Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA MÃE ME ENSINOU A TRANSAR II - COMENDO O CÚ

Apás ter saído do banho, minha mãe nem olhou para mim e foi logo dormir, eu também não procurei ela por estar receoso e com vergonha daquele acontecimento. Então fui dormir, na verdade naquela noite não consegui dormir, aquele episádio que havia acontecido há algumas horas atrás não saia da minha cabeça, eu sentia um mistura de culpa e prazer, mas como é de nossa natureza humana, o prazer gritava mais alto e eu não via a hora de foder minha mãe novamente. Na manhã seguinte eu havia acordado e ela já tinha ido trabalhar, não tive a chance de vela, na hora do almoço ela também não apareceu, cheguei a ficar preocupado, achei que ela tinha me abandonado, mas felizmente quando deu 19:00, ela chegou em casa e com um sorriso para mim e disse:

- Filho desculpe eu ter saído tão cedo e não ter vindo almoçar, eu tive que adiantar algumas coisas no trabalho.

Eu olhei para ela e disse:

- Mas hoje é domingo mãe ninguém trabalha dia de domingo.

Ela ainda sorrindo disse:

-Sim, eu sei filho, mas trabalhei para ocupar minha cabeça e refletir sobre alguns acontecimentos e aproveitei para adiantar meu trabalho.

-Mãe eu não ia tocar no assunto, mas já que a senhora se referiu a alguns acontecimentos, tudo que posso pensar e no acontecimento de nossa transa, que por sinal foi muito gostoso.

-É eu sei filho, eu refleti e decidi comigo mesma que isso não seria um relacionamento saudável para nás dois, então não quero fazer mais.

Quando ela disse isso me deu uma tristeza tão grande que não me contive e comecei a ficar com os olhos cheios de lágrimas e logo comecei a chorar. No fundo eu fazia essa de triste porque sabia que ia funcionar, parece que de alguma maneira isso dava na minha mãe uma mistura de pena com tesão, e disse:

-Eu sabia mãe, mas a verdade é que agora eu não consigo mais parar de pensar em sexo com a senhora, eu entendo que isso é errado e para mim é muito constrangedor dizer isso para a senhora, mas não consigo, não penso em pudor, nem em arrependimento nem nada sá no prazer que a senhora me deu e na sua bunda e no sexo anal e naquele boquete...

-Para! Não diga isso filho.

Nesse momento me calei e me sentei no sofá com a cabeça baixa.

-Filho eu sei que foi muito bom e tudo mas não podemos continuar com isso.

-Podemos sim mãe, deixa eu te comer agora.

Quando eu disse isso, ela viu que aquilo que fizemos era um caminho sem volta e também percebeu o quanto eu não ligava para o que ela falava, e que eu não a via mais como mãe e sim como uma amante, uma mulher, uma namorada ou até mesmo uma prostituta.

-Filho não faz isso comigo. A gente não pode fazer isso.

Enquanto ela falava isso, eu tirei meu PAU para fora e disse:

-CAI DE BOCA NESSA ROLA VAGABUNDA.

Ela me olhou com uma cara de ádio, mas logo cedeu e falou.

-Ta bom, se é isso que você quer agora você vai ter. Agora Você vai aguentar as consequências.

Logo depois que ela disse isso, ela caiu de boca no meu CACETE, primeiro ela abaixou minha calça jeans junto com a cueca até o joelho e não tirou minha camisa.Ela começou a cuspir no meu PAU e a encostar a glande do meu CACETE bem na garganta dela, ela engoliu meu pau inteiro e até colocou minhas bolas na BOCA. Vendo aquela cena eu não aguentei e gozei um pouco, ela engoliu tudo. Minha porra misturado com a saliva dela, escorregava pelos seios delas que estavam descobertos, quando ela percebeu isso, tirou a blusa dela ficando apenas com o seu sutiã branco, ela chupava com tanta vontade que eu estava segurando para não gozar tudo na boca dela.

-Assim ta bom Filho?? Será que você aguenta mais umas chupadas?? Agora não vou ter dá vou aproveitar muito esse CACETE.

-Chupa essa ROLA mãe, chupa e cala boca, daqui a pouco quero meter nessa BUCETA.

Depois que eu disse isso, sem pudor algum, deixando meu prazer tomar conta de toda minha racionalidade, ela olhou para mim e disse:

-Você vai ter uma surpresa filho, vou te dar uma coisa melhor que minha BUCETA, você vai gostar muito.

-É mesmo mãe??

-Sim filho mais é surpresa.

Depois que disse isso, minha mãe voltou a chupar meu PAU novamente. Ela chupava com tanta vontade que me deixava louco, eu estava segurando ao máximo para não gozar.

-Deixa eu comer essa BUCETA agora mãe?? Não vou aguentar mais. Se você continuar chupando vou gozar.

-Nããããoo Goza não cachorro, quero pica, quero que você me mete sua PICA.

Depois que ela disse isso, ela tirou meu PAU da boca dela e deu uma cuspida violenta cheio de saliva no meu pau e logo me pediu:

-Senta no sofá cachorro.

-Tá mãe. O que você vai me dar?? Sua Buceta?? Quero muito comer essa BUCETA.

Ela não disse nada. Apenas ficou de costa para mim arrebitando aquele CÚ GIGANTE na minha frente e depois disse:

-Tirá minha calça filho.

-NOSSA QUE BUTÃO GRANDE, ESSE CÚ TÁ ENORME MÃE.

Depois que eu disse isso logo tirei a calça dela e ela ficou apenas de calcinha e em seguida me pediu:

-Posso sentar nesse PAU filho??

-Fica a vontade mãe.

Ela então sentou e começou a mexer de calcinha no meu PAU.

-Nossa que tesão mãe. Que CUZÃO maravilhoso.

-Que bom que você gosta dele filho, vou ficar de RABO para cima para você.

Ela então ficou com o RABO para cima encurvada apioada no sofá, eu então perguntei para ela:

-Posso comer a BUCETA agora mãe??

-Pode filho, mas queria te pedir uma coisa.

-Sim qualquer coisa mãe.

-A surpresa que eu queria te dar era meu CÚ. Eu sei que você já meteu nele, mas meu sonho é dar sá o CÚ. Meu CÚ é muito apertadinho, quero alargar ele, além disso adoro PICA no meu CÚ. Você faz esse favor para a mamãe filhinho?? Você come o CUZINHO da mamãe??

-Porra! Claro mãe, que surpresa maravilhosa essa, eu adorei comer seu CÚ, ele é apertadinho mesmo, vou te ajudar a abrir ele mais. Mãe desculpa falar mas a senhora num tem um CUZINHO não e sim um CUZÃO, esse RABO da senhora é grande demais. Esse BUTÃO gigante me dá um tesão. Eu queria comer a BUCETA também mas vou ficar feliz de meter nesse CÚ. Posso tirar sua calcinha mãe??

-Fica a vontade filho, vou ficar te devendo a BUCETA, pode tirar minha calcinha sim.

Depois que ela disse isso eu tirei a calcinha dela e dei uma chupada naquele CÚ, abri o CÚ dela um pouquinho e cuspi lá dentro, o CÚ dela tava bem lubrificado com meu cuspi mas mesmo assim pedi para ela:

-Mãe, cospe no meu CACETE, joga bastante saliva para mim penetrar nesse seu CÚZÃO.

-Ah sim filho.

-Hum...Humm...Humm.. Ta bom filho? Ou quer mais??

Ela levou meu PAU na garganta dela engolindo meu CACETE o máximo que pode, quando ela foi sair eu segurei bem forte a cabeça dela, ela quase vomitou e com os olhos vermelhos me deu um tapa e disse:

-CACHORRO! Assim você acaba comigo, vai querer mais uma chupada??

-Sim mãe, mas agora engole as BOLAS também, coloca meu PAU na sua garganta.

-Tá bom filho vou tentar mas não força não.

Depois que ela disse isso, com muito custo ela colocou meu PAU na boca dela e levou até a garganta e eu fui coloquei as mãos dela para trás e enfiei minhas bolas na BOCA dela, os olhos dela estavam lacrimejando, e eu sem dá cuspi na cara dela e dei um tapa na cara dela também. E disse:

-Engole PUTA, VAGABUNDA, você é uma VACA, chupa essa ROLA põe na BOCA.

Logo que eu disse isso ela começou a chorar. Eu puxei ela pelo cabelo e a cara dela tava cheia de cuspe meu, meu PAU tava cheio de BABA dela, ela tava até tussindo, e ela me disse:

-Não faz isso filho, você ta me humilhando muito.

-Você é uma VAGABUNDA, agora vou enterrar meu CACETE nesse CÚ, fica de quatro VACA, vira esse CÚ para mim.

Ela ainda com os olhos com lágrimas empinou aquele CÚ e disse:

-Mete CACHORRO! Come meu CÚ agora, FODE, FODE ESSE CÚ.

Eu enfiei de vagar e ela começou a gemer:

-Ai... Assim filho, quero ROLA NO MEU CÚ.vai faz esse anal para a mamãe, come esse CÚ direitinho. [email protected]

Eu comecei a bombar naquele CÚ maravilhoso, eu comecei devagar e logo fui arreganhando aquele CÚ e metendo, ela gemia bem alto, assim:

-Ai... Que PAU DURO, QUE PAU GOSTOSO, METE NO MEU CÚ FILHO, NÃO PARA NÃO, HUM... QUE ROLA GROSSA... HUM... HUM... ... VAI ASSIM METE BEM GOSTOSO. AI MEU DEUS QUERO DAR MEU CÚ...METE NO MEU CÚ FILHO METE, METE PRA MAMÃE, ARREGAÇA MEU CÚ FILHO. ASSIM

- Abre mais esse CÚ mãe.

Eu estava comendo o CÚ de minha mãe, mas até aquele momento não tinha colocado minha ROLA inteira em seu CÙ porque não cabia, então ela me pediu:

-Força mais FILHO Pode colocar esse CACETE inteiro no meu CÚ.

-Tô forçando mas não entra mãe.

-ENFIA MAIS, PODE ENFIAR SEM DÓ.

-Tá bom mãe, toma no CÙ então.

Depois disso eu enfiei tão forte que ela deu um grito e mandou eu tirar, eu então disse:

-Agora que enfiei você vai aguentar no CÚ, não quero nem saber.

-Tá filho mas num judia muito não viu.

-Tá mãe,vou judiar sá um poukinho.

Comecei a comer forte CÚ dela, tava bem difícil de meter, mas com o tempo, á medida que fui bombando no CÙ dela

ele foi ficando mais largo até que dilatou bastante dando para comer razoável.

Fiquei uns 5 minutos metendo no CÚ da minha mãe direto, a saliva que ela tinha colocado no meu PAU já estava acando, ai pede ela para

cuspir mais:

-Mãe cospe no meu PAU põe ele na boca e paga um boquete para lubrificar ele.

-Tá filho põe essa ROLA aqui na minha BOCA, enfia forte na minha boca.

Eu tirei meu PAU do CÚ dela e enfiei direto na boca dela. e ela disse:

-Ai que gostoso, adoro chupar PICA. HUM... HUM...

-Anda mãe, queroarregaçar seu CÚ.

- Perá filho.

MInha mãe colocou meu PAU em sua boca e babou nele bastante, fez uma gargarejo

colocou minhas bolas em sua boca e começou a engolir, eu forcei o rosto dela e ela engasgou

depois disso meu pau ficou todo melado com a baba dela, eu aproveitei e pedi ela para abrir a

boca e dei uma cuspida dentro da boca dela, ela então engoliu, depois dei outra cuspida dentro da

boca dela e ela cuspiu de volta no meu CARALHO e então ela me pediu:

-Agora mete no meu CÚ filho, continua, mete pra mamãe mete.

-Agora mãe.

Comecei a meter bem forte, ela gemia bem alto:

-Ai Filho... Ai meu CÚ... mete vai. Ai Desgraçado... Que tesão... METE NO MEU CÚ

-No Cú Mãe?? Você quer o que no seu CÚ??

-Quero sua PICA,PICUDO da mamãe. Mete forte.

Fiquei uns 19 minutos comendo o CÚ da minha mãe até que ela então disse:

-Não aguento mais filho, goza por favor arregaça, GOZA no meu CÙ.

Não aguentei de tesão vendo ela falar aquilo e:

-Ai VAGABUNDA, TOMA...

GOZEI no CÚ DELA.

-Ai ... Ai ... Ai... MEU CÚ, MEU CÚ.. Meu CÚ

MInha mãe começou a dizer isso e depois:

-Me dá Porra filho.

Ela pegou meu PAU e começou a engolir o resto de porra que tinha, ela engolia

e dizia:

-Ai que delícia, adoro PORRA, é muito gostoso.

Meu PAU foi ficando mole e ela ainda chupava o resto de porra.

E eu disse pra ela:

-Tá bom mãe já mamou demais por hoje.

-É que eu adoro porra filho.

-MAs acabou mãe.

-Acabou nada.

Depois que ela disse isso ela agachou e começou a tirar a minha porra

que estava no CÚ dela e chupou, ela tirava com o dedo e lambia tudo

enfiava o dedo bem profundamente e chupava e depois disse:

-PORRA É MUITO GOSTOSO, OBRIGADO FILHO

-De nada mãe.

Ela então deu um beijo no meu PAU e engoliu ele e depois se levantou e foi pro

banheiro tomar banho.

MEU EMAIL É [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


frutaporno sou casada mais nao fico sem fmassagem video contos punhetaconto eróticos engravidou esposa do irmao e esposa do sobrinhoestuprou dormindo contocontos eroticos de padres e pastores roludos com meninasflagas de encesto com zoofolia contoscontos eroticos arrombando a gordadei de perna abertacontos eroticos gay vigilantesComtos casadas fodidas pelos empregados do maridoContos eroticos cu da negra madantaConto cm foto d esposa putinhacontos erotico comi cu da tia no conventocunhada ariando a calçinha p mimpai emfia pica filha morrocontos eroticos gays no futebolcom fotosmãe e amigo contos eróticospeguei minha sobrinha no colo e direi seu cabaço contosbuceta carnuda comtos de sexoapostei com o cunhado e tive q dar contos eroticoscontos eroticos crossdresseres na escolaContos eroticos no dia do meu crisma fudi açeitou suruba com amigos sua vizinhaminha mulher foi enrabada e me contouContos eróticos liberando a esposacontos eroticos comendo o bucetao cabeludoPrimeiro Boquete Contos Eroticohetero batendo punheta conto gaycontos eroticos fui fodida feito vadia e chingada de puta pelo meu primocontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu bebado quando eu tinha oito anosporno velho cafetao ajeita macho pra mulhet de cornoprimeira vez q comi meu amigocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos pedi pro meu marido contratar pedreiros para eu me exibirxxx bunda grandeconto em familiaNovinha apavorada com anaconda giganteContos eroticos bem comida e chupada em cada tetas por dois machosContos eroticos guspe na bocacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadospai gosano dentro da eintiada. ela gritacontos de mulher com cachorropau de jegue arrombando minha filhinha contosmulhe vais boguete em bebudoxvideos pai mete lolcamente em filha pagina1conto minha esposa nudista em familiaconto erotico gay motoqueiro marrenticontos.putinhas do papai.d.oito.anoscunhada sem calçinha contoscontoserticos.com icesto mae filho minha mae de 80 anosfotos chapéu ao traveco até ele gozacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentepaizinho e filhinha contoso tamano do pau na buçetacontos erotico a minha nutricionistacontos eroticos gay problemas mentaisCegonhas com rola muito grande e bem grossa no pornô doidocontos de um viadinho tarado que è humilhadoconto erótico gay com estupro e muito sanguecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos e historias de zoofilia meu cachorro mamou nos meus peitos cheios de leitefui passear nas férias e trai meu corninhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemulher sentando na embragem com o cu e buceta paguei p come o cu da minha esposa contovestindo de mulher e dando o cuzinho contoconto erotico cornocontos erroticos meu sogro bem dotado arronbo meumeu marido sempre tras tres amigos em casa conto erpticocontos eróticos incesto dando leite na boca da minha filhacontos de sexo depilei minha bucetacontos eróticos coroa amiga de minha mãe muito gostosa da buceta grandecontos sexo a ninfetinha tarada e virgem