Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O DIA EM QUE PERDI AS PREGAS ( VERIDICO)

Ola me chamo Daniella, sou uma morena de 1,65alt não mais que 60kg, corpo malhado pernas torneadas bumbum grande e empinado cabelos cacheados que batem quese no meu bumbum. Dês dos meus 19 anos eu já chamava a atenção dos meninos devido ao meu corpo e rosto que por sinal é lindo. Mas nunca liguei, pois sou de uma família rigorosa d+, tipo casar virgem. Ma nos meus 19 anos comecei a ficar bem safadinha, comecei a tocar meu corpo e notar meus seios e vagina. Pois bem sou de uma família grande, muitos primos e primas e sempre fomos criados juntos, uma família unida. Mas no meio desse monte de primos sempre tem um que é mais safadinho rsrsrsrssrsrsrs.......

E eu que também não era santa (rsrsr) comecei a olhos meu primo com outros olhos, sempre que dava eu tava la perto dele. Certa vez eu não tive o que fazer e fui espiar meu primo trocar de roupa, mas não vi nada pois ele estava de cueca e de costa para a porta onde eu estava olhando ele. Passou uns meses e meus tios os pais desse meu primo teve que viajar por motivo de doença e meu primo que não posso citar nome veio ficar aqui em casa, mas ai que tava o problema pois na minha casa sá avia 2 quarto um dos meus pais e o outro o meu. Bem, então colocarão meu primo pra dormir no meu quarto. Meu primo tem 19 anos é moreno escuro tem 1,90al e deve peser não mais de 80kg eu acho! E tinha um corpo.... ai... que corpo, todo malhado barriga tanquinho braços fortes e definidos um espetáculo. No meu quarto tem suíte, certa noite acordei na madrugada e percebi que meu primo não estava na cama e a luz do banheiro estava acesa e a porta entre aberta, me levantei bem devagarinho e fui ate a porta do banheiro e vi uma cena chocante, MEU PRIMO COM UMA CALSINHA MINHA SE MASTURBANDO não dava pra ver direito pois eu estava espiando e tinha qu éter cuidado para ele não me ver ali parada vendo ele se masturbar. Ele gozou na minha calsinha e colocou no cesto de roupas sujas. Voltei para minha cama tremendo ate os pés. No dia seguinte mal eu olhava pra ele. Fui para a escola mas com o pensamento no que tinha vesti na madrugada. Ao anoitecer tirei minha calsinha que estava suada e suja também e coloquei no cesto mas eu fiz isso de propásito pois eu sempre lavo minhas calsinhas. Então fiquei acordada mas de olhos fechados, e foi como eu pensei, o danado se levantou e veio ate a minha cama e levantou o lensou e ficou olhando eu ali dormindo so de calsinha, e foi para o banheiro assim que ele entrou me levantei e fui ate La para ver, ele dessa vez lambia minha calsinha como um cachorro faminto, se masturbou e gozou forte pois foi bater no Box do banheiro ele gemia baixinho corri para minha cama, mas não consegui dormir, esperei um pouco e me levantei devagar para não fazer barulho, fui ate a cozinha beber água quando eu ouvi uns barulhos vindo do quarto dos meus pais, fui ate a porta para escutar mas não dava, e eu queria ver que barulhos erão aqueles, abri a porta do quintal devagar sem fazer barulho e fui ate a janela do quarto dos meus pais e vi eles 2 transando nossa eu fiquei toda molhada isso nunca tinha acontecido comigo antes, ate achei que tinha feito xixi rsrsrsr.... mas eu fiquei ali vendo e percebi que minha mãe fazia cara de dor mas gemia ao mesmo tempo e meu pai engatado por trás de mainha puxando seu cabelo e dando umas tapas na cara dela, nossa eu achei estranho aquilo mas continuei ali, foi quando eu escutei meu pai falar AGORA VOU COMER SEU CU VADIA e mainha não disse nada se acomodou na cama com seus travesseiros e painho meteu nela, mainha gemia de dor eu acho... mas não sai dali e cada vez painho ia com violência ate que ele agarrou mainha pelos cabelos e puxou ate seu penis e enfiou todo em sua boca e vi mainha tomando todo o liquido que saiu do penis da painho, achei aquilo nojento, mas sem falar nada voltei para o meu quarto e me deitei mas não consegui mas dormir, fiquei pensando poxa o que ta acontecendo, meu primo se masturba com minha calsinha e mainha e painho transa feitos cachorros, se batendo, xingando etc.... Eu não entendia nada sobre sexo, eu tinha aulas de educação sexual mas não é assim rsrsrsrs... Quase sempre eu escutava barulhos vindo do quarto dos meus pais, mas eu não queria ir mais lá. E meu primo vixe esse nem se fala todas as madrugadas tava La ele batendo seu ponto, se masturbando com minha calsinha. Um certa noite eu tava adormecida quase dormindo quando senti um negocio quente entre minhas pernas, fiquei com medo e não quis abrir os olhos para ver o que era, mas no fundo eu sabia que era meu primo. No dia seguinte notei minha calsinha toda grudada com um cheiro forte não sei dizer o que sá mas tarde fui saber que era esperma. O danada gozou na minha calsinha. Não falei nada fui tirar a calsinha e tomar banho, confesso que estava com nojo de tocar minha vagina. Me troquei tomei meu café e fui para a escola, mas justo nesse dia eu teria aula de educação sexual, na meio da aula um aluno perguntou a professora se sexo anal era certo e se era limpo! A professora explicou que sexo é sexo e entre quatro paredes vale tudo para se ter prazer. Minha professora começou a contar uma historia que ela tinha lindo em um livro A HISTORIA DE UMA GUEICHA, ele disse que a menina era virgem e os pais era muito no pé dela e seu namorado queria muito transar com ela, mas ela tinha medo dos pais dela,,, então qual a saída para transar com o namorado e continuar virgem???? Então ela resolveu fazer sexo anal, pois estaria matando a vontade do namorado e ainda continuaria virgem. Essa historia que minha professora conto me fez lembrar da sena que eu vi dos meus pais, então eu perguntei para a professora se doía fazer sexo anal e como pode ser feito, mas claro não perguntei na hora da aula esperei terminar a aula e quando ficamos so eu e ela eu fui perguntar. Mas minha professora me disse olha em 1 lugar vem a segurança CAMISINHA sexo sem camisa não dá. Então ela falou olhe Dany se eu te falar que não dái eu vou ta mentindo pra você, doer dái sim mas é uma dor prazerosa pra algumas e uma dor dolorida para outras, tem que ser feito com carinho e dedicação, você tem que se sentir bem na hora e com tesão e claro ta afim de fazer sexo anal, tem que ter um lubrificador a base de água para não estourar a camisinha. Fui para casa pensando nisso e pensei “SERA”. Comecei a pesquisar sobre sexo anal na internet, virava noites lendo artigos e contos e claro vendo vídeos de sexo anal rsrsrss....Isso me despertou um desejo enorme de fazer sexo anal, mas tinha medo, da dor dos meus pais etc... Mas eu ficava pensando, como um buraquinho tão pequeno consegue aguentar um pênis grosso e as vezes ate grande,,, eu ficava penando “COMO” e resolvi tocar no meu anus para sentir meu pequeno buraquinho. Cada vez que eu tocava meu anus, eu sentia um arrepio em meu corpo e uma sensação boa. Cada vídeo que eu via na internet sobre sexo anal eu sentia uma vontade de fazer o mesmo, mas tinha muito medo. Passou quase 2 meses eu vendo vídeos e pensando no assunto quando tomei uma decisão... “VOU FAZER SEXO ANAL”, mas tinha um problema com quem seria minha 1 vez! Eu não tinha coragem de transar com meu primo, apesar dele ser um tesão. Então comecei a pensar com quem vai ser, tem que ser com uma pessoa de confiança minha e que não vá contar aos meus pais. Mas na minha cabeça sá vinha meu primo. Pensei muito e resolvi vai ser meu primo, mas eu não podia chegar pra ele e falar come meu anus, tinha que ter um clima, então resolvi criar o clima. Esperei chegar o sábado, pois todos os sábados meus pais vão ao cinema pela noite, assim que meus pais sairão meu primo ficou na sala vendo TV e eu fui para meu quarto, tranquei a porta e fui escolher uma roupa, peguei uma calcinha bem bonita e pequena quase fio dental e uma camisola trás parente e fui tomar banho. Sai do banho e coloquei a calcinha e a camisola e pense, “COMO VOU FAZER” abrir a porta do quarto olhei e ele estava Lá vendo TV, sai do quarto e fui para a cozinha, tomei água e fui voltando para o quarto bem devagar e olhando para ele, ele me olhou, acho que tomou um susto rsrs, mas ele não tirava os olhos de mim, entrei no meu quarto e me deitei na minha cama e fiquei lá esperando ele vim. Ele passou pelo quarto olhou me viu deitada e foi para cozinha escutei um barulho de porta abrindo, mas não fui olhar, demorou uns 5 minutos e ele para na porta do quarto e falou Dany eu olhei e ele falou, pensei que você estava dormindo, e eu falei, “AINDA NÃO TO AQUI PENSANDO EM MUITAS COISAS” e ele perguntou posso saber o que? Eu sem mas nem menos, não sei de onde veio a coragem, mas eu falei. Vem cá que eu te conto, falei isso com uma carinha bem safada.... Ele entrou e sentou na cama, eu olhei no fundo dos seus olhos e falei, “TA COLOR AQUI” ele disse é mesmo, me levantei fechei a porta e liguei a AR., me aproximei dele e passei a mão em seu rosto e disse, você tem um rosto lindo, ele disse o mesmo, mas colocou a mão em minha cintura e falou você tem um corpo lindo, um rosto de bebe, e eu falei você acha que eu sou bebe,,,,,, ele se levantou e me agarrou bem forte e falou, vamos ver se você é uma bebe ainda. Começou a me beijar pela nuca e orelha, fui descendo pelo pescoço chegando em meus seios, eu senti um arrepio e um frio na barriga e espinha. Ele levantou minha camisola e passou a língua no bico dos meus seios nossa, nunca sinte aquilo, meus bicos ficarão duros na hora, ele começou a chupalos bem devagar e com carinho, ele foi descendo mais ate chegar em minha barriga e beijou, descendo mais quase chegando em minha vagina eu segurei em seus braços, ele me olhou e falou “QUE FOI” eu falei, “NADA” ele se levantou e me sentou na cama, e falou agora você vai ver uma coisa... Quando ele falou isso eu fiquei tremula. Ele tirou sua blusa e desceu a sua bermuda, ficando sá de cueca, nossa fazia um volume grande por baixo de sua cueca, minhas mãos começarão a tremer e minhas pernas também. Ele bem devagar desceu sua cueca, quando eu vi seu penis, eu falei “MINHA NOSSA É GRANDÃO” ele rio e falou você achou,,,, eu não falei nada. Ele ficou me olhando sem falar nada e eu sem saber o que fazer, foi quando ele disse porque você não toca nele, pra você sentir ele em suas mãos, foi o que eu fiz coloquei minha mão em seu penis, senti ele vibrar. Era quente, duro e exalava um cheiro de Homem, cheio de cabelo e veias tinha uma cabeça “ENORME” e vermelha. Tive medo. Ele me pedio para colocalo na boca, eu olhei para ele com uma cara de quem tava com medo, e ele disse olhei, passe a língua nele e depois você coloca ele na boca, sem jeito eu fiz passei a língua em sua cabeça, e fui descendo pelo tranco chegando em suas bolas, Lambi cada milímetro de seu penis, e coloquei ele na boca, sem saber. Ele reclamou que meus dentes estavão tocando seu penis que era para mim chupar e não morder. Entam fui aprendendo, chupei sá com os lábios, ele forçava para entrar todo em minha boca, mas não cabia, eu ate engasgava e saia lagrimas de meus olhos quando ele forçava para entrar. Chupei ele um bom tempo ficando com minha boca dormente. Ele me deitou na cama e tirou minha calcinha, chupou meus seios e desceu ate minha vagina, mas não deixei ele tocar nela, ele para me olhou e perguntou, porque você não quer que eu toque nela, e eu falei minha vagina era virgem e queria que ele ficasse virgem. Ele ficou parado sem saber o que fazer e falar. Quando eu falei, olhe eu quero transar com você, mas não quero perder minha virgindade, ele me olhou com um sorriso enorme no rosto e me falou ah..... você ainda quer ficar virgem, mas para isso sá tem um jeito, eu comer sua bundinha... eu sorri e falei isso mesmo. Ele tirou minha calcinha e me pois de 4 na cama, lambei meu anus e falou vou aqui pegar o lubrificador. Ele foi ate o quarto de meus pais e veio com uma bisnaga que tinha as iniciais K,Y peguei para ver e vi que era a bese de água e lembrei do que minha professora tinha falado. Ele colocou K,Y em meu anus e no seu penis e encostou seu penis em meu anus e forçou, não entrou, mas ele colocou mas K,Y em meu anus e forçou e desta vez vez entrou a cabeça, “NOSSA QUE DOR” ele parou e deixou eu me acostumar, e começou a empurrar o seu tronco. Chegando ao topar La no fundo. Assim que topou ele começou no vai e vem, e cada vez mais forte, meus olhos lacrimejavam e minha pernas estavão bambas, meus anus doía muito, cada milímetro que entrava em mim doía mais. Não sei quanto tempo ficamos ali, sá sei que eu já não aguentava mais de tanta dor. Eu pedi para ele para pois eu não estava mais aguentando, eu sentia que eu estava toda rasgada. Ele saiu de dentro de mim e vi seu penis cheio de sangue e fezes, fiquei assustada e ele me falou que era normal, pois eu tinha perdido as pregas do anus. Ele foi ao banheiro e eu me deitei na cama, pois nem em pé eu aguentava ficar. Ele voltou e falou ainda não terminei, na minha cabeça veio “NOSSA VOU SOFRE DENOVO” mas eu pensei errado, ele me pedio para eu chupalo, e eu fiz o que ele me pedio. Ele gemia e gemia como um louco, mas eu lembrei quando ele estava se masturbando ele gozou, e tirei de minha boca seu penis, mas não deu tempo ele deu o primeiro jato que foi direto em minha garganta, o segundo foi em meu rosto me lambuzando toda, tentei me levantar e seus jatos de espermas me lambuzava toda, em meus seios e barriga. Corri para o banheiro para me lavar, me deu anciã de vomito, mas não vomitei. Voltei e troquei de roupa e me deitei, mas ele queria mais e mais, mais eu não aguentava mais. Adormeci e nem vi meus pais chegarem em casa. Ao amanhecer quando me levantei senti uma forte dor em meu anus e mal tava conseguindo sentar.. Bem depois dessa noite eu não fui a mesma me trasformei em uma putinha do “ANAL”. Em breve venho relatar mais contos. Beijão a todos. AH.. NO MEU PROXIMO CONTO DEIXO MEU E-MAIL PARA CONTATO....

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos, enteadomãe não deixa filho fude.com ela.na.vuzinhamão amiga trêm metrô onibus show contos eróticoscontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos cheiro de urinamasturbando pelo telefone contos eroticocrossdressing miudinhacontos comendo a enfermeiracontos de viuvinhas crenteschantageada e humilhada pela empregada negracontos eroticos mulhersibha do papaicontos eroticos louco pra da meu cuzaoConto comi esposa do meu irmao e gozei dentroexibir vídeo de Chaves comendo Chiquinha empurrando o pau na b******** delarelatos eroticos encoxando a irma no onibussogra humilha genro contos eroticosquando era pequena mamava na pica do meu tiocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos com amiga da mãesó um pouquinho contos contos incesto com a mae rabuda eu e meu pai na praia de nudismogenro faz sogra gozar contospau duro micaelatraindo na cadeia conto eróticoufa ufa ela senta fode e chupacontos eroticos de tias fudendocontos.eroticos.so.taradinhas.de.seis.aninhosconto aquela mulher mexeu na minha buceta cu teentravesti jhuly hillsamigo hetero contocontos eroticos arrombando a gordacontos esposa evangélica e cunhadacontos eroticos comi minha irman de 06anosMesmo contra a vontade da minha familia eu sou mulher do meu primo viuvo conto eroticoTransei com minha prima brincando de esconde escondecontos eroticos minha mulher me castiga apertando minhas bolascontos dou a bunda desde cedocontos heroticos dormi com minga mae e ela mexeu na minha bucetaminha sogra usando lycraminha namorada perguntou se eu era gay contoconrtos estrupo minisaia casadaContos eroticos comadreNovinha apavorada com anaconda gigantecontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cãoContos eroticos fui a putinha desde pequeninhacagando na cara contoespirrei minha sobrinha bêbadaQuero um homem que chupe minhas tetas quando chega do trabalho e pra dormicontos eroticospais e filhas novinhasContos eróticos de incesto filinha mimada do papaiwww.molhes.mais.vigis.pornozi..comconto erotico traveco e casalcontos eroticos dando cu pro filhoBuceta virgem contosvi minha irmazinha de caucinha nu rabo ve contos eroticoscontos eroticos arrombando a gordaconto esposa caralhudoSou casada fui pra um acampamento com os colegas a amigas so rou surubaconto erotico mamando na comadrevideos de sexo com cintirinhas finas e bundonaConto erótico de laraporno zoo insesto e dominacao en contos eroticosconto porno gay putinha de váriosrelato erotico quando menina meu irmao comeu meu curelatos arrombei a amiga da minha irmasubmetido a chantagem para ajuda o marido contos eroticoamo cheirar a boceta da minha esposa pela calçacontos eroticos teens eu baixinha i peituda com meu tio no carrocontos eroticos fui me ensinua para o papai e acabeicontos eróticos mãe e filho de araraquracontos eroticos mae e filhocontos eroticos minha mae e meus amigos armandocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente