Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

AULA PARTICULAR

Oi, meu nome é Tati e tenho uma histária que aconteceu comigo, eu sou professora em um curso de Informática onde tem vários tipos de alunos, um certo dia entrou uma senhora com aproximadamente uns 40 anos, mas toda enxuta, loira, 1,70, corpo malhado, eu perdi logo o fôlego quando ela entrou e disse que estava precisando de ajuda.

Então perguntei em que poderia ajudá-la, ela disse que havia acabado de comprar um computador e queria muito aprender sendo que não tinha tempo de frequentar um curso e se havia alguém disponível para dar aulas particulares, eu logo me candidatei para o excelente cargo, marcamos no dia seguinte ela me deu o endereço ficaria no centro da cidade. Então quando cheguei era um escritário de advocacia onde tinha várias salas de advogados, perguntei por Beatriz, e logo em seguida veio ela toda social, com uma saia na altura do joelho um blazer, ela mandou que eu entrasse até o seu escritário e não conseguia parar de olhar no seu decote. Acho que ela percebeu e tentei disfarçar um pouco. Então começamos a aula e ela sentou bem ao meu lado com um perfume tentador, que estava me tirando o fôlego e a concentração.

Ela começou a se empolgar com a aula e começou a me elogiar, disse que tinha uma filha com mais ou menos a minha idade, mas que eu parecia ser bem mais responsável que ela. Perguntou se eu era casada, eu disse que estava totalmente solteira, mas que homem não era meu forte, que eu gostava era de mulher. Ela deu um sorriso malicioso e disse: _Que interessante!

Ela disse que estava sentindo calor, mesmo com o ar ligado, não apagava o fogo daquela mulher. Daí ela tirou o blazer, e ficou com uma camiseta branca, eu quase morri!

Bom terminamos a aula ela se despediu de mim, me deu um abraço parecia que já nos conhecíamos há anos. Então eu fui embora com aquela mulher na cabeça.

Na sexta feira tinha outra aula e eu mal podia esperar, mas com muito custo chegou, logo que cheguei no escritário ela veio me receber toda contente, e empolgada, entramos na sala e achei estranho quando ela trancou a porta coisa que ela não tinha feito na vez anterior, então ela disse que ia tirar a blusa para ficar mais a vontade e ficou sá com um top bem pequeno eu cheguei a ficar vermelha, pois dei uma olhada nos seios dela e praticamente comi com os olhos ela percebeu e ficou meio acanhada também, mas não vestiu a blusa novamente, então ela se sentou do meu lado, com um perfume delicioso, de matar qualquer pessoa. Então ela me contou que era viúva, tinha 2 filhas e tinha muito tempo que ela não se relacionava com nenhum homem, então eu fiz uma pergunta meio indiscreta, mas que não podia deixar passar:

_E com mulher?

Ela deu um sorriso e respondeu:

Me faltou oportunidade!

Não aguentei e perguntei:

Você é de deixar as oportunidades passarem ou é daquelas que agarra todas as oportunidades em busca da felicidade.

Então ela respondeu:

Eu agarro!

Eu fiquei sem graça por um momento até que não resisti e coloquei a minha mão nas pernas dela, senti aquele corpo quente então ela olhou para mim e deu um sorriso de quem pode continuar. Então eu fui subindo a minha mão até que toquei o seu sexo e senti que ela estava molhada, levantei e peguei pela cintura e coloquei a sobre a mesa, ajoelhei-me na cadeira e tirei sua calcinha, e cai de boca naquela xaninha raspadinha, chupei tanto e ela remexia suspirava gemia, alto sem medo das pessoas na sala ao lado ouvir, quando vi que ela estava prestes a gozar, e coloquei dois dedinhos naquele buraquinho lindo e comecei uns movimentos de entra e sai que ela estava chegando à loucura, ela pedia mais, mais forte, mais, vi que ela queria algo ainda mais delicioso, continuei com os dois dedos na xaninha e coloquei outro dedo no cuzinho, ai que ela foi às estrelas, ela estava maluca mexia com movimentos bruscos, pedia mais, mais e eu estava doida de tanto tesão, até que ela entrou em um orgasmo profundo e deu um grito tão alto que senti passos perto da porta, eu a beijei para sufocar os gritos, e ela gemia, gemia, e acabou gozando.

Então eu dei um beijo de leve e me afastei, ela ainda estava em transe, e permaneceu ali deitada por alguns minutos, até que ela olhou para a minha cara e disse:

_O que você fez comigo garota? Nunca senti algo tão profundo, nunca tive essa sensação antes na minha vida.

Eu sorri e disse:

_Se quiser mais aula estarei a sua disposição.

De repente batem na porta, ela pede para aguardar um momento dá uma geral na sala, e atende a porta, era o Ricardo um ajudante dela que eu sentia que tinha um pouco de ciúmes de mim com ela pelo modo a qual ela me tratava.

Então, ela abriu a porta ele fez uma pergunta sobre a clinica ele aproveitou para dar uma olhada no ambiente e se retirou. Então já era hora de me retirar, ela disse:

_Não vá ainda!

Mas eu tinha um compromisso marcado.

Então ela disse:

_Posso te fazer apenas uma pergunta?

Sim

Respondi:

_Você costuma transar com todas as suas alunas?

E eu respondi:

_Claro que não, nunca tive uma aluna tão especial como você, é a primeira vez que isso acontece comigo.

Ela sorriu e me deu um beijo de despedida.

Continuo dando aula para Heloise, já vão se completar 1 ano, e todo dia antes da aula tenho que dar uma revisão na mulher, se não ela não me deixa explicar nada, estou curtindo muito esse momento ela é uma mulher linda e cheia de tesão.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


so os contos eroticos mais gostososcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eroticos cofrinho esconde escondeminha piroquinha dura no cu do molequeminha tesudinhaConto mete gostoso ui uicontos eroticos vovôs com netosConto Meu Amor é um Traficante parte 3- Contos Do PrazerContos eróticos menininha putinha com rostinho de anjocontos tirei sua ropa bem de vagar pra ela nao se acordacontos eroticos bem safados e essitante arronbarao meu cusinho com um pepinoArromba essa puta soca essa rola na minha buceta me fode contosconto erótico nru marido me fez da pra um cão velhos cafetao fudendo casadacontos dei a xota pro mendigocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentebucetas esajero de xotacontos fudendo casal bi drive innirmazihas safadas locas por sexcantos eroticos dando meu cuzao para meu filho  Minha vontade era de explodir de tesão quando ela me perguntou isso. Mas me controlei e falei só que sim, que pensava muito nela!! Aí foi meio automático, a gente já estava bem próxima mesmo. Ela se aproximou, eu me aproximei. Não sei bem quem tomou a iniciativa, mas o nosso primeiro beijo rolou ali mesmo. Foi maravilhoso. A lí  conto comendo viuvatirei o cabaço da minha tiacontos eróticos a enfermeira velhacontos sexo minhas meninas do sitioirmã irmão estudando lá no exterior não tinha feito ela com tesão ele com tesão meteu a rola nela bem gostosocontos.eroticos de alguem tomando injecao pornosou casada vi o meu vizinho na punhetaconto no mato espiando a filha tomar banho no riufui almoçar mas a cunhada e ela me deu foi a buceta so nos dois em casaContos eroticos negra entiada comi mae filhacontos coxudas de saiacache:j0q8EtsB_AUJ:okinawa-ufa.ru/conto_28654_minha-segunda-transa-com-o-namorado-da-minha-ex.html Contos eroticos/dp com a ninfetinhaconto gay me chamou para comer um veadoconto de arrebentando o meu cu com a pica grandecontos eroticos engravidei minha chefeContos eróticos dei em nova iguaçucontos zoo velha carentecontos eroticos arrombando a gordacontos sexo a esposa amamentandogostosinhacontoeroticocontos eroticos arrombando a gordaDeusa mulata levando pica branca na bucetacontos eroticos arrombando a gordaconto sacanagem com a.primaquando a chapeleta inchada entrou no cu a menina gritocontos eróticos esposa de 60anos com farra na camacontos di mulheris que ralaram pela primeira vezMulheres se jutao para fazer xexo contostia tesuda contocontos gay negaotitia coroa aliviando sobrinhocontos eroticos com enteadaContos.minha.filha.ja.ten.cabelo.na.buceta.eu sentada na sofá sem calcinhas com pernas abertas pra o papa-contocontos eroticos arrombando a gordaconto eu meu filho e meu pai cumemos minha esposa rabudaconto eróticos de mendigo arregaça bucetacontos eroticos outro pou de presente para minha mulherporno minha vizinha chama para ajudar e acabada dandoeu confesso caso de incestocontos eróticos estupro concedidocontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cãocomeram minha esposa,contos eroticoscontos zoofilia gaycontos eróticos com gordacontos sobre velhos taradosbucetuda goza ate travarconto vendo cunhada casada peladinhaminha sogra viu eu tomar banho contosconto erotico sogro ahh uhh mete mete