreiro -Por hoje tá bom. Mais vai ter mais. E eu vou

trazer um amigo meu para me ajudar na obra e no

treinamento do seu cú.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


menininha putinhatarado espiando a filha ninfetinha juvenil no banhocontos verdadeiro de madrasta amantes do enteadoContos eróticos meu papai me comeucantos eroticos em quanto ele dormia chupei o pau deleemprestei dinheiro a casada contoincesto real mãe gostosa da coxa grossa e quadril largomae e filha sendo arrombadas contocontos eroticos amiga da primaconto erotico vi mae cagar na picaConto gozei dentro da lilianecontos eroticos me encostou na paredecontos com fotos tia e sobrinho baixinho realhomem arromba mulher guandoela dormecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemimi apaixonei pelo novinho de pau grande contos gaycontos eroticos traindo marido no futebolmae entra no quarto de filho sem calcinhacontos eroticos peidei na rola do meu tioViolentei a deficiente contos eroticoscontos eroticos metende devagar na buceta chupando os seios mordendo os bicis cavalgando gememdonifetasafadagostosacontos sem calcinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente"ficou aberto" gay contosou casada vi o meu vizinho na punhetacomendo i gozano deto da negá no salão de carnaval 2017contos vizinha dona de casa tetuda caidacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos esposas arrependidasconto erotico incesto sonifero filhacontos eróticos de professor Gaycontos de sexos ainda dimenorconto erotico loira baixinha gordinhacontos eroticos real de professora casada que trai o marido com velho pirocudominha tia coroa crente de 57 anos contoconto erodico gay usando ropa de menina curtinha com o mendigoconto de suruba com as irma a maeComo e bom fuder com o velhinho contoswww.ver contos eroticos de professoras gostosas ruivas de 20 ate 30 anos tranzando com seu alunos de 16 a 19 anos de idadeconto erodico com mae gostosaComtos pai fodemdo filha e amigas delapunheta contoscontos de envagelicas encoxadas e fudidas na frente do maridorelatos contossexo menininhas 9 aninhoscontos eroticos de homens cdzinhasfoi estuda com amigo18anos e transaoucontos de machos q experimentou um boquete no primomete mete contocontos eroticos com padrastos e enteadascontos eroticos arrombando a gordaContos De maridos q empresto a esposacontos gay treinadorcontos ele tinha um pau grande e grosso me fudeu eu era novinho conto erotico da mulher de nome cris que gosta de varios cacetes e fez festa pra comemorar o casamentomulher do gelou grande fudedoe Deus que cavalo inteiro transando ai ele tem pinando amolecer botar a mão na orelha Ela empinacontos eroticos arrombando a gordacomendo a vendedora contos eróticosgravidas fudendo com picudos/contos e fotoscontos de coroa com novinhocu ardidocontos e vidios de patroes sendo fodidos por empregadas tranxessualconto erotico ati puneta paracontos de caralho nas mamascontos meu pai me arrastava pro matoconto erptico ajudamdo a filha aperder o cabaçocontos eroticos rex meu donocontos eroticos arrombando a gordapai emfia pica filha morromulhe da bucetinha peqena fudedo com cara da pica grande e grosa asitidocontos eróticos mulher maduracontos de clientes mulheres que vão se depilar e as depiladoras chupam suas bucetaszoofilia cadelagozou