Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA PRIMEIRA VEZ NA CASA DE SWING

Tenho 27 anos e sempre tive a curiosidade de conhecer uma casa de swing. As diversas histárias que envolvem essas boates me deixavam bastante curioso.

Moro em Brasília, já conversei com minha esposa sobre o assunto, ela aparentemente ainda não disse não, também tem curiosidade, mas aqui infelizmente não existe esse tipo de boite.

Da última vez que fui a São Paulo (a trabalho), sai na noite sozinho e fui tomar um chopp. Chegando lá, comecei a ficar um pouco mais animado e comecei a flertar no bar, acabei sentado numa mesa com mais três mulheres lindas que ficaram “ de cara” com a minha animação para sair sozinho em outra cidade. Papo vai, papo vem ... e acabei ficando com uma delas que vou chamar de Cinthia.

Cinthia era linda. Uma morena de cabelos longos, seios pequenos, mas durinhos, cheirosa e bunda apetitosa. Ela vestia uma calça jeans que relaçava ainda mais suas curvas e uma camiseta cavada com parte da barriguinha travada de fora.

Depois de mais alguns chopps, elas disseram que teriam que ir embora e a Cinthia disse que me levaria ao meu hotel. Na hora fiquei louco de tesão, tinha certeza que iria leva-la ao meu quarto e fuder gostoso com aquela cheirosa.

No carro começamos a conversar sobre sexo e transar o que me deixou mais tarado ainda, queria logo tirar a roupa dela e comer aquela gostosa. Chegando na rua do hotel, Cinthia parou o carro um pouco distante e começamos uma amasso gostoso.

Eu chupava seu pescoço, beijava sua boca e era correspondido com vontade, coloquei a mão debaixo da sua blusa acariciando a barriguinha e chegando até os seios. O clima de sexo estava no ar. Como ela estava mais cautelosa, fui tomando as iniciativas, chupando os seios e tocando sua buceta por cima da calça apertada. Mas quando tentei esquentar mais as coisas colocando meu pau para fora, ela pediu para parar e disse que tinha que ir embora. Ainda tentei insistir um pouco, mas não tenho muita vocação para isso e deixei ela ir embora.

Imaginem como fiquei puto. Estava com um puta tesão e a mina me deixou na mão depois de tudo aquilo. Nessa hora me lembrei das casas de swing de São Paulo. Entrei num taxi e pedi para o taxista me deixar no bairro de Moema (já sabia que era lá que estavam boa parte das boites de swing).

Chegando lá, caminhei um pouco até encontrar uma dessas casas, fui até o segurança e ele me disse que homem sá poderia entrar acompanhado. Fiquei tomando uma cerveja do lado de fora e ia vendo os casais chegando. Ver aquelas mulheres aparentemente “santas” chegando na boate foi provocando minha imaginação.

De repente, na segunda cerveja, escutei um “psiu” vindo de um Palio que estava estacionado.

Fui até lá e para minha surpresa haviam duas garotas no carro. Elas me perguntaram se eu queria entrar. Eu disse que sim (é claro), mas não podia entrar sozinho. Elas me convidaram para entrar com elas. Disseram que estudavam numa faculdade ali perto e que não eram lésbicas e não queriam que ninguém pensasse isso delas, por isso não queriam entrar sozinhas. Achei a desculpa meio “xexelenta”, mas não podia desperdiçar a oportunidade.

Entrando, ficamos todos um pouco decepcionados, a casa estava vazia. E tudo muito comportado. Perguntei ao garçom se era sempre fraco assim. Ele disse que mais tarde ficaria melhor.

Resolvemos relaxar e começamos a beber e conversar em uma mesa. As duas garotas eram bem diferentes, mas eu estava achando brecha nas duas, mas não sabia em quem chegar primeiro.

Depois fomos os três dar uma volta na casa, chegamos a um labirinto onde havia um segurança que disse que lá sá poderiam entrar casais. As meninas se olharam e a mais tímida disse para a amiga, vai lá conhcecer.

Entramos e caminhamos um pouco naquela escuridão e começamos a escutar gemidos. Ela não quis mais avançar, mas nessa hora tomado pelo tesão, abracei-a com vontade e beijei aquela boca gostosa, ficamos um tempo ali no amasso e ela pediu para sair, pois a amiga estava lá fora esperando.

Ela era baixa, devia ter uns 1,65, mas era toda durinha e gostosa, cabelos escuros e lisos a amiga dela também baixa era um pouco mais cheia e loira, tinha um rosto lindo.

Ao sair convidei a amiga para conhecer o “labirinto” também, essa foi mais rápida, já começamos a sacanagem logo na entrada do labirinto. Ela me perguntou se eu havia pego a amiga dela. Eu disse que sim. Parece que ela não gostou muito e quis voltar para a mesa.

Daí para frente investi apenas na amiga mais atirada e fui correspondido. Mais tarde já com a casa cheia, fomos a outra sala, grande e vazia e começamos a sacanagem.

Apás longos beijos, tirei sua blusa e comecei a chupar seus peitos, ela gemia e pedia mais. Depois abriu minha calça e passou a chupar a minha pica, estava uma delicia, quase gozei. Ela interrompeu o boquete, foi tirando a calça e disse: - Me come logo....

Foi uma delicia, outras pessoas estava chegando na sala e quando olhei para o lado já haviam outros casais fazendo sexo na sala, outros apenas olhando. Aquilo me deixou com mais tesão. Ela gozou e disse que iria voltar a mesa.

Como ainda não havia gozado (demoro quando bebo), fiquei por lá e fui acariciado por uma loirinha que estava com o namorado. Fiquei meio sem jeito com a presença dele, mas ele me disse: - Vai pode comer a minha mulherzinha, ela é uma piranha mesmo.

Fui com fé, enquanto comia ela de quatro, ela chupava o pau do seu namorado. Ele xingava ela de tudo que era nome. Gozei naquela buceta e deixei o casal a sás.

Voltei a mesa e as meninas já não estavam mais lá.

Depois de me recompor houveram outras transas na mesma noite. Adorei a casa de swing.

Se mais alguma garota ou casal quiser me acompanhar numa casa de swing em SP me escreva. E-mail: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos-gays sou gay e fui arrombado pelo pauzao grosso e grande do meu patraominha sobrinha me chupou enquanto eu dormiacontos eróticos gay iniciado pelo paifudeno cu da manu e ela gritando de dorcache:tCqBSJiMNvAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_6_13_orgias.html conto erotico fui fudida em uma lan housecheirada e dando a bunda contoscontos eroticos empregada pegando no pau do menino novinhocontos de putas casadas tramandaicontos eroticos meu cunhado estourou meu cabacinhoesposa no motel com amigos contocontos eróticos tiosafadoVidio porno brexa pai pua gigante no buracasempre fui safadinha contos Contos eróticos enteada larissa viajarconto eróticos c afilhadacontos eroticos arrombando a gordacontos.eroticos.so.taradinhas.de.seis.aninhos€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€muleres sendo chupadad e godando pelos homes com gritosfilme com historia de erotico de tiozinho taradaocontos eroticos de tias seriasanal com negao contoschaves comendo o rabo da chiquinha pornoesposa liberando para amigos no acampamento contocontos eroticos fui comida pelo meu inimigocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos incesto o homem da minha vidameio das pernas uma pica dava inveja grossura esposacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos erotico com irmaocontos minha melhor amiga ficou se esfregando no meu paucontos eu novinha e meu primo me inicioucontos etoticos meu marido faz eu dar para trasseconto erótico meu marido bobãoporque.que.depois.que meu namorado chupou os meus peitos eles ficaram com o bico descacandoconto com putinha novascontos eróticos rasgando a calcinhacontos meu comedor de cucontos eróticos com mulher vizinhacontos erótico me rasgaram mo acampamento contos eroticos currada garganta profundaconto erotici gay dano cu no dia da greves dos motoristo de onibus gay casadocontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos tio comendo sobrinhacache:A_ULZ8FKkSgJ:okinawa-ufa.ru/home.php contos eroticos papai dormindo bebado eu aproveiteicontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos eroticos rabuda da terceira idadeconto erotico mae onibus lotadosobrinho do meu marido mais nao queria 3 contos eroticos.Contos gays amante do tio velho desde de pequeno adoro vpu casar com eleporno gay interracial com macaquinho gulosoconto erotico travesti trabalhando e foi fodida no trabalhobumbuns empinados grande com rolas animis tracandogritei gemi na rola grossa contos eroticos incestoContos eroticos comido por um caosou coroa loira e resolvi dar o cu com 53 anosA Família sacanagem na praiaconto erótico incesto feminino mãe confessa que lambeu filhacontos eroticos peguei minha traindo meu no depósitoconto arebentei cu toda familiacontos eroticos de viadinhos de calsinhacontos eroticos/pauzudos casadascontos eroticos primeiro empregoIncesto com meu irmao casado eu confessovidio antigos onde duas mulher chamos alguns homen pra transaren no sulper mercadinho xvidioO que fazer pra comer minha mae conto incestomendingo contoSimone chupando pau de joelhos e levando gozada na bocabundinha com calcinha sensual da virgemdesvirginando a clarinha contosum menino enrabou minha mulherchupando buceta soltando fumaça