Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SOU MESMO UMA PUTINHA! FUI à PRAIA E TOMEI NO CUZINHO!

Novinha e putinha! Fui à praia e tomei no cuzinho! Eu sou Karina, uma menina de 19 anos, branquinha, olhos verdes, não sou do tipo mignon, tenho 1,58m e 49 Kg, mais meu corpo é bem delineada, sabe como é a falsa magra, esta sou eu, tenho as perninhas malhadas, bundinha empinadinha, que todos adoram e peitinhos durinhos e médios, biquinhos rosados e lábios carnudos que os homens já me imaginam fazendo um boquete. Esta histária aconteceu quando eu estava namorando com o Felipe e ele me chamou pra passar um final e semana no litoral com uns amigos do curso dele, quando nos reunimos na sexta feira fiquei boquiaberta com os gatinhos que iriam, todos loirinhos, corpos malhados e aquele jeitinho de surfistinha galinha que eu adoro. Eram quatro caras e duas meninas além de mim, sá que elas eram amigas deles há muito tempo.

Quando chegamos lá a casa estava imunda e fomos começar a arrumar a casa, fui pro quarto e coloquei uma roupa mais à-vontade pra fazer a faxina, era um micro short branco que dava pra ver minha tanguinha branca de rendinha cravada no meu cuzinho e a parte de cima de um biquíni minúsculo. Quando eu cheguei na sala os rapazes não conseguiram disfarçar e me comeram com os olhos, me senti toda-toda, adoro ser desejada. Eu tratei de limpar o chão pra me abaixar bastante até que o Fê falou pra eu parar q os caras estavam olhando, aí eu dei uma de santinha e perguntei se ele queria q eu trocasse de roupa e ele disse que não precisava era sá eu não ficar de quatro daquele jeito na frente da galera. Quando terminamos a faxina a cerva já estava gelada e começamos a tomar bastante antes de irmos dormir, as meninas estavam comigo na cozinha e falaram que os meninos estavam todos falando que eu era gostosa, aí eu perguntei pq elas não ficavam com eles e elas responderam que eles se conheciam a muito tempo e q eles também não valiam nada e que elas já tinha ficado com todos eles e que não tinha mais graça, falaram até que o Rodrigo era o mais bem dotado e que o mal dele era gostar de comer cu – Pensei... este é o cara perfeito.

Como sá tínhamos nás de casal de ram o quarto pra gente, o Fê já entro no quarto dando um tapa na minha bunda falando q hoje ele iria comer meu cu, coisa que ele ainda não tinha tido vontade de comer – Eu bem que tentei dar pra ele. Parei na frente da cama com ele abraçado nas minhas costas roçando aquele pau que não era tão grande na minha bunda, eu sentia o short cortando meu cu de tanta vontade que ele roçava em minha bunda e esfregava minha boceta que já estava encharcada de tesão, ele tirou meu short me deixando de micro calcinha e pondo meus peitos de fora e chupando com força, eu já não aguentava mais de vontade de chupar aquele pau delicioso, cai de boca no pau dele e consegui engolir até a metade, foi aí que ele me perguntou se podia me fuder? E eu falei que sim... ele segurou minha cabeça e cravou sua rola na minha garganta, nesta primeira vez eu tranquei a garganta com o susto, ai ele falou pra eu por a língua pra fora, que ele queria fuder minha garganta, foi o que eu fiz, ele enfiava até o talo na minha boca, eu sentia seus pentelhos na minha bochecha e encostava a língua no seu saco, esta é a vantagem de fuder com caras de pau não tão grande, o dele era de bom tamanho, tinha uns 19 cm, ele estava adorando ver a baba escorrendo da minha boca e meus olhos lacrimejando, já que eu estava o tempo toda entalada com o pau na garganta, ficamos uns 19 minutos nisto, como ele não queria que eu pusesse as mãos no pau dele, eu tinha as mãos livres pra me masturbar, de repente ele me pegou pelo braço me levantou e me pois de bunda pra cima na cama e começou a chupar meu cú, enfiava 1, 2 dedos me chamava de puta e dava tapas na minha bundinha que já estava toda vermelhinha, me virou de barriga pra cima e começou a chupar a xaninha, ainda com os dedos no meu cu, gozava como louca na cara dele. Eu continuei deitada e ele veio engatinhando pra cima de mim e fez uma espanhola, antes deixei o pau dele bem babado, depois disso ele veio fuder minha boca mais uma vez, desta vez eu não tinha pra onde fugir já que minha cabeça estava encostada na cama, ele fudeu minha garganta com vontade, voltou e pois minhas pernas nos ombros dele, cuspi na mão e fui lubrificar minha xaninha e ele perguntou pra que eu tava fazendo aquilo? E disse que era à noite do cuzinho, sá se eu fosse muito boazinha que ele comeria minha bocetinha – como eu não faço questão de fazer vaginal já que eu gozo muito bem, e até melhor, com o anal. Começou o vai e vem adorei desde o princípio, aquele pau delicioso escorregando quentinho cú adentro, ele enfiou tudinho até o saco encostar na minha bunda. AAAAAAAAAAAIIIIIIIII GOSTOOOOSO ME COME! Nem precisava pedir, a estas horas ele já estava bombando alucinadamente, até que ele pois meu cuzinho pro alto, com meu joelho no meu ombro, ele me comia e dava ra ver o pau entrando, ele me pois de quatro e eu não fiz por menos e empinei o máximo que pude a minha bunda, ele socava fundo e me masturbava a xaninha com uma das mãos e com a outra apertava meus peitinhos, acelerou as estocadas até que senti um jato forte e quente de porra no fundo do meu rabo, pulei imediatamente e enfiei o pau dele na boca pra receber os outro jatos na garganta, deixei a porra na boca mostrei pra ele e engoli, - eu adoro engolir porra. Limpei o pau do Fê que caiu exausto do me lado e disse que eu tinha tomado no cu daquele jeito por ter mostrado a bunda daquele jeito pros amigos dele.

No dia seguinte acordamos cedo e fomos para a praia, quando entrei na água senti meu cuzinho arder de tanto que foi fudido na noite anterior. As meninas não paravam de falar nos rapazes, que já estavam jogando bola, até que a Vanessa falou, que o Ro tava afim de mim, que ele ficou louco com a minha bunda, imaginei como ele não deveria estar hoje, que eu estava com um micro biquíni branco fio dental cravado no cu e bem baixo na frente, quando ele chegou perto comecei a me queimar de costas, percebi que eles não tiravam os olhos, passou um tempo a Vanessa veio me dizer que o Ro e o Thiago não estavam mais aguentando e que entraram na água porque estavam de pau duro sá de olhar pra mim, e me perguntou se eu teria coragem de dar pro Ro, eu perguntei se ele queria ficar comigo ou sá me comer, ela riu mais depois percebi que ela entendeu isso como um sim depois disso rimos muito, bebemos bastante e nos queimamos bastante e voltamos pra casa. Chegando lá enquanto o meu namorado foi tomar banho eu fui pra cozinha tentar fazer algo pra comer, ainda com meu minúsculo biquíni, senti alguém me pegar pela cintura pensei que era o Felipe mais não era, era o Ro que logo pois o pau no meio das minhas pernas torneadas, e disse no meu ouvido – era isso que você queria, sua putinha? Eu virei de frente pra ele e dei um longo beijo nele, ele era maravilhoso, - nunca vi olhos azuis mais lindos, ele logo foi enfiando a mão na minha bundinha e logo alcançou meu buraquinho, enfiou um, dois dedos e falou que iria me comer ali mesmo, eu pra agilizar o negácio mais fazendo um doce, tirei seu pau pra fora e disse que estava com medo do Felipe chegar. Ele falou que o Fe iria demorar e empurrou minha cabeça pra baixo com decisão, realmente o pau era enorme e ele sabia folder uma boca como ninguém, olhei pro lado e vi a Vanessa nos olhando ela chegou perto e disse que iria enrolar o meu namorado e os outros, e ainda pois a mão no meu ombro e perguntou, - não é gostoso como eu disse? Se abaixou do meu lado e falou – deixa eu ver se continua como antes... ela abocanhou e de uma vez enfiou até a garganta aquela pica enorme, engasgou e tirou da boca dizendo que continuava maravilhoso, levantou e disse pra eu aproveitar...ele me levantou me pois de bruços na pia e bateu com aquele pauzão na minha bunda, eu já não via a hora de sentir aquele membro dentro de mim, foi quando ele afastou meu biquíni e chupou meu cu enfiando o dedo nele e na minha bocetinha. Levantou e apontou aquela ferramenta pro meu cu e enfiou a cabecinha virou minha cara e me deu um beijo e olhando bem nos meus olhos foi enfiando centímetro por centímetro no meu cuzinho, de repente ele parou e falou – mexe você! Comecei a rebolar como louca naquele pau, o perigo de poder ser surpreendida me deixava com mais tezão ainda, por isso eu logo gozei e quase caí, minhas pernas ficaram bambas, ele me segurou pela boceta e bombeou mais rápido, quando já sentia que ele ia gozar a porta do banheiro abriu ele deu um pulo guardou o pau e eu ajeitei meu biquíni, fui até o corredor quando ouvi a Vanessa chamar o Felipe pra ver uma coisa no portão, eu parecia louca e voltei correndo pra cozinha e até ele se surpreendeu com minha iniciativa de voltar correndo, peguei o pau dele dei uma chupada pra deixar bem lubrificado e apontei de novo pro meu cu, ele bombeou com força e logo gozou, abaixei rápido e ainda consegui colher os últimos jatos, nos ajeitamos ele fez um carinho na minha bunda e quando eu tava voltando o Felipe estava no corredor quase nos pegou no fraga, me abraçou e tentou me dar um beijo, eu virei o rosto e falei que tinha comido cebola e não iria beijá-lo, foi quando ele falou que meu rosto estava sujo, eu passei a mão e adivinhem o que era... porra...ele não percebeu e o Ro deu um riso maroto e passou por nás. A quando fui tomar banho as meninas vieram tomar banho comigo e pediram pra ver como o Ro tinha deixado meu cu eu achei estranho mais virei a bunda pra Vanessa ela de um golpe sá enfiou três dedos no meu cu falando que tava normal, que com o Ro era assim mesmo, p meu susto foi quando ela deu os dedos pra Raquel lamber e falou que os outros meninos também iriam me comer se o Felipe não tivesse saído tão rápido do banho e que a noite ela ia dar um jeito de todos me comerem, elas me esfregaram, passaram a mãos na minha boceta, cu e peitinho, que já estava com umas marquinhas lindas e provocantes.

Saímos do banheiro e fui deitar um pouco com o Fê que queria me comer de novo e eu falei meu cu tava ardendo por causa da maldade que ele tinha feito comigo, ele me pois pra pagar um boquete e eu ousei dar uma lambida no cu dele, pra minha surpresa ele gostou mais não deixou eu enfiar o dedo no cu dele, me excitei muito com aquilo e resolvi deixar ele comer minha boceta, depois que ele gozou a Raquel bateu na porta pediu e pra ele levar ela no centro de Peruíbe pra ela comprar uns trecos pra fazer um jantar ele me chamou mais a Vanessa logo falou que eu ia ficar pra ajudar ela, eu inocente fui pra cozinha e eles saíram, logo vieram todos os meninos correndo e me agarraram.

A Vá saiu dizendo - agora é com vocês! Eu com uma sainha minúscula e sem calcinha logo fui penetrada pelo Thiago, ainda sem entender o que estava acontecendo mais eu não podia dispensar a chance, foi quando o Dado falou pra gente ir pro quarto, chegando lá ele me pois de quatro na cama admiraram minha marquinha minúscula de biquíni, que sá aparecia um pequeno “v” em cima da bunda e foram se revezando hora na boceta hora na boca, eu já nem sabia que me comia e quem eu estava chupando, o Rodrigo dizendo que iria ser bonzinho comigo deitou e falou pra eu cavalgar nele, logo descobri porque, logo veio o Thiago e enfiou no meu cu, daí em diante ele se revezavam entre cu, boca e boceta, até que começaram a gozar pelo meu corpo todo e sá aí veio a Vanessa e me chupou toda me deixando limpinha, fui correndo tomar um banho e o Dado veio atrás de mim e me comeu de novo, eu já não aguentava mais até que ele gozou na minha boca...quando saí do banho com uma roupa toda provocante eles já me pegavam me beijavam e davam tapinhas na minha bunda. Resolvi perguntar pra Vanessa se eles não tinham pena do Felipe e ela falou que além de eu ser muito gostosa, o que tornou mais fácil a vingança contra o Felipe, ele tinha ficado com uma mina que o Rodrigo gostava, mais que agora a galera gostou e iam querer me comer direto. Fiquei uma semana com o ânus ardendo, todo mundo me comendo toda hora, e meu corninho não desconfiou de nada, sá teve uma hora que ele sentiu gosto de porra na minha boca mais eu falei que era dele e ele acreditou... foi um fim de semana MARAVILHOSO!!!!!!!!!!! Até a práxima galera!!!!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos porno obrigada engolir porra com muito nojocontos/meu primeiro broche e fodaxxx videos mulheris bem safadas que brinca com o pauzinho pequeno do marido tampinhaporno quente doido cara lasca buceta com cudesabafo sou casada trai meu marido com eletricistaconto erotico sogro na piscinapouca enormexvidio.comcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteVideosputas fz boquete de na linguacontos sou o macho da minha sobrinhaconto eu e minha irma somos safadas meu cunhado leva chifre diretoconto ajudando meu filhoVidios porno meu irmao cravo tudo emincoleguinhas loirinhos gay trepando pela primeira vezcomi minha mae na frente da minha vo contos eroticosrabudas contostenns gemeno e gritanocontos zoofila casada abandona marido e filhos por um cachorroXoxota contosConto herotico lesbica entre mãe e filhinhacontos eroticos perdendo avirgindade encesto compadrecomi minha cunhada adrianaIncesto com meu irmao casado eu confessocontos erotico eu minha esposa gostosa e meu sobrinhorelatos eroticos esposas estupradascontos eroticos arrombando a gordaconto lekecunhada irmã da minha esposa muito gostosa tronco dacontos eroticos aventura em resendemarido leva esposa na cabine erotica contoscontos eroticos garotinha minusculacontos bundão arrebitadoconto gay jornaleiro safadoRelatos de sexo com primas novinhascontos de sobrinhas sem calcinha na igreja sentada no colo do tiocontos eróticos adoida te insistir comi minha tialoirinha do cabelo cachiado se assustou com o tamanho da rola do cunhadoContos eróticos cuidando do meu priminho e deixando ele tomar banho no quintal conto gaySupositório Contos eroticos Jardin do Prazer Minha sogra me pergunto se eu deichava ela chupa no meu peniscontos eroticos de transando com a cunhada casada e com seu marido bi sexualContos er pitao do paiconto de sexo Fodeno minha irma e minha maeeu corno de putaconto erotico fui na casa do meu amigo mais seu tio coroa e sarado mim comeu gostoso cpnto gaycontos eroticos amiga da minha mae velha coroa viuvaBem dotado comendo a patroa no sitio conto eroticoproposta indecente novinha contoscontos eroticoso cu da cadelinhacontos minha netinha gostosaminha vizinha transex safada contos eroticoswww.dei a buceta com dez anos contocontos meu vizinho tira o pau pra forao tio ceduzino adolecente metendo odedo priguitinhameu cuzinho desvirginadocache:R-bg7J8nF7YJ:https://mozhaiskiy-mos.ru/m/conto_14382_mamae-velha-mais-bucetuda.html traficante contos eróticoscontos eroticos pegano a moreninhaComi minha mãe no meu colo contos eróticoscontos eroticos arrombando a gordacomtos arrobadaComtos erotecos de imcesto minha mae sentou no meu colotirei a virgindade do meu sobrinho roludo e minha bunda grandeconto erotico comendo um crossdressertravesti dotadu no rncontos de incestos mae puta e filho espertoconto erodico gay usando ropa de menina curtinha com o mendigocontos heroticos meu amigo hetero dormi e eu aproveito quando ele ver mim bate e depois mim comeurebola rebola contos eroticosa vizinha me convidou pra ir em sua casa,contosxvidio desejo incesto proibidocontos eroticos de pai e filho travesti bundudocalcinha usada da vizinha safada contosContos safados pirocao