Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EMPREGADA PEITUDA E GOSTOSA

Estou com 41 anos e me separei tem uns 6 meses. Minha ex, claro, levou quase tudo aqui em casa, inclusive a empregada. Tive que contratar uma outra e me foi indicada a Rosângela, que depois de uns dias passei a chamar de Rô. Era uma mulher negra de 27 anos, com um rosto muito bonito e um corpo apenas razoável, mas possuidora de um belo par de gigantes seios.

Nos primeiros dias, sequer notei a sua presença, apenas reparei na eficiência do seu serviço. Depois, comecei a verificar que quando ela ia lavar os pratos os bicos dos peitos quase estouravam a blusa, mesmo com sutiã. Certo dia, ao tentar regar umas plantas que ficavam em local alto o regador escapou e ela tomou um banho, tendo a blusa amarela ficado quase que totalmente transparente. Ri bastante com ela, mas não deixei de ficar olhando para aquele monumento gigantesco, um par de lindos peitos com mamilos bem redondos e uns bicos do tamanho de uma tampa de caneta bic. Fiquei louco de tesão e acabei exibindo meu pau duro por baixo da bermuda. Ela olhou, mas nada disse, virou de costas e saiu. Dois minutos depois eu estava tocando uma bela punheta e gozando um jato forte no azulejo e depois mais uns seis, melando tudo.

Certo dia ela chegou pela manhã com o rosto triste e olhos inchados. Perguntei o que houve e ela disse que havia sido expulsa de casa pelo companheiro, que vivia bêbado. Fui trabalhar preocupado e liguei para ela, que mais uma vez lamentou tudo e ainda disse que estava envergonhada porque sua idosa mãe não poderia saber agora, porque estava doente e que não poderia voltar pra casa sem que antes tivesse resolvido com tudo.

Na hora ofereci para ela dormir lá em casa. Ela aceitou, mas disse que estava sem roupa e eu disse que iria comprar uma roupa para ela dormir.

Nem trabalhei direito e dirigi meu carro com o pau estourando os pentelhos. Ela abriu a porta e começou a soluçar. Eu a abracei e disse pra ela ficar tranquila que tudo iria terminar bem. Ela encostou a cabeça e me abraçou, encostando os peitos fartos em mim. Fiquei alucinado e dei um beijo no pescoço dela, que retribuiu, mas saiu para a cozinha.

Perguntei se ela ia tomar banho agora ou mais tarde e ela disse que sim e perguntou pela roupa e entreguei o pacote com uma bermuda dessas de tecido fino e junto e uma camiseta decotada. Comprei de propásito um número menor. Quando ele saiu do banheiro nem acreditei no que estava vendo. Ela veio caminhando devagar, com a xota volumosa sendo cortada ao meio pela bermuda apertada e os dois peitões quase que pulando do decote e que não balançavam, mas tinham um movimento pros lados e os bicos riscando o tecido. Não resisti e elogiei tudo aquilo que estava vendo e ela disse que estava se sentindo uma artista. Completei dizendo que ela estava muito gostosa e na lata falei que tinha tocado umas punhetas pra ela e mostrei meu pau latejando. Ela se ajoelhou e começou um boquete alucinado me levando a loucura. Quase gozei quando ela lambeu meu saco. Deitei e a puxei por cima de mim. Vi aqueles peitões querendo sair pelo decote e arranquei a blusa deixando os bicos quase furando os meus olhos. Caí de boca lambendo e chupando os bicos. Enquanto eu chupava um peito, ofereci o outro pra ela que começou a lamber e acabou chupando o práprio bico do peito esquerdo. Minha mão encontrou a xota mais molhada que já tinha visto e quando encostei o dedo no grelo ela deu um pulo e começou a gozar alucinadamente se debatendo e apertando os dois peitos. Aproveitei e coloquei o meu pau na porta da xota e ela sentou rebolando. O calor e a umidade foram demais pra mim e me segurei o máximo que pude. Tirei o pau da buceta e encostei na porta do cuzinho. Ela nem pensou duas vezes e mirou com jeito, sentando bem devagar. O movimento acelerou e não consegui mais aguentar enchi o cu da Rô de porra.

Os dias seguintes foram melhores. Ela passou a andar semi-nua em casa, com camisetas mínimas e transparentes que comprei. Passei a trepar todas as noites com ela.

Um dia, viajei com ela pro nordeste. O biquíni mínimo que comprei foi uma coisa de louco e “afinei” o meu pau de tanto fuder com a Rô.

Minha vida ficou muito melhor, comendo diariamente a minha excelente, átima e gostosa empregada. E ninguém sabe disso até hoje.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto eu e meu sobrinho no banhocontos eróticos pai dotadoConto de vadia de quatro no bar metendo com muitos machoscontos de sexo com vovoEliana: é meu vizinho que quer comer meu cuchupando os peito da profesora dos peitos mai empi nado do mundovideos de sexo com cintirinhas finas e bundonacarnavaldeputariascontos eroticos arrombando a gordasou viciada no pau grande e grosso do meu cachorrocontos eroticosem familiacontos eróticos de dupla penetração b*****porque eles bunduda gostosaMesmo contra a vontade da minha familia eu sou mulher do meu primo viuvo conto eroticocontos eróticos de patrão com secretária recentesputa que mora no bairro portãoconto lesbica professora dominadacontos eroticos com meninocontos verdadeiro aventura das melheres com mendigos roludosAmigos de meu filho eu provoquei e eles vieram conto eroticocontos eroticos arrombando a gordarelato erotico buceta peluda da maeContos eroticos de estupro meninascontos eroticos sogra de 65anoscontos eroticos japonesa casadaconto minha esposa rabuda deu pra familia todo na salasem querer vi a rola do meu enteado contoscontos eroticos namorada primocontos ganhei uma massagem e fiz um boqueteconto erotico metendo na comadrecontos eroticos eu e a minha filha somos putaeu gordinha arregacada por um roludo contosContos enfiei o dedo no cu do meu marido ma frente do meu amantecontos eroticos Gay de fui visitar meu tio e ele me comeuconto erotico velhosconto minha madrasta a puta da minha maecontos mia mulhe linda aromou u amate muito bemdotado ela gemi muito na rola deleConto de puta esporrada por muitos machos no bardeixo penetrar sem camisinhaConto esposa Volta da viagem arrombada o marido ve a diferenca quando faz sexo con elaContos eroticos minhas irmas e minha mae fizeram um gang bang com muitos negoes no sitioContos erotico marido corno bebedor de porradei para os amigos do meu filho contoscontos eroticos glaucia cdmolhadinha de tesao com pica dos animaismeu tio safado gosta de mim ver de vestidinho curto pornocache:ghc1AhqYUekJ:https://mozhaiskiy-mos.ru/conto_22490_parentes-sacudos-e-safados.html travesti do pau vermelho cabeça g****** jato sexocontos tava batando uma derrepente minha prima me pegaContos er padrasto estuprcontos eroticoscomendo aenpregada novinha e sua filinhadesabafo sou casada trai meu marido com eletricistapode me chama de de puta decachora e salientepai corno contoscontos eróticos gays metroContos eroticos minha primeira vez foi quase um estupro e eu gosteicontos incesto mãe fofinhaconto corno rabochaves lambe a buseta de chiquinhacontos/como descabacei minhas filhasfotos.e.contos.de.homem.cazado.que.ama.chetar.pau.pintoDesvirginando a irmazinhacontos erotico mayara piercingcontos eroticos praia nudismo em familiaChuva dourada entre pai e filha contos eróticoscrente viciada em engolircontos mamae piscina bronzeador bikinicontos dei pro meu genroCONTO COMI O CUZINHO DA VOVÓZINHAcontos heroticos - brincando de pique escondecomendo e falando sacanageme gozando contoscontos lesbica fui sedusida banheiro boatymeu cu aberto e ardido de picacantos eróticas adoro da o cucontos eróticos comi a bundinha da mulher do meu amigo com ele dormindo real